Conecte-se conosco





Brasil

Bolsonaro muda discurso e fala em ‘vetar o excesso’ do fundo eleitoral

Em declarações anteriores, o presidente da República disse que faria o veto ao fundo eleitoral, mas não que seria parcial

Publicado

em

O presidente Jair Bolsonaro (sem partido) voltou a afirmar no dia de ontem terça-feira (27) que vai vetar o “excesso” do novo fundo eleitoral aprovado pelo Congresso Nacional. O chamado “fundão” é de quase R$ 6 bilhões.

“O fundão foi criado em 2017, eu não era presidente, era o presidente Michel Temer”, disse Bolsonaro.

“Toda vez que tem eleições, o que a lei manda fazer? Pega o valor anterior, bota a inflação em cima, eu dou o fundão. Então no caso desse, eu não posso vetar, porque se eu vetar, estou deixando de cumprir a lei de 2017. Nesse caso do novo fundão extrapolaram, então eu posso vetar o que? O excesso.”

Apesar da declaração, o presidente da República não disse anteriormente que o veto seria parcial. “Vou vetar [o valor do fundo eleitoral] e fica na mão do parlamento derrubar o veto ou não”, disse Bolsonaro para a rádio Jovem Pan de Itapetininga.

Comentários

Em alta