Elias teve morte instantânea ao ser atingido por árvore que foi quebrada durante vendaval - Foto: Alexandre Lima
Elias teve morte instantânea ao ser atingido na cabeça por árvore que foi quebrada durante vendaval – Foto: Alexandre Lima

Alexandre Lima

Uma tragédia caiu sobre uma família que mora num seringal localizado na zona rural de Brasiléia. Um adolescente de apenas 14 anos estava ajudando a família realizando colheita de arroz quando o tempo mudou de repente com muito vento e dando sinal de que iria chover. O incidente aconteceu no Seringal Santa Helena, localizado na BR 317 (Estrada do Pacífico), com acesso pelo quilometro 60.

Crânio de Elias foi esmagado e teve perca da massa cefálica, além de afundamento ósseo
Crânio de Elias foi esmagado e teve perca da massa cefálica, além de afundamento ósseo

Elias Ribeiro de Lima, conhecido carinhosamente pelo apelido de “Gordim”, teria ido buscar abrigo dentro da mata, saindo do descampado do roçado de arroz. Para sua infelicidade, não sabia que uma tragédia estaria prestes a acontecer com sua pessoa.

Com o forte vento balançado as árvores, uma quebrou e foi de encontro do Elias. O impacto contra a cabeça foi fulminante ao ponto de quebrar o crânio e lhe causando morte instantânea. Seu corpo foi localizado momento depois por parentes e o levaram para a cidade.

Somente por volta das 19h30, parentes e amigos iniciaram os trâmites para que pudessem registrar a tragédia junto ao IML e na delegacia de Brasiléia, para assim, conseguissem a liberação do corpo.

Por volta das 20h15, as cidades de Brasiléia e Epitaciolândia foram assoladas por fortes rajadas de vendo, ao ponto de destelhar algumas casas e ao serem arrancadas, atingiram transeuntes na Avenida Santos Dumont.

 

Corpo do adolescente foi levado ao hospital para que os familiares dessem entrada nos trâmites junto ao IML
Corpo do adolescente foi levado ao hospital para que os familiares dessem entrada nos trâmites junto ao IML

Comentários