Gabriel afirma que não sabe o motivo que levou o governador e o senador Jorge Viana a tal ato.

Da redação, com Contilnet

jorge-tiao-vianas“Primeiro foi na página do Jorge, agora, foi a vez de me bloquearem da página do governador Tião Viana”. A frase foi dita pelo estudante de direito Gabriel Santos, em seu perfil em uma rede social.

Gabriel é conhecido por liderar manifestações como o Dia do Basta, que reuniu mais de 20 mil pessoas na região central de Rio Branco, em junho do ano passado.
Agora, de acordo com o estudante, ele não poderá mais acompanhar as publicações do governador. “Não posso mais curtir, nem comentar as postagens”.

Gabriel afirma que não sabe o motivo que levou o governador e o senador Jorge Viana a tal ato.

“Nunca perdi meu tempo ofendendo nosso “caro” governador; só falo o que seus assessores não gostam de ouvir, nem de ler: a verdade”.

Porém, ele afirma que a atitude não o impressionou.

“Não me impressionei, afinal, viver com o contraditório, com a divergência e com a verdade, não é muito o forte do Império que governa o Acre”.

A publicação repercutiu e o estudante recebeu o apoio de diversos internautas. A internauta Deusdante Eliana afirma que o fato é lamentável:

“Muito me admira ver o governador agindo assim, um homem com várias décadas na política, com 8 anos em Brasília no meio de grandes formadores de opinião e excelentes cabeças pensantes da nação e não aprendeu nada, está longe de ser um estadista. Quem paga a conta é o povo pobre e sofrido do Acre”.

veja a publicação de Gabriel:

print-gabriel

Apesar disto, Gabriel, que foi desbloqueado da página do senador Jorge Viana, afirma: “Não faço questão disso. As falhas não precisam ser ditas, estão aí, pra todo mundo ver, só reforçamos a mensagem”.

Comentários