fbpx
Conecte-se conosco

Brasil

Brasil presidir Conselho de Segurança da ONU é simbólico, mas pouco efetivo, dizem especialistas

Publicado

em

Gestão brasileira vai ter duração de um mês — outubro; presidente Lula defende ampliação do número de membros do organismo

Especialistas em política e direito internacional avaliam que presidência do Conselho de Segurança da Organização das Nações Unidas (ONU), sob o comando do Brasil neste mês de outubro, é algo simbólico, mas pouco efetivo em relação às ações que envolvem a paz e a segurança global. O presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) é crítico da instituição e defende a ampliação do número de países-membros.

A presidência brasileira do grupo, iniciada no último domingo (1º), se estende até o fim desse mês. Instituído em 1948 para zelar pela manutenção da paz e da segurança internacional, o órgão tem cinco membros permanentes — China, Estados Unidos, França, Reino Unido e Rússia. Há ainda um grupo de dez membros não permanentes com mandatos de dois anos. Atualmente, os dez países que ocupam essas vagas são Brasil, Albânia, Equador, Emirados Árabes, Gabão, Gana, Japão, Malta, Moçambique e Suíça.

A professora de direito internacional da Universidade de São Paulo (USP) Maristela Basso explica que presidir o Conselho de Segurança gera muito mais um poder simbólico do que estratégico. “O poder representa na prática muito pouco, porque a função do Conselho de Segurança é atuar nas questões relativas à ameaça de paz e de segurança internacional. Se houver ou estiver em curso alguma ameaça, o Conselho de Segurança, convocado, vai decidir o que fazer, se vai intervir ou se não, se vai mandar força ou não, enfim. Fora isso, o grupo não trabalha, não fica permanentemente trabalhando”, afirma.

“Estar à frente do Conselho de Segurança significa abrir o discurso, chamar os interlocutores, tentar convencer os pares da mesma agenda. É anunciar para o mundo a sua política externa e, no âmbito de uma organização multilateral, dar visibilidade à agenda e convocar outros países e observadores da ONU a aderirem aos temas e se somarem ao Brasil nessas causas”, completou Basso.

O advogado especialista em direito internacional Bernardo Pablo Sukiennik tem visão semelhante à da professora da USP. “Cabe observar que a presidência do Conselho de Segurança é uma função administrativa. O país que exerce a posição não assume maiores poderes em função da presidência, mas cabe destacar que a diplomacia é feita de símbolos. Então, sem dúvidas, traz uma simbologia importante o fato de o Brasil exercer essa função. Mas não será isso que vai permitir ao Brasil poder impor uma pauta em âmbito mundial”, disse.

“Uma coisa fundamental é que, mesmo a presidência sendo importante, o Brasil não é um membro permanente. Isso quer dizer que, como os membros permanentes têm poder de veto, grande parte daquilo que é discutido ou a totalidade, melhor dizendo, precisa da concordância dos países com vaga permanente. Há, portanto, uma limitação”, acrescenta o cientista político e pesquisador Kleber Carrilho, da Universidade de Helsinque, na Finlândia.

Agenda brasileira

A importância das instituições internacionais para prevenir, resolver e mediar conflitos é o principal tema que o país vai defender durante o período da presidência. “Vamos trazer neste mês a ideia de que o Conselho de Segurança deveria tratar mais amplamente dos instrumentos que as Nações Unidas, os países e as organizações regionais têm para prevenir os conflitos e não só tratar deles depois que eles ocorrem. Um reforço da diplomacia bilateral, regional e multilateral para prevenir a eclosão de conflitos”, disse o secretário de Assuntos Multilaterais e Políticos do Ministério das Relações Exteriores, embaixador Carlos Márcio Cozendey.

Segundo o secretário, outros temas serão abordados ao longo do mês pelo Conselho de Segurança: uma possível missão de apoio às forças de segurança do Haiti, a manutenção da missão da ONU que supervisiona as negociações de paz na Colômbia e questões relativas à guerra entre Ucrânia e Rússia. O ministro das Relações Exteriores, Mauro Vieira, vai presidir uma audiência sobre a questão das instituições em 20 de outubro. Outras duas sessões estão previstas para ocorrer no dia 24 (sobre Oriente Médio) e 25 (sobre mulheres, paz e segurança).

As tropas em missão de paz da ONU, chefiadas pelo Brasil no Haiti anos atrás, foram alvo de denúncias de violência, de abusos sexuais e de uso desmedido da força em publicações da imprensa internacional. Dados do Exército mostram que, desde 2004, 36.058 militares brasileiros participaram das operações no país caribenho.

Segundo o Exército, os soldados trabalharam na manutenção da paz, no fortalecimento das instituições nacionais haitianas e na segurança da área de operações, chefiando pelo menos 21 contingentes de diferentes nacionalidades. A missão se despediu oficialmente do Haiti em 31 de agosto de 2017.

Comentários

Continue lendo

Brasil

Conheça “Loucos Amores Líquidos” a produção italo-brasileira que estreia este ano

Publicado

em

Por

Conheça “Loucos Amores Líquidos” a produção italo-brasileira que estreia este ano
Pedro Reis

Conheça “Loucos Amores Líquidos” a produção italo-brasileira que estreia este ano

A coprodução italo-brasileira “Loucos Amores Líquidos” promete cativar o público com uma história de amor, identidade e raízes familiares. Dirigido por Alexandre Avancini e distribuído pela H2O Films, o longa-metragem explora as vidas de três mulheres de diferentes gerações que buscam entender suas origens na pitoresca região de Basilicata, na Itália.

A trama, escrita por Clovys Torres e Aimar Labaki, segue uma mãe, filha e neta em sua jornada por amor e autoconhecimento. Ambientada em paisagens deslumbrantes tanto na Itália quanto no Brasil , o filme promete uma rica experiência cultural, integrando elementos de arte, arquitetura, gastronomia e música.

A produtora Daíse Amaral, que também atua no filme, descreve o projeto. “Esse projeto é uma voz que tem dentro de mim no resgate do amor e da identidade. Esse projeto é sobre resgate” , disse.

O diretor Alexandre Avancini expressou seu entusiasmo sobre as filmagens na Itália: “Só o fato de filmar na Itália, grande parte do projeto, é um privilégio para qualquer cineasta. As locações são maravilhosas” . A escolha dos locais de filmagem, que inclui Poços de Caldas e Diamantina no Brasil, e a bela região de Basilicata na Itália, promete oferecer um pano de fundo visualmente impressionante para a narrativa.

O elenco é uma mescla de talentos brasileiros e italianos, incluindo Ângela Vieira, Eriberto Leão, Paloma Bernardi, Paulo Betti, Marcos Pasquim, Edoardo Costa e Giulia Ragazzini.

Eriberto Leão, um dos protagonistas, está otimista quanto à recepção do público: “Uma comédia romântica genial, profunda e engraçada ao mesmo tempo. Na primeira leitura, fui arrebatado pelo roteiro. As risadas certamente virão, naturalmente, das relações absolutamente humanas entre os personagens. Acredito que o público vai se identificar muito com cada um dos personagens, pois todos eles são extremamente genuínos.”

Paulo Betti compartilhou sua conexão pessoal com a história: “Meus avós paternos e maternos vieram da Itália, então tenho uma conexão grande com a cultura italiana. Estou numa fase de valorizar a minha ancestralidade.”

“Loucos Amores Líquidos” tem estreia prevista para o final do segundo semestre deste ano.

The post Conheça “Loucos Amores Líquidos” a produção italo-brasileira que estreia este ano first appeared on GPS Brasília – Portal de Notícias do DF .

Fonte: Nacional

Comentários

Continue lendo

Brasil

Confraternização reúne colaboradores atuais e antigos de Ricardo Maia

Publicado

em

Por

Confraternização reúne colaboradores atuais e antigos de Ricardo Maia
Yumi Kuwano

Confraternização reúne colaboradores atuais e antigos de Ricardo Maia

No último domingo (19), o hair stylist Ricardo Maia , sócio do Renoir & Ricardo Maia , no Lago Sul, recebeu uma homenagem dos colaboradores.

A iniciativa foi organizada pelos integrantes atuais da equipe, e também contou com colaboradores antigos que trabalharam em diferentes épocas com o cabeleireiro, como uma forma de demonstração de respeito e valorização dos ensinamentos passados pelo artista ao longo de quase 30 anos de carreira.

Gabriel Alvez, que começou a trabalhar como assistente de Ricardo Maia em 2013 e lá se tornou maquiador profissional, afirma que a festa foi um momento muito especial para todos.

“Eu particularmente tenho muita gratidão pela oportunidade de ter trabalhado com ele e com os outros profissionais da equipe também”, ressalta.

O evento foi um almoço na Mansão Eventos JF, no Park Way, com churrasco à beira da piscina. O buffet foi assinado por Cicero Silva . Já as bebidas ficaram sob responsabilidade da Wine C , e os doces e bolo foram assinados pela Confeitaria Helena Rege .

O DJ Matheus (@_theusalvs) foi o escolhido para animar a festa.

The post Confraternização reúne colaboradores atuais e antigos de Ricardo Maia first appeared on GPS Brasília – Portal de Notícias do DF .

Fonte: Nacional

Comentários

Continue lendo

Brasil

Brasília recebe campeonato de hipismo CSN XVIII Copa JK 2024

Publicado

em

Por

Brasília recebe campeonato de hipismo CSN XVIII Copa JK 2024
Redação GPS

Brasília recebe campeonato de hipismo CSN XVIII Copa JK 2024

O CSN – XVIII Copa JK , um dos principais eventos do calendário de hipismo irá acontecer em Brasília a partir de quinta-feira (23) até domingo (26). A premiação do evento é de 375.000,00 e esta será a maior edição de salto que a capital recebeu nos últimos anos. O evento se destaca pela importância das provas e etapas classificatórias.

O evento é organizado pela Federação Hípica de Brasília e sediada pela Sociedade Hípica de Brasília e conta com mais de 400 atletas inscritos, reunindo os principais cavaleiros brasileiros. Sergio Marins (Campeão Brasileiro) e os brasilienses Stephan Barcha (Bicampeão Brasileiro e Campeão Pan-Americano 2023), Thiago Rhavy e Luís Felipe Pimenta estarão presentes.

Nesta edição, a Copa JK contará com a disputa da 3ª etapa do Circuito Sênior Top, 4ª etapa do Circuito CN, 4ª etapa Seletiva da Juventude e a 5ª etapa do RK FHBR. Com três pistas disponíveis – grama, areia principal e picadeiro coberto.

Brasília ocupa lugar de referência no hipismo, porque aqui nós temos os melhores cavaleiros do Brasil. Além disso, a competição oferece um prêmio equivalente aos campeonatos olímpicos ”, ressalta o Presidente da Federação Hípica de Brasília, Almir Vieira.

O evento é aberto ao público e a entrada é gratuita. Também é possível adquirir mesas para o Camarote VIP.

Serviço:

CSN XVIII Copa JK 2024

Data: 23 a 26 de maio, a partir das 8h

Local: Sociedade Hípica de Brasília – SHIP, Área Especial Conjunto 08, Nº S/N, Asa Sul

Classificação indicativa: Livre

Mais informações: @fhbr_hipismo e site www.fhbr.com.br

Entrada gratuita. Para adquirir mesas para o Camarote VIP entre em contato pelo (61) 3245-5870

The post Brasília recebe campeonato de hipismo CSN XVIII Copa JK 2024 first appeared on GPS Brasília – Portal de Notícias do DF .

Fonte: Nacional

Comentários

Continue lendo