Conecte-se conosco





Geral

Xapuri é a segunda cidade do Acre que mais utiliza consulta por telemedicina

Publicado

em

A gestão municipal de Xapuri está comemorando os resultados da adoção da telemedicina em parceria com o hospital Albert Einstein e a Secretaria de Estado de Saúde do Acre (Sesacre). Atrás apenas de Rio Branco, o município de Xapuri garante que oferta mensalmente mais de 40 consultas por meio da modalidade de atendimento.

Dentre as especialidades, estão a psiquiatra, endocrinologista, neurologista, cardiologista, neuropediatra, além de várias outras. As consultas são sempre acompanhadas por um médico clínico geral local e o município já atendeu, inclusive, casos de emergência hospitalares por meio do sistema.

A parceria com a Sesacre já rendeu a execução de exames de alta complexidade como eletroencefalograma, tomografias, ressonâncias, eletroneuromiografias, dentre outros. Os pacientes que fazem acompanhamento demonstram muito contentamento pela acessibilidade, segundo a assessoria da prefeitura.

Por meio da Secretaria Municipal de Saúde e Saneamento (Semusa), a prefeitura de Xapuri tem investido cada vez mais no aperfeiçoamento da infraestrutura para o atendimento por telemedicina, com seus médicos atuando em escala com o fim de aprimorar o sistema.

“Uma experiência excepcional, rápida e de qualidade, similar ao atendimento presencial, que tem ajudado muitas pessoas em Xapuri”, diz o secretário municipal de Saúde, Wagner Menezes.

O projeto é desenvolvido pela Sociedade Beneficente Israelita Brasileira Albert Einstein, no Programa de Apoio ao Desenvolvimento Institucional do Sistema Único de Saúde (Proadi-SUS) em parceria com o Programa Nacional Telessaúde Brasil, redes do Ministério da Saúde e Conselho Nacional de Secretarias Municipais de Saúde (CONASEMS).

A Unidade Básica de Saúde Tia Vicência funciona como Unidade de Referência do projeto em Xapuri, sendo o ambulatório de teleinterconsulta, ou seja, os pacientes são atendidos por meio de chamadas de vídeo em plataforma específica dentro da UBS, por um especialista do Hospital Albert Einstein

 

Por: 

Comentários

Em alta