fbpx
Conecte-se conosco

Geral

Prefeitura de Epitaciolândia inicia atendimentos de Ultrassonografias

Publicado

em

A Prefeitura de Epitaciolândia, em nome do prefeito Sérgio Lopes e do Secretário municipal de Saúde Sérgio Mesquita, recebeu na manhã desta sexta-feira, 23, o aparelho de ultrassonografia cujo objetivo é facilitar o atendimento de pacientes na área da Saúde do Município.
O aparelho chegou juntamente com uma L200 Triton, fruto de emenda parlamentar da Deputada Federal Mara Rocha, que de oportuno citou também outras emendas por ela trazidas para o município, como a construção de uma nova ponte que interliga o município de Epitaciolândia à Brasiléia, bem com mais 5 milhões que serão destinados para a Saúde e Infraestrutura do Município.

O Prefeito Sérgio Lopes agradeceu as emendas e relatou que com o novo aparelho entregue ao município, será possível prestar o serviço de ultrassonografia duas vezes por semana na UBS José Paulo de Souza e também no Programa Saúde na Comunidade. Relatou ainda que irá zerar a fila de espera com pelo menos 136 pessoas que estão agendadas para realização de ultrassonografia em Rio Branco, pois com o atendimento local não será mais necessário pacientes serem transportado para capital. Finalizou agradecendo a parlamentar que, segundo ele, foi a que entregou mais emendas parlamentares na história do município de Epitaciolândia.

Com o novo aparelho, a Prefeitura de Epitaciolândia passa a contar com os serviços de Ultrassom de mamas, morfológico, morfológica ou USG morfológico, Ultrassom transvaginal e endovaginal, ultrassom abdominal ou ultrassonografia (USG) abdominal e Ultrassom obstétrico, que serão realizadas na unidade de saúde do Bairro Aeroporto.

Comentários

Geral

Bancos não abrem para atendimento ao público no Corpus Christi

Publicado

em

Na sexta-feira, instituições funcionam normalmente

 

Agências bancárias de todo o país permanecem fechadas para atendimento presencial ao público nesta quinta-feira (8), feriado de Corpus Christi. De acordo com a Federação Brasileira de Bancos (Febraban), a decisão segue resolução do Conselho Monetário Nacional, que não considera dias úteis para fins de operações bancárias feriados de âmbito nacional. 

Na próxima sexta-feira (9), as agências abrem normalmente para atendimento ao público. No sábado (10), somente as áreas de autoatendimento dos bancos estarão disponíveis aos clientes, assim como os canais digitais e remotos, como sites e aplicativo, para a realização de transferências e pagamento de contas.

Ainda de acordo com a Febraban, contas de consumo como água, energia e telefone, além de carnês com vencimento nesta quinta-feira, poderão ser pagos, sem acréscimo, no dia útil seguinte ao feriado, ou seja, na sexta-feira. Caso a data não seja automaticamente ajustada, a sugestão é antecipar ou agendar o pagamento nos caixas eletrônicos, internet banking e pelo atendimento telefônico dos bancos.

Comentários

Continue lendo

Geral

Toffoli nega suspender cassação do mandato de Deltan Dallagnol

Publicado

em

Ministro entende que não houve ilegalidades na decisão do TSE

Fachada do edifício sede do Supremo Tribunal Federal – STF

O ministro Dias Toffoli, do Supremo Tribunal Federal (STF), negou nesta quarta-feira (7) pedido do ex-deputado federal Deltan Dallagnol (Pode-PR) de suspender a decisão que cassou seu mandato.

No mês passado, por unanimidade, o Tribunal Superior Eleitoral (TSE) entendeu que o ex-parlamentar tentou burlar a Lei da Ficha Limpa ao pedir exoneração do cargo de procurador da República durante a tramitação de processos disciplinares abertos para apurar sua conduta na condução dos processos da Operação Lava Jato.

Toffoli negou o pedido por entender que não houve ilegalidades na decisão do TSE.

“Pelo que há no julgado proferido pelo TSE, não se verifica flagrante ilegalidade, abuso de poder ou teratologia. Pelo contrário, o julgado em questão mostra-se devidamente fundamentado, estando justificado o convencimento formado, em especial, em precedente do próprio Supremo”, escreveu o ministro.

TSE

A decisão do TSE seguiu entendimento do relator do processo, ministro Benedito Gonçalves. Durante o julgamento, o ministro disse que o ex-procurador pediu exoneração do Ministério Público Federal (MPF) no dia 3 de novembro de 2021, quando já havia sido condenado pelo Conselho Nacional do Ministério Público (CNMP) a pena de censura e de advertência e ainda tinha 15 procedimentos diversos em tramitações desfavoráveis a ele no órgão.

A defesa de Deltan Dallagnol alegou que ele estava apto a concorrer às eleições. O advogado Leandro Rosa afirmou ainda que o pedido de exoneração foi realizado após o CNMP fornecer uma certidão que confirmou não haver processos em andamento contra ele.

Edição: Aline Leal

Comentários

Continue lendo

Geral

Juros são principal entrave para acessar crédito, apontam indústrias

Publicado

em

Foram ouvidos 2.022 empresários sobre as condições de crédito

 

Em uma pesquisa da Confederação Nacional da Indústria (CNI), 71% dos industriais apontaram que as taxas de juros são o principal obstáculo para contratar financiamentos em curto e médio prazo. Foram ouvidos 2.022 empresários sobre as condições de crédito entre setembro de 2022 e fevereiro de 2023.

Outros 25% criticaram a exigência de garantias reais e 16% citaram a ausência de linhas adequadas às necessidades da empresa.

Sobre contratação e renovação dos financiamentos de curto e médio prazo, 47% informaram que não contrataram ou renovaram, 6% não conseguiram e 28% contrataram ou renovaram o financiamento. No caso de crédito de longo prazo, os resultados foram: 58% não procuraram e 14% contrataram.

Conforme a pesquisa, 69% das indústrias conseguiram valor igual ao que necessitavam e 21% receberam valor menor que o solicitado, sendo as de pequeno e médio porte as mais afetadas. Cerca de um terço das indústrias renovou o crédito em condições piores, como taxa de juros, carência e número de parcelas.

Segundo a CNI, os resultados mostram que as instituições financeiras estão mais seletivas e exigentes na concessão de crédito, tornando-o mais caro e restrito para as indústrias. Em razão desse cenário, parcela significativa dos empresários desistiu de buscar financiamento.

A maior parte das empresas (36%) aponta a redução de tributos incidentes ao crédito, entre eles o Imposto sobre Operações Financeiras (IOF), como caminho para solucionar o problema. Outras sugestões são ampliar as linhas de crédito, simplificar as exigências impostas pelos bancos e alavancar o mercado de capitais e a atuação de fintechs na concessão de crédito.

Edição: Juliana Andrade

Comentários

Continue lendo

Em alta