Conecte-se conosco





Cotidiano

Acre está entre 25 estados que devem receber aporte financeiro do MEC para reforma do ensino médio

Implantação das escolas integrais do estado, com o novo ensino médio ocorre desde o ano de 2019, quando 10 escolas foram inseridas no programa e teve a inserção de outras quatro em 2020.

Publicado

em

Acre está entre 25 estados que devem receber aporte financeiro do MEC para reforma do ensino médio – Foto: Arquivo/Secom

O estado acreano está entre os 25 estados da federação que deve receber aporte financeiro por meio do Ministério da Educação (MEC) para aplicar na reforma do novo ensino médio, para implantação de escolas em tempo integral.

O MEC informou na quarta-feira (7), que atingiu mais uma meta estabelecida no acordo de empréstimo firmado entre o governo federal e o Banco Internacional para Reconstrução e Desenvolvimento (BIRD), com o objetivo de apoiar a reforma do ensino médio. Com isso, devem ser injetados 30 milhões de dólares para a implementação. O Ministério não informou qual a meta alcançada.

O novo ensino médio tem como objetivo apoiar os sistemas de ensino público dos estados e do Distrito Federal na ampliação da jornada escolar e a formação integral e integrada do estudante. Para isso, o MEC promove apoio técnico e financeiro, transferindo recursos para apoiar a implantação de escolas de ensino médio em tempo integral pelas secretarias estaduais de educação.

Escolas integrais no Acre

A implantação das escolas integrais no estado, com o novo ensino médio ocorre desde o ano de 2019, quando 10 escolas foram inseridas no programa e teve a inserção de outras quatro em 2020. Em 2021 estava previsto para ser o ano de formação dos professores, quando seriam incluídas mais cinco escolas vocacionadas no piloto.

Em 2022, o estado vai estar preparado para receber essas alterações que devem ocorrer, como a carga horária que vai aumentar de 920 horas anuais para mil horas anuais e três mil em todo ensino médio. Informações foram repassadas, quando a Secretaria Estadual de Educação (SEE) criou um comitê que vai direcionar as ações da fase final de implantação do novo sistema no estado, em agosto do ano passado.

A reportagem entrou em contato com a SEE para saber quanto deve ser destinado ao Acre e aguarda retorno.

A meta foi batida por 25 estados que cumpriram pelo menos 60% das metas operacionais acordadas do novo ensino médio, o que representa 93% das unidades federativas. Além disso, todos os 27 estados cumpriram ao menos 50% das metas operacionais acordadas.

Estão no grupo dos estados que bateram a meta: Acre, Alagoas, Amapá, Amazonas, Bahia, Ceará, Distrito Federal, Espírito Santo, Goiás, Maranhão, Mato Grosso, Mato Grosso do Sul, Pará, Paraíba, Paraná, Pernambuco, Piauí, Rio de Janeiro, Rio Grande do Norte, Rio Grande do Sul, Rondônia, Roraima, São Paulo, Sergipe e Tocantins.

Comentários

Em alta