fbpx
Conecte-se conosco

Geral

TJAC prestigia 3º Prêmio Bacurau de Direitos Humanos

Publicado

em

 

Cerimônia de entrega das distinções ocorreu no auditório da Biblioteca Pública Estadual, nesta terça-feira

A Presidência do Tribunal de Justiça do Acre (TJAC) prestigiou, na manhã desta terça-feira, 20, a cerimônia de entrega das distinções aos finalistas do 3º Prêmio Bacurau de Direitos Humanos.

A premiação ocorreu no auditório da Biblioteca Pública Estadual, na presença da juíza auxiliar da Presidência Andréa Brito; do prefeito Tião Bocalom; da procuradora de Justiça Rita de Cássia Lima; da diretora da SASDH, Rila Frese; entre várias outras autoridades, assessores, ativistas e militantes da causa humanitária.

Andréa Brito foi responsável por entregar a medalha de reconhecimento pela luta em defesa dos direitos humanos, em especial dos idosos e das pessoas com deficiências, por parte do médico dermatologista Paulo Jesus César, cujo ativismo foi fundamental para que milhares de acreanos pudessem ter diagnóstico precoce e acesso ao protocolo de medicamentos que combatem a Mycobacterium leprae ou bacilo de Hansen, agente causador da hanseníase.

Também foram contemplados o ativista pelos direitos humanos Edvaldo de Freitas Paz, ex-militar que se dedicou por mais de trinta anos à alfabetização de crianças, seringueiros e mulheres na Reserva Chico Mendes; a Casa de Acolhida Souza Araújo; bem como o ítalo-brasileiro Roberto Santi, ativista pelos direitos das pessoas atingidas pela hanseníase e amigo de Bacurau.

Sobre o homenageado

Francisco Augusto Vieira Nunes, mais conhecido como Bacurau, foi um ativista, militante pelos direitos das pessoas atingidas pela hanseníase que ficou conhecido nacional e internacionalmente pela luta, para conscientizar as pessoas sobre os males da doença e a necessidade de tratamento precoce, bem como pela reparação dos estragos sociais causados pela política de isolamento total dos enfermos, que separava indistintamente irmãos, filhos de seus pais, tentando efetivar verdadeiro rompimento de laços, ao não permitir qualquer contato dos doentes, que viviam em 33 colônias agrícolas espalhadas pelo Brasil – sendo uma delas no Acre -, com o mundo exterior.

Foi um dos fundadores do Movimento de Reintegração das Pessoas Atingidas pela Hanseníase (Morhan), em 1981. Ele morreu em 1997, depois de uma longa batalha contra um câncer, doença que, no entanto, não o impediu de continuar a luta pelos direitos das pessoas com hanseníase.

O Prêmio Bacurau de Direitos Humanos é uma realização da Prefeitura Municipal de Rio Branco, por meio da Secretaria de Assistência Social e Direitos Humanos (SASDH). A primeira edição aconteceu em 2019, a 3ª edição não foi realizada em 2021, em razão da pandemia da covid-19.

Comentários

Continue lendo

Geral

PREVISÃO DO TEMPO: manhã de sexta-feira (14) com possibilidade de chuva no Acre

Publicado

em

A temperatura pode variar entre 22ºC e 35ºC

Esta sexta-feira (14) começa com tempo encoberto em todo o Acre. Possibilidade de chuva em Cruzeiro do Sul e Tarauacá.

Durante a tarde e à noite, muitas nuvens e sem previsão de chuva em todo o estado.

A temperatura mínima fica em torno de 22°C, em Rio Branco, e a máxima prevista é de 35ºC, em Acrelândia. A umidade relativa do ar varia entre 55% e 98%.

As informações são do Instituto Nacional de Meteorologia.

Comentários

Continue lendo

Geral

Um total de 880 militares estão em 120 postos de combustíveis para fiscalização, disse ministro de combate ao contrabando no país

Publicado

em

A autoridade destacou ainda que não existe um prazo específico para o fim desta atividade de controle, pelo que no planeamento realizado pelo comando-chefe das Forças Armadas, bem como pela YPFB

Membros das Forcas Armadas da Bolivia patrulham postos de combustíveis em todo Bolívia, outra atividade específica é o controle para que não haja concomitante ato de corrupção praticado por funcionários, nem dos fornecedores. Foto: Esteban Biba

Daniel Vargas, vice-ministro de Combate ao Contrabando da Bolívia, indicou que não há horário específico para a presença dos militares que realizam seu trabalho em conjunto com a ANH.

Nesta quinta-feira marca o segundo dia em que ocorre o controlo militar em diversas bombas pelo país, um plano federal de combate ao contrabando, e que fortalece também a realização de combate ao contrabando nas zonas fronteiriças.

Daniel Vargas, vice-ministro relatou da Luta Contra o Contrabando no país, disse à reportagem que o número de militares que foram mobilizados para o controlo específico dos postos de abastecimento passa dos “880 militares fortemente armados” que trabalham ao lado de responsáveis ​​da Agência Nacional de Hidrocarbonetos (ANH) .

No total são 120 bombas, nas quais há a presença das Forças Armadas e ainda “outros 16 pontos de controlo físico que estão a ser realizados em diversas áreas que foram consideradas sensíveis em todo o território nacional Boliviano”.

Qual é a tarefa dos soldados nas bombas?

Segundo Ministro Vargas, as funções são claramente identificadas e diferenciadas com o funcionário da ANH, que é quem faz a parte técnica identificando a placa do veículo, se possui B-Sisa e se houve irregularidade no carregamento.

“O que nós militares estamos a fazer é segurança nas próprias instalações e assim verificar se não há  tanques adicionais, se em cima do camião ou veículo ou no interior do veículo não há tambores de armazenamento de combustível”, disse.

Mais atividades de controles estão acontecendo no país

Outra atividade específica é o controle para que não venha acontecer concomitante ato de corrupção praticado por funcionários dos fornecedores, bem como pelo veículo ou motorista com quem estão realizando o carregamento de gasolina, diesel e gás.

A autoridade Boliviana (Daniel Vargas, vice-ministro de Combate ao Contrabando da Bolívia), destacou ainda que não existe um prazo específico para o fim desta atividade de controle, pelo que no planeamento realizado pelo comando-chefe das Forças Armadas, bem como pela YPFB e pela Agência Nacional de Hidrocarbonetos, “não estabelece por vez.” Mas nesta primeira fase eles estão quase em serviço e possivelmente irão oferecê-lo para outras estações.”

Comentários

Continue lendo

Geral

Polícia apreende maconha em Mâncio Lima e Cruzeiro do Sul

Publicado

em

Com o auxílio do cão policial Thor, a equipe encontrou um recipiente contendo mais Skunk, um rádio comunicador, balanças de precisão e dinheiro oriundos da venda do entorpecentes.

O traficante que não teve o nome divulgado, foi levado para a Delegacia de Polícia Civil para lavratura do flagrante

Sandra Assunção

Em operação conjunta, a Polícia Militar e o Grupo Especial de Fronteira- Gefron apreenderam nesta quarta-feira, 12, 300 gramas de maconha do tipo skunk em um Ramal no município de Mâncio Lima. Ontem, 11, uma apreensão, também de maconha, aconteceu no Trapiche do Bairro da Lagoa, em Cruzeiro do Sul.

Em Mâncio Lima, quando as equipes realizavam patrulhamento nos ramais, um indivíduo empreendeu fuga pela mata, abandonando uma mochila onde estavam os 300 gramas de maconha do tipo skunk. O material ilícito foi encaminhado para a Delegacia de Polícia para demais atos investigativos.

Na terça-feira, 11, em Cruzeiro do Sul, o Grupo Giro da Polícia Militar prendeu em flagrante delito um indivíduo comercializando entorpecentes no Trapiche da Lagoa. Com ele foram apreendidos uma pequena quantidade de Skunk e dinheiro. Em uma casa, com o auxílio do cão policial Thor, a equipe encontrou um recipiente contendo mais Skunk, um rádio comunicador, balanças de precisão e dinheiro oriundos da venda do entorpecentes. O traficante que não teve o nome divulgado, foi levado para a Delegacia de Polícia Civil para lavratura do flagrante.

Foram apreendido com indivíduo, ele foram apreendidos uma pequena quantidade de Skunk e dinheiro

Comentários

Continue lendo