Conecte-se conosco

Acre

Bittar: “A impressão é de que o governo entregou o jogo para os marginais no Acre”

Publicado

em

Diante da realidade, é necessária uma profunda reforma do sistema carcerário estadual, que é inseguro, perdulário e não recupera ninguém.

Política do Avestruz

Marcio Bittar, Deputado Federal pelo PSDB/AC

Marcio Bittar, Deputado Federal pelo PSDB/AC

Marcio Bittar*

Uma das piores reações possíveis diante dos grandes problemas da sociedade é fingir que eles não existem. É isso o que ocorre quando se trata da escalada de criminalidade e da violência em nosso Acre.

Denomino o fingimento de política do avestruz: diante da gravidade, verdadeira crise, do aumento da violência, as autoridades enfiam a cabeça no chão e não tomam providências para superar as mazelas, nem mesmo para minimizá-las.

Causa-me espanto quando vejo autoridades dando as costas aos terríveis efeitos da violência urbana para as famílias acreanas. Quantos inocentes já perderam a vida? Quantas famílias perderam seus filhos para a bandidagem? Quantos jogaram fora a própria vida no tráfico de entorpecentes ou no vício? É preciso ter atitudes e autoridade para enfrentar o problema. A impressão é de que o governo entregou o jogo para os marginais no Acre. Perdeu por WO.

O governo dos petistas é irresponsável e leniente com a segurança pública. Recentemente, visitei órgãos da Polícia Militar e pude constatar o abandono imposto pelos mandatários aos bravos policiais; o quartel do Bope está em frangalhos, há goteiras por todos os lados, mofo e depredações. A situação é de insalubridade. No interior do Estado é comum ver viaturas paradas por falta de combustível. A politicagem imposta pelo PT tomou conta das polícias e inibiu as soluções técnicas, além de destruir o planejamento das ações de combate ao crime.

Em semanas anteriores também ouvi, por um longo tempo, os agentes penitenciários. A situação dos presídios, descrita por eles, é assustadora. A impressão é de que o Acre abriga uma enorme bomba que poderá explodir a qualquer momento. Mesmo assim, o governo, no poder há quase 16 anos, não toma nenhuma providência, nada faz, apenas finge que é exagero dos agentes penitenciários. Programei uma visita aos presídios para ver de perto a situação.

De janeiro a 25 de março deste ano foram assassinadas 55 pessoas em nosso estado, se a escalada da violência continuar nesta toada serão acumulados ao final do ano 220 homicídios. Entre 2011 e 2012, segundo dados do Ministério da Justiça, houve um aumento de 24,2% no número de assassinatos; 137 pessoas foram mortas com violência em 2011 e 173 em 2012.

É preciso dar um basta na violência ascendente em nosso estado.

É prioridade investir, valorizar e fortalecer as polícias Civil e Militar, resgatar as diversas modalidades de planejamento de combate à criminalidade abandonadas pelo governo petista, investir em polícia inteligente (investigação e prevenção) e construir parceria com o governo federal no combate aos ilícitos das fronteiras do Acre com a Bolívia e o Peru, países que concentram a produção de drogas da América Latina, principalmente a cocaína.

Diante da realidade, é necessária uma profunda reforma do sistema carcerário estadual, que é inseguro, perdulário e não recupera ninguém. É preciso investir nos agentes carcerários. Das prisões as quadrilhas comandam o crime nas ruas de nossas cidades. Sem o verdadeiro encarceramento dos chefes de gangues o crime visto no dia a dia não cessará.

O investimento e valorização dos agentes de segurança pública somado à superação do marasmo econômico podem barrar a ascensão da criminalidade em nosso Acre. É preciso produzir, gerar empregos e oportunidades para os jovens. Acho inaceitável perder vários jovens para as quadrilhas de narcotraficantes ou para o crime. É desumano assistir inúmeras famílias destroçadas pelas drogas. Causa indignação saber que dezenas de pais de família, trabalhadores honestos, são prejudicados de alguma forma por marginais. Alguns são até assassinados.

Não se pode mais perder tempo. É precisar dar um fim à política do avestruz e encarar o problema de frente, com inteligência, honestidade e vigor. É urgente barrar a escalada da violência no Acre.

* Marcio Bittar é Deputado Federal pelo PSDB/AC, Primeiro Secretário da Câmara dos Deputados e Presidente da Executiva Estadual do PSDB/AC

Comentários

Acre

Polícia Militar e Polícia Civil prendem acusados de roubo a ônibus em Manoel Urbano

Publicado

em

Em ação conjunta, a Polícia Militar do Acre (PMAC) e a Polícia Civil (PCAC), conseguiram prender, na manhã desta segunda-feira, 30, um dos suspeitos de ter praticado o roubo a um ônibus de transporte coletivo, ocorrido no dia 27 de janeiro, em Manoel Urbano, quando seguia sentido Sena Madureira.

As equipes receberam informações de que os envolvidos estariam portando arma de fogo e abrigados em uma propriedade rural no km 08 da BR-364. Realizado o cerco ao local, um dos suspeitos, que portava uma arma, saiu em fuga ao avistar a viatura e foi acompanhado pelos policiais, até adentrar em uma residência.

O homem, de 25 anos, foi encontrado em um dos quartos da casa, embaixo de uma cama, com uma espingarda modificada, municiada com um cartucho calibre .36. No mesmo cômodo foi encontrada ainda uma caixa de som de marca Philips, provavelmente produto do roubo, bem como outros quatro cartuchos calibre .36 deflagrados.

Todos os itens foram apreendidos e, juntamente com o homem preso, encaminhados à delegacia para que fosse tomadas as providências cabíveis. No período da tarde, um menor de idade, que também teria participado do roubo, foi apreendido pela Polícia Civil.

Ma’teria relacionada:

Vídeo de segurança mostra a ação de assaltantes em ônibus na BR-364

Comentários

Continue lendo

Acre

Prefeitura realiza melhoramento e drenagem em três importantes ramais da capital

Publicado

em

Moradores do Ramal do Juracy ganham bueira da prefeitura para garantir drenagem da água no ramal (Foto: Assecom)

A Prefeitura de Rio Branco sempre atenta aos pedidos das comunidades da zona rural vem realizando, por meio da Secretaria Municipal de Agropecuária (Seagro) o melhoramento em vários ramais, mesmo nesse período de chuva na região.

No ramal do Braz, que tem 6 km de extensão a Seagro realizou a raspagem. De acordo com Francisco Roque, diretor de ramais da secretaria, o serviço foi iniciado no último sábado (21).

Foram colocados bueiros, realizada a drenagem da água em todo o caminho pelas laterais, pois havia apenas uma saída de água em todo o percurso do ramal. O serviço de melhoramento deve ser finalizado na próxima semana com o piçarramento.

Ainda segundo o diretor de ramais, também está prevista a construção de uma ponte no final do ramal, muito importante para os moradores, pois dá acesso à escola mais próxima, através do ramal da “Zezé”.

Outros dois ramais também estão recebendo intervenção do município: o ramal Três Palhetas, no Moreno Maia, que é via de acesso e escoamento para muitos produtores rurais e o ramal do Juracy, localizado no Panorama.

Em ambos são realizados melhoramento de via e inserção de bueiros para ajudar na drenagem da água durante a chuva.

“Nós aqui da comunidade do Juracy, estamos agradecendo a toda a equipe que vem trabalhando aqui, nota 10 a equipe. Realizaram um sonho nosso de 15 anos”, afirmou Luci Almeida Lima, presidente da Associação de Moradores do Panorama.

Mesmo durante o inverno a Prefeitura de Rio Branco permanece trabalhando nos ramais, contribuindo para o bem estar da população.

Comentários

Continue lendo

Acre

Estado inicia planejamento anual de obras públicas nos batalhões da PM

Publicado

em

O governo do Acre, por meio das secretarias de Estado de Obras Públicas (Seop), de Justiça e Segurança Pública (Sejusp) e da Polícia Militar (PMAC), iniciou nesta segunda-feira, 30, o planejamento anual de reformas, revitalizações e adequações dos quartéis e batalhões da PM nos 22 municípios.

Reunião da Seop com o Alto Comando da Polícia Militar do Acre define novas obras nos quartéis e batalhões de todo o estado. Foto; Jean Lopes/Seop

O titular da Seop, Cirleudo Alencar, esteve reunido com o comandante-geral da PM, coronel Luciano Dias Fonseca, para a alinhar as próximas ações na capital e no interior, visando o fortalecimento da segurança pública.

“Serão investidos pelo governo mais de R$ 10 milhões, sendo que 80% serão de recursos próprios. O governador Gladson Cameli tem priorizado a Segurança Pública e não tem medido esforços para investir nas melhorias das infraestruturas dos quartéis e em construções novas para o ano de 2023”, ressaltou Alencar.

Batalhão da PM de Xapuri foi um dos prédios contemplados com obras no ano de 2022. Foto: Jean lopes/Seop

O comandante-geral da PM, coronel Luciano Dias Fonseca, agradeceu o empenho do governo do Acre para promover melhorias nos batalhões. “A reunião envolveu os comandantes de batalhões da capital e do interior, visando agradecer os serviços muito bem executados pelo Estado nos últimos quatro anos e para tratar sobre a continuidade das obras nas estruturas da PM, melhorando as condições estruturais dos prédios e mantendo os trabalhos de qualificação e valorização dos policiais militares”, frisou o coronel.

Reunião da SEOP com o Alto Comando da Polícia Militar do Acre. Foto: Jean Lopes/Seop

Os investimentos do governo do Acre nos prédios da PM contemplarão os 22 municípios. As obras já foram concluídas em Assis Brasil, Brasileia, Feijó, Rio Branco, Tarauacá e Xapuri.

As intervenções também já foram iniciadas no 6° Batalhão da Polícia Militar de Cruzeiro do Sul, no 8° Batalhão da Polícia Militar de Sena Madureira e no 4° BPM de Senador Guiomard.  As obras geram postos de trabalho e renda para a população, fomentando as economias locais.

Comentários

Continue lendo

Em alta