Escolas, órgãos públicos e grandes eventos tiveram mudanças no calendário e nas formas de atendimento.

Alguns serviços e atendimentos são alterados no Acre como medida de prevenção ao novo coronavírus — Foto: Reprodução
Por Aline Nascimento e Janine Brasil, G1 AC

Algumas instituições públicas e privadas já estão alterando suas rotinas e oferta de serviços no Acre por medida de prevenção devido à pandemia do novo coronavírus. O estado segue sem nenhum caso confirmado da doença.

Mesmo assim, o governador Gladson Cameli declarou, no Diário Oficial desta terça-feira (17), situação de emergência devido à pandemia de Covid-19. Órgãos como o Tribunal de Justiça do Acre (TJ-AC), Ministério Público do Acre (MP-AC) e Governo do Estado já estão adotando algumas medidas.

Exames feitos no Centro de Infectologia Charles Mérieux, na Fundação Hospitalar do Acre (Fundhacre), em Rio Branco, descartaram a presença do novo coronavírus em cinco casos suspeitos da doença. A informação foi divulgada no domingo (15) pela Secretaria de Saúde do Acre (Sesacre).

Acre ainda não tem nenhum caso de Covid-19 confirmado até esta segunda-feira (16) — Foto: Junior Aguiar/Secom

O Acre chegou a investigar quatro possíveis casos de Covid-19. Três desses deles foram reconhecidos como suspeitos pelo Ministério da Saúde, mas, na terça (10), a Secretaria de Saúde (Sesacre) informou que os exames deram negativo para as suspeitas.

A reportagem organizou uma lista com as alterações informadas pelas instituições. Ela será atualizada sempre que uma nova mudança for divulgada.

Hospitais: o Pronto-Socorro de Rio Branco foi escolhido como unidade de referência para atendimento dos casos suspeitos do novo coronavírus (Sars-Cov-2). Há uma ala preparada para isolamento dos pacientes e também uma equipe de profissionais pronta para atender, 24 horas, as pessoas que apresentem sintomas da doença.

Educação

Rede Estadual: a Secretaria de Educação Estadual (SEE) informou que as aulas seguem normalmente. A secretaria finaliza um material informativo e planeja oficinas de orientação nas escolas.

Rede municipal: a Prefeitura de Rio Branco montou um grupo de prevenção à doença nas instituições de ensino na capital acreana. Uma das primeiras ações do grupo é orientar e tirar dúvidas de 86 diretores das escolas públicas.

Ensino superior: a Universidade Federal do Acre (Ufac) suspendeu as atividades acadêmicas por 15 dias e orientou que os servidores trabalhem de casa. As instituições de ensino superior Unimeta e a Faculdade Pitágoras também suspenderam as atividades acadêmicas por 15 dias.

Escola de Idiomas: o Centro de Idiomas de Línguas (CEL) segue com as aulas e atendimentos normalmente nesta segunda (16). A coordenação espera um posicionamento da Secretaria de Educação (SEE) para saber os próximos passos.

CIEE: as atividades presenciais de capacitação de aprendiz foram suspensas até o dia 31 deste mês pelo Centro de Integração Empresa-Escola (CIEE). Porém, a instituição relembrou que conta com CIEE Saber Virtual

ÓRGÃOS PÚBLICOS

Governo do Acre: O governador do Acre, Gladson Cameli, orientou que as pessoas que têm viagens marcadas para fora do estado cancelem. Outra medida anunciada foi a publicação de um decreto convocando servidores da Segurança, Educação e Saúde para atuarem no combate ao novo coronavírus.

O gestor anunciou também que deve publicar um decreto com todas as medidas de prevenção a Covid-19. Entre as medidas estão: suspensão de grandes eventos e festivais indígenas, cancelamento de viagens do governador e de servidores, reforço na fiscalização das fronteiras do Acre

Tribunal de Justiça: O Tribunal de Justiça do Acre (TJ-AC) suspendeu o atendimento presencial ao público, visitações e viagens como medida de prevenção do novo coronavírus. As ações são parte de uma portaria conjunta divulgada nesta segunda-feira (16).

Defensoria Pública: Servidores, estagiários e voluntários do órgão, mesmo sem apresentar sintomas da doença, mas que tenham feito alguma viagem nacional e internacional nos últimos 15 dias devem procurar uma unidade de saúde para as orientações. Com isso, pelo prazo de sete dias o servidor não pode comparecer na Defensoria Pública. Os horários de atendimento não sofreram alterações.

Ministério Público: Viagens e atividades programas foram suspensas como medida de prevenção no Ministério Público do Acre (MP-AC).

Câmara Municipal: Em Rio Branco, ainda não houve alteração no atendimento e nem expediente da Câmara de Vereadores. Porém, os vereadores devem se reunir na terça-feira (17) para decidir as medidas de prevenção.

Prefeitura: a Prefeitura de Rio Branco disse que montou uma sala de emergência para elaborar medidas e ações de prevenção a Covid-19. A prefeita Socorro Neri se reuniu, na segunda-feira (16), com secretários e a Procuradoria do Município para elaborar estratégias.

Serviços

Sistema prisional: em publicação, no Diário Oficial desta terça (17), o governo do Acre publicou um Decreto de Emergência onde suspende as vistas sociais a detentos por 15 dias e a de advogados por cinco dias, ressalvo excepcionalidades.

Procon: a direção do Departamento de Proteção e Defesa do Consumidor no Acre (Procon-AC) informou que não há alteração no horário de atendimento e funcionamento do órgão.

OCA: a direção da Central de Atendimentos informou que reforçou os cuidados preventivos para combater o novo coronavírus. Equipes da Sesacre devem orientar e dar uma palestra para os servidores da OCA. Além disso, a direção solicitou reforço na limpeza com álcool em gel nas mesas e os atendentes devem evitar o contato físico, lavar sempre às mãos e rosto.

Esporte

Futebol: O presidente da Federação de Futebol do Estado do Acre (FFAC), Antônio Aquino Lopes, informou à equipe do Globo Esporte Acre que os jogos continuam ocorrendo normalmente no estado, mas, por conta do decreto, com portões fechados. Se algum caso da doença for confirmado novas medidas devem ser tomadas.

Pandemia

A Organização Mundial de Saúde (OMS) declarou na quarta-feira (11) a pandemia de Covid-19, doença causada pelo novo coronavírus (Sars-Cov-2).

Para o ministro da Saúde do Brasil, Luiz Henrique Mandetta, houve “demora da OMS” para fazer a declaração, já que o número de casos fora da China aumentou 13 vezes nas últimas duas semanas e o número de países afetados triplicou.

O Ministério da Saúde divulgou, nesta segunda-feira (16), um novo balanço dos casos confirmados do novo coronavírus (Sars-Cov-2) no Brasil: são 234 casos. Além disso, o balanço tem os seguintes destaques:

  • 234 casos confirmados, eram 200 no domingo
  • 2.064 casos suspeitos
  • 1.624 casos descartados
  • 26 casos de transmissão comunitária (DF, SP e Rio)
  • 18 pessoas estão hospitalizadas (7% do total)

São 152 casos confirmados em São Paulo e 31 no Rio de Janeiro. Ao todo, 15 estados e o Distrito Federal têm casos confirmados. Atualmente, a idade média dos infectados é de 40 anos.

Como evitar o contágio

  • Cobrir a boca e nariz ao tossir ou espirrar;
  • Utilizar lenço descartável para higiene nasal;
  • Evitar tocar mucosas de olhos, nariz e boca;
  • Não compartilhar objetos de uso pessoal;
  • Limpar regularmente o ambiente e mantê-lo ventilado;
  • Lavar as mãos por pelo menos 20 segundos com água e sabão ou usar antisséptico de mãos à base de álcool;
  • Deslocamentos não devem ser realizados enquanto a pessoa estiver doente;
  • Quem for viajar aos locais com circulação do vírus deve evitar contato com pessoas doentes, animais (vivos ou mortos), e a circulação em mercados de animais e seus produtos.

Comentários