fbpx
Conecte-se conosco

Flash

Prefeito assina ordem de serviço para construção de mais uma unidade de saúde em Rio Branco

Publicado

em

O prefeito de Rio Branco assinou na manhã desta quinta-feira (20), a ordem de serviço para a construção de uma unidade de saúde de porte III, na Cidade do Povo. A solenidade contou com a participação de secretários, diretores e moradores.

O chefe do Executivo Municipal afirmou que a Cidade do Povo tem recebido uma atenção especial do poder público municipal e estadual.

“A Cidade do Povo tem sido uma prioridade nossa e do governo do Estado. Aqui tem uma população muito carente, que realmente precisa de trabalhos, serviços públicos. Hoje estamos lançando mais uma unidade básica de saúde de porte 3, ou seja, vai ficar muito bem servido aqui a Cidade do Povo dentro da questão Saúde e Atenção Básica que é o que o município trabalha”, disse o gestor.

Bocalom: “A Cidade do Povo tem sido uma prioridade” (Foto: Val Fernandes / Assecom)

Serão investidos mais de R$ 2 milhões na construção da unidade que terá mais de 600 metros quadrados de área construída, com salas amplas e toda a estrutura necessária para atendimentos ambulatoriais e da população.

“Antes da pandemia existia um desenho dessas unidades, viu-se que precisava construir outros tipos de sala, com mais espaço. Então esta unidade que nós estamos construindo, todas elas já têm esse novo padrão, que é o padrão pós-pandemia. Devo dizer que são no valor de mais de R$ 2 milhões de reais e quem arrumou parte desse recurso, 1.268.000,00 foi a ex-deputada Jessica Salles, e que a prefeitura está entrando contra 734 mil reais”, explicou o prefeito.

A previsão de entrega da obra concluída é de oito meses, porém, o empresário Renato Soares, da RM Construções LTDA garantiu que a conclusão será no prazo de cinco meses.

“A nossa previsão é para iniciar na segunda-feira (24), com o maquinário terraplanagem, essa parte de tapume. Na segunda-feira a gente inicia e a previsão é cinco meses de conclusão, pra entregar ela pronta. Vão estar trabalhando, com serviço direto, mais ou menos, de 40 a 50 pessoas. Indiretamente aí, mais umas 20 a 30 pessoas, aí, se Deus quiser, daqui cinco meses a gente entrega para o povo, da Cidade do Povo que tanto merece.

A construção da nova unidade de saúde da Cidade do Povo foi comemorada pelos moradores da comunidade.

“É um sonho antigo das lideranças e principalmente da comunidade, que é a maior prejudicada com a falta de atendimento que a gente tem, tendo apenas uma unidade básica. E essa unidade de suporte III vai fazer muito bem para a nossa comunidade, e tenho certeza que vai melhorar bastante os nossos dias aqui na Cidade do Povo. Mais demanda para a população, como serviço de dentista, clínico geral, também uma coisa que falta muito aqui na nossa comunidade é o serviço ginecológico para as mulheres. Tenho certeza que agora vai vir um serviço completo”, expressou a moradora e expresidente da Associação de Moradores, Léia Silva.

“É essencial, que vai suprir a necessidade das pessoas, vai evitar das pessoas sairem daqui para ir para a Cláudia Vitorino, para o posto de saúde da 6 de Agosto, do Bairro 15, e assim sucessivamente. No meu ponto de vista, foi um acerto muito grande”, concluiu o morador, José Matias Gaspar da Costa.

Comentários

Continue lendo

Flash

Colisão entre carro e noto em Brasiléia deixa motociclista gravemente ferido

Publicado

em

Na tarde desta quinta-feira, 18, um grave acidente ocorreu na BR-317, km 05, em Brasiléia, envolvendo um carro e uma motocicleta. Jair Leal de Morães, de 54 anos, estava conduzindo uma motocicleta Bros preta, teria sido surpreendido por um taxista que saiu de um ramal sem parar na rodovia.

Jair estava chegando na cidade de Brasiléia no momento da colisão. O impacto foi tão forte que ele foi arremessado ao solo. O taxista, reconhecendo a gravidade da situação, parou imediatamente para socorrer a vítima e a levou ao Hospital Raimundo Chaar.

Devido à gravidade dos ferimentos, Jair foi transferido para o Pronto Socorro de Rio Branco. No hospital, ele foi encaminhado ao Setor de Traumatologia, onde recebeu tratamento para uma fratura no fêmur direito e um corte na cabeça. Apesar dos ferimentos graves, seu estado de saúde é considerado estável.

As autoridades locais continuam a investigar o incidente para determinar as circunstâncias exatas que levaram à colisão.

 

Comentários

Continue lendo

Flash

Prefeitura de Bujari determina investigação administrativa contra agente comunitária de saúde aprovada em concurso público

Publicado

em

O Prefeito do município de Bujari, Estado do Acre, determinou a instauração de um processo administrativo para investigar possíveis irregularidades cometidas pela servidora E. A. dos S., Agente Comunitária de Saúde (ACS). A decisão foi formalizada através da Portaria/GAPRE Nº 146 de 12 de julho de 2024 e publicada no Diário Oficial do Acre em 17 de julho de 2024.

A ação foi motivada por denúncias registradas na Ouvidoria do Município de Bujari. De acordo com as queixas, a servidora, aprovada no concurso público número 02/2023, pode ter violado disposições do edital e da Lei Federal nº 11.350/2006, artigo 6º, inciso I, que exige que o Agente Comunitário de Saúde resida na área da comunidade onde irá atuar desde a data de publicação do edital do processo seletivo público.

Além disso, a denúncia aponta que E. A. dos S. possui outro emprego público como professora em outro município. Essa situação, se comprovada, configuraria acúmulo irregular de cargos públicos, conforme previsto na Constituição Federal, artigo 37, inciso XVI.

O Prefeito determinou a instauração do processo administrativo no prazo de três dias, contados da publicação da portaria. O procedimento deverá ser concluído no prazo de 90 dias, prorrogável por igual período, conforme estipulado.

Para conduzir o processo, foi designada uma comissão composta pelos seguintes servidores:

  • Ana Paula Diniz Brito (Presidente da Comissão)
  • Jeamerson Faria Gomes
  • Aranildes do Nascimento Rodrigues
  • Jeandreson Faria Gomes
  • Assessor Jurídico Luiz Robson Marques da Silva

A comissão terá a responsabilidade de dedicar todo o expediente aos trabalhos do processo administrativo, realizando todas as diligências necessárias e podendo recorrer a técnicos e peritos. Eles ouvirão pessoas que possam prestar esclarecimentos sobre os fatos imputados à servidora.

No ato de citação pessoal da servidora, será entregue uma cópia da portaria, garantindo o seu direito ao contraditório e à ampla defesa durante todo o processo.

A abertura do processo administrativo segue as diretrizes da Lei Federal 8.112/90 e da Lei 9.784/1999, devido à ausência de uma lei municipal específica para a tramitação do procedimento. A investigação visa aferir as condições de exigências editalícias e apurar se a servidora realmente mantém outro emprego público, conforme alegado na denúncia.

A situação foi publicada no Diário Oficial do Acre na pagina 86 do dia 17 de Julho de 2024.

Clique aqui para acessar o diário.

Comentários

Continue lendo

Flash

BOPE e COE realizam grande apreensão de 11kg de drogas e arma na zona rural de Brasileia

Publicado

em

Foto: Ascom/PMAC

Nesta quarta-feira, 17 de julho, policiais militares do Batalhão de Operações Especiais (Bope) e do Comando de Operações Especiais (Coe) realizaram apreensão de entorpecentes, uma arma de fogo e uma motocicleta na zona rural de Brasileia. A ação fez parte da operação “Protetor das Fronteiras e Divisas”.

Durante a operação, os militares abordaram um indivíduo na BR-317. Após uma busca pessoal, foram encontrados mais de 11 quilos de substância semelhante a skunk dentro de uma mochila, além de uma pistola e sete munições. A motocicleta que o suspeito conduzia apresentava uma placa adulterada, aumentando as suspeitas de atividades ilícitas.

Foto: Ascom/PMAC

O suspeito, juntamente com todo o material apreendido, foi encaminhado à delegacia de Epitaciolândia para que fossem tomadas as providências legais cabíveis. A operação, que visa reforçar a segurança nas fronteiras e divisas, demonstrou a eficácia das forças especiais em combater o tráfico de drogas e outras atividades criminosas na região.

A apreensão realizada pelos policiais do Bope e Coe destaca a importância das operações de segurança nas áreas fronteiriças. A operação “Protetor das Fronteiras e Divisas” continua a ser uma ferramenta crucial na luta contra o crime organizado na região do Acre.

Comentários

Continue lendo