Conecte-se conosco

Extra

Polícia Civil identifica e prende envolvidos em chacina ocorrida em Brasiléia

Publicado

em

Rastro de sangue resultou na morte de quatro pessoas, além de feridos no mês de abril passado – Fotos/arquivo

No mês de março deu início a uma intensa guerra entre as organizações criminosas (CV e B13), fato em que ocorreram diversos homicídios e tentativas de homicídio nesta cidade.

Um desses fatos se deu no dia 5 de abril passado na rua São Peregrino, no bairro Leonardo Barbosa, onde um triplo homicídio foi registrado no local. As vítimas Lucas Barbosa Bandeira (23), Wanderson Souza e Silva (18) e o menor André Gustavo Sales de Oliveira de 16 anos, tiveram suas vidas ceifadas por integrantes da organização criminosa Comando Vermelho (CV).

Homens fortemente armados invadiram a residência afirmando serem policiais. Após entrar no local, os executaram com dezenas de tiros de pistola calibre .380.

Durante o trabalho da equipe de investigadores da delegacia de Brasiléia, se tomou conhecimento que no início da noite, antes dos fatos ocorrerem, um jovem foi levado a força do bairro Leonardo Barbosa por homens armados que chegaram em um veículo Chevrolet/Ônix, branco, afirmando serem policiais.

O jovem não apareceu em nenhuma das delegacias da região e posteriormente, descobriu-se que este havia sido levado por integrantes do CV para ser torturado, afim de colherem informações a respeito de pessoas e residências de integrantes da organização criminosa B13, no bairro Leonardo Barbosa.

Diante disso, às diligências seguiram e os investigadores identificaram que o veículo utilizado no sequestro do jovem e os homens que o levaram, foram os mesmos que na madrugada do dia 05/04, cometeram o triplo homicídio no bairro Leonardo Barbosa.

As investigações que contaram com apoio da Delegacia de Combate ao Crime Organizado (DRACO) , Núcleo de Inteligência da Polícia Civil e Polícia Rodoviária Federal, concluíram que o grupo de integrantes do Comando Vermelho identificados como; Antônio André de Araújo, vulgo Alcides ou Seco, José Victor Silva de Souza, vulgo Zé Vitor, Cleudo Freitas Rodrigues, vulgo Telzinho ou Flog, Natanael do Nascimento Salgueiro, vulgo Natan, e o motorista de aplicativo Gabriel Sombra de Andrade, que se deslocaram de Rio Branco para Brasiléia após o filho de Antônio André de Araújo, vulgo Alcides ou Seco, ter sido vítima de integrantes do B13.

O jovem que não tem ligação nenhuma com o crime, teve sua casa invadida por faccionados do B13, que na verdade estavam em busca do vizinho que morava na casa lado e ao adentrarem na casa do filho de Alcides o agrediram, amarraram e furtaram bens do local, fato esse que chegou ao conhecimento de Alcides e despertou sua ira, onde o mesmo juntou sua “tropa” e desceu para Brasiléia para vingar o ocorrido, o que culminou na morte dos três jovens na madrugada do dia 05/04 no bairro Leonardo Barbosa.

Chegando em Brasiléia, Antônio André de Araújo e seu grupo, tiveram apoio de Adriano André de Araújo seu irmão. Adriano deu todo suporte ao grupo que por diversas vezes, durante o dia estiveram em sua casa no bairro Samauma I, além disso, forneceu armas para completar as que o grupo já havia trago da capital e por fim, após o crime, ainda se deslocou para Rio Branco em um veículo VW/Gol, de cor vermelha, indo na frente como ‘batedor’ enquanto seu irmão Antônio André e o grupo iam no veículo Chevrolet/Ônix, de cor branca atrás.

Durante esse trajeto, na volta para Rio Branco, Adriano foi abordado por uma equipe da PRF e teve o veículo revistado, mas, nada foi encontrado tendo em vista que as armas vinham com o grupo no carro atrás, dessa forma o veículo Chevrolet/Ônix em que estava seu irmão junto com os comparsas e as armas passaram pela barreira despercebidos.

Nesta semana, o último envolvido foi preso e levado para uma das celas da delegacia de Brasiléia, onde aguarda a decisão da justiça para ser transferido ao presídio estadual na Capital. Ao todo, foram quatro presos, um assassinado pelo próprio grupo e um está foragido para o estado do Rio de Janeiro (RJ), onde recebe guarida dos comparsas do grupo criminoso.

Matéria relacionada:

Terror na madrugada: 4 mortes e um ferido são registrado na madrugada em Brasiléia

Comentários


Extra

Caseiro choca moto contra traseira de caminhonete e morre no local em Epitaciolândia

Publicado

em

Jesus da Conceição Silva (61) não resistiu aos ferimentos e morreu no local.

Um acidente fatal envolvendo uma moto e uma caminhonete foi registrado na tarde deste sábado, dia 3, na Rua Raimundo Ribeiro, no Bairro Vila Vitória, onde tem uma ladeira bastante íngreme que dá acesso ao Bairro vizinho José Hassem.

Jesus da Conceição Silva (61), era conhecido como “Jesus do Batista Cocada”, teria perdido o controle da moto.

Segundo foi apurado até o momento, o homem identificado como Jesus da Conceição Silva (61), conhecido por “Jesus do Batista Cocada”, descia a ladeira em uma moto de placa boliviana teria perdido o controle do veículo que desceu com muita velocidade.

Já próximo da curva, havia uma caminhonete modelo Mitsubishi que estaria indo no mesmo sentido em baixa velocidade e que teria parado na curva. Infelizmente, Jesus não conseguiu frear a moto que bateu violentamente contra a parte traseira da carroceria.

Com o forte impacto, Jesus morreu no local. Mesmo com o acionamento da equipe de socorro do SAMU, apenas puderam constatar o óbito. Segundo foi apurado na delegacia de Epitaciolândia, a vítima não era habilitada e a causa do acidente pode ter sido uma pane os freios da moto.

Equipe do SAMU esteve no local e apenas pode atestar o óbito.

O local foi isolado pela guarnição da Polícia Militar do 5º Batalhão, até a chegada da equipe do Instituto Médico Legal – IML, para realizar registros e depois retirar o corpo. Não foi informado se seria transferido para a Capital para realizar os procedimentos forenses.

Comentários


Continue lendo

Extra

PREFEITURA MUNICIPAL DE BRASILEIA – AVISO DE LICITAÇÃO

Publicado

em

ESTADO DO ACRE

PREFEITURA MUNICIPAL DE BRASILEIA

COMISSÃO PERMANENTE DE LICITAÇÃO

AVISO DE LICITAÇÃO

PREGÃO ELETRÔNICO N° 020/2022

OBJETO: Aquisição de equipamento agrícola (microtrator) para atender as necessidades da Prefeitura de Brasiléia através de Convênio nº 928004/DPCN.

Data da Abertura: 15 de dezembro de 2022, às 10h30min (horário de Brasília).

O Edital e seus anexos encontram-se a disposição dos interessados para consulta a partir do dia 05/12/2022, através dos endereços eletrônicos: http://app.tce.ac.gov.br/portaldaslicitacoes/ e www.comprasnet.gov.br.

Brasileia/AC, 01 de dezembro de 2022.

 

Thaísa Batista Monteiro Pontes

Pregoeira da Comissão Permanente de Licitação

Prefeitura de Brasiléia

Comentários


Continue lendo

Extra

Polícia Civil prende mulher acusada de mandar matar o marido em Seringal de Xapuri

Publicado

em

Companheira da vítima é suspeita de envolvimento no crime foi presa na manhã desta quinta-feira, dia 1º de dezembro.

Mulher acusada de mandar matar o marido no Seringal Cachoeira estava casada a 12 anos

Hoje, quinta-feira 1º de dezembro de 2022, a Delegacia de Polícia Civil de Xapuri, em que é Titular o Delegado Gustavo Neves, por meio da equipe de investigação chefiada pelo Inspetor Investigador Eurico Feitosa, prendeu R.B.M., de  52 anos, ex-companheira de F.C.B, de 57 anos de idade, um colono que foi encontrado morto na zona rural de Xapuri com um tiro nas costas e marcas de espancamento e esganadura.

R.B.M. é acusada de ter tramado a morte do ex-companheiro em conluio com B.Q.S., de 36 anos que trabalhava como diarista para a vítima.

Vítima foi localizada por terceiros e parentes que acionaram autoridades de Epitaciolândia, que depois descobriram que a localidade era dentro dos limites de Xapuri.

As prisões foram solicitadas pelo Delegado de Xapuri no Inquérito que investiga a prática do crime de homicídio qualificado mediante paga ou promessa de recompensa.

O crime ocorreu no dia 25 de novembro de 2022, mas o corpo só foi encontrado no dia 27 de novembro. Segundo as investigações, R.B.M. planejou a morte e mandou B.Q.S. matar a vítima F.C.B, que teria vultuosa quantidade de dinheiro em casa e após sua morte o valor seria dividido igualmente entre a mandante e o executor.

No dia 28, segunda-feira, B.Q.S. foi preso por uma guarnição da Polícia Militar em Epitaciolândia quando chegava do local onde cometeu o crime.

O suspeito foi conduzido para a Delegacia de Polícia Civil daquele município e em seguida conduzido para a Delegacia de Polícia Civil de Xapuri, Unidade Policial que responsável pela investigação do caso, onde foi ouvido.

Após a prisão, a dupla foi transferida para o Complexo Penitenciário Francisco Oliveira em Rio Branco.

Francisco Campos Barbosa, conhecido popularmente por ‘Chico Abreu, de 57 anos, foi morto com um tiro nas costas com sua própria arma.

 

Comentários


Continue lendo

Em alta