Bestene afirma que o pedido de fechamento da fronteira partiu do próprio governador caso as suspeitas sejam confirmadas.

Evitar a entrada de peruanos ao Acre seria uma medida de evitar a proliferação do vírus em solo brasileiro.
Assessoria

O estado do Acre deve fechar suas fronteiras com o Peru e Bolívia caso as quatros suspeitas de contaminação com o coronavírus seja confirmada no país vizinho. A informação foi confirmada pelo secretário de Estado de Saúde, Alysson Bestene, na tarde de terça-feira (28).

De acordo com o secretário, esta seria uma medida de segurança caso as pessoas com suspeitas estejam mesmo contaminadas com o vírus que já matou 104 pessoas na China. Evitar a entrada de peruanos ao Acre seria uma medida de evitar a proliferação do vírus em solo brasileiro.

“Por ser uma área fronteiriça, temos que ter cuidado redobrado como trabalhos de prevenção para manter esse monitoramento. No tocante ao fechamento da fronteira, isso envolve o Ministério das Relações Exteriores (ou Itamaraty) caso comprovados os casos”, explicou o secretário ao repórter da ContilNet.

Bestene afirma que o pedido de fechamento da fronteira partiu do próprio governador caso as suspeitas sejam confirmadas.

“Seria um apelo estadual do governador ao governo nacional devido ao perigo iminente. Portanto, teríamos que chamar o Ithamaraty para podermos adotar medidas como essas”, explicou o gestor da Sesacre.

Para ajudar nesta fiscalização envolvendo o Coronavírus, o governo pretende realizar uma reunião com representantes da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (ANVISA).

“Pretendemos redobrar a atenção no aeroporto. Eles precisam se inserir nesse processo e nos ajude nessa fiscalização aos passageiros”, explicou.

CORONAVÍRUS

O novo coronavírus foi identificado inicialmente na China.

Coronavírus é o nome dado a uma família de vírus que desencadeia doença respiratória em humanos e em outras espécies animais. Apesar de serem muito conhecidos por gerarem doenças graves, tais como a Síndrome Respiratória Aguda Grave e a Síndrome Respiratória do Oriente Médio, os coronavírus também são responsáveis por resfriados comuns. A seguir, exploraremos mais a respeito dos coronavírus e dos problemas de saúde que eles causam.

Características dos coronavírus

Os coronavírus são uma família de vírus relacionada com o desenvolvimento de resfriados e outras síndromes respiratórias mais graves. São vírus denominados zoonóticos, pois podem ser transmitidos de outros animais para os seres humanos. Vale salientar que a transmissão de coronavírus pode ocorrer de uma pessoa para outra por meio do contato próximo com o paciente.

Doenças causadas por coronavírus

Os coronavírus são responsáveis por desencadearem infecções respiratórias. Entre os problemas mais conhecidos estão o resfriado comum, a Síndrome Respiratória Aguda Grave (também chamada SARS), e a Síndrome Respiratória do Oriente Médio (também chamada MERS).

Além disso, no final do ano de 2019, um novo tipo de coronavírus foi descoberto na China, sendo responsável por uma série de mortes.

Veja, a seguir, algumas das principais características das doenças causadas por esse vírus:

  • Resfriado comum: afeta as vias aéreas superiores e pode ser causado por diferentes vírus, incluindo o coronavírus. Geralmente leva a sintomas como obstrução nasal, coriza, espirro e tosse. Normalmente, as pessoas com resfriado não apresentam febre ou apresentam apenas febre baixa.
  • Síndrome Respiratória Aguda Grave (SARS): é muito grave e foi identificada, pela primeira vez, na China, no ano de 2002. A infecção teve início após contato com gatos selvagens doentes. Essa doença evoluía de maneira muito rápida para insuficiência respiratória e foi responsável por causar a morte de cerca de 800 pessoas. A epidemia foi interrompida em 2003, e, desde 2004, nenhum caso da doença foi registrado.
  • Síndrome Respiratória do Oriente Médio (MERS): foi identificada, pela primeira vez, no ano de 2012, na Arábia Saudita. A transmissão iniciou-se após dromedários serem infectados, os quais são importantes reservatórios dos vírus. Até 22 de maio de 2014, 204 mortes já haviam sido confirmadas em decorrência doença.
  • Coronavírus ( 2019-nCoV): foi isolado no dia 7 de janeiro de 2020 e descoberto após uma série de infecções respiratórias sem explicação iniciar-se na China. Até o dia 27 de janeiro de 2020, 80 mortes já haviam sido confirmadas em decorrência da doença. A principal suspeita é que a infecção pelo novo coronavírus tenha sido iniciada pelo consumo de carne de animais como cobras e morcegos.

Sintomas de doenças causadas por coronavírus

As doenças causadas por coronavírus afetam, principalmente, o sistema respiratório. Desse modo, a manifestação delas inclui geralmente: tosse, dificuldade respiratória, falta de ar e febre. Nas síndromes respiratórias mais graves, o indivíduo pode desenvolver insuficiência renal até mesmo morrer. Vale destacar que as doenças causadas por coronavírus não apresentam tratamento específico, sendo tratados apenas os seus sintomas.

Comentários