Representantes dos sindicatos de classe também se fizeram presentes. Questionado sobre a possibilidade de privatização

À diretoria de operações cabe a missão de mapear e eliminar vazamentos que possam impedir a chegada da água com boa qualidade na casa dos usuários.
 Cleide Elizabeth

O planejamento estratégico operacional é uma ferramenta de gestão que permite definir objetivos e metas com foco nos resultados, ouvindo sempre quem está na base, os trabalhadores. Nessa perspectiva, o governador Gladson Cameli se reuniu nesta quarta-feira, 3,  com equipes da área operacional do Departamento Estadual de Água e Saneamento (Depasa).

Com a participação de trabalhadores dos setores de captação, tratamento e distribuição de água em Rio Branco, o encontro foi aberto com uma explanação sobre as ações já realizadas com o objetivo de fortalecer o trabalho do Depasa na capital e interior do estado.

A primeira medida foi o estudo diagnóstico da situação atual, com o objetivo de identificar problemas e propor soluções. Implantado há 20 anos, o sistema opera dentro do limite. “Os próximos investimentos envolvem ações que contemplam desde a captação, tratamento, até a chegada da água nas moradias”, explicou o diretor de planejamento e obras, Jamerson Cavalcante de Lima.

À diretoria de operações cabe a missão de mapear e eliminar vazamentos que possam impedir a chegada da água com boa qualidade na casa dos usuários. “Havia vazamentos de até 70 litros por segundo. Um volume que daria para abastecer mais de mil casas. Já conseguimos diminuir muito e continuamos trabalhando para eliminar os vazamentos na rede manter os reservatórios limpos”, destacou o diretor de operações Enoque Pereira.

Governador destacou a importância do envolvimento dos servidores Foto: Diego Gurgel/Secom

Considerando a importância de trabalhar com todos e para todas as pessoas, Gladson Cameli falou sobre a necessidade do envolvimento das equipes.  “Vocês são parte fundamental nesse processo. De nada adiantará investir em estrutura, tecnologia se, na ponta, não tivermos vocês, que trabalham duro para fazer as coisas acontecerem. Conto com vocês”, disse Gladson Cameli ao agradecer a dedicação dos servidores da área operacional e anunciar a realização de novo processo seletivo.

Durante o encontro, os trabalhadores tiveram oportunidade de esclarecer dúvidas e apresentar sugestões. Servidor há 10 anos, Antônio Nobre considerou a reunião de trabalho bem produtiva “foi uma reunião muito satisfatória. Nunca nenhum governador conversou com a gente assim, de maneira tão simples, falou com a gente como um colega de trabalho, e falou com firmeza. Nós acreditamos e confiamos nele”.

Representantes dos sindicatos de classe também se fizeram presentes. Questionado sobre a possibilidade de privatização, Gladson Cameli descartou, informando que isso não está nos planos de sua gestão. “Ao contrário, nosso desejo é trazer de volta o Saerb, no que depender de nós, é o que faremos”, disse o governador.

O presidente do Depasa, Zenil Chaves, reiterou o compromisso de continuar trabalhando para fortalecer as ações do órgão. “Quando assumimos o Depasa não havia sequer produto químico para trabalhar.Tivemos que recorrer a empréstimo. Hoje temos reserva para mais um ano. Uma equipe trabalha na elaboração de projetos com objetivo de captar e garantir os recursos necessários”, lembrou Zenil.

Comentários