fbpx
Conecte-se conosco

Extra

EM QUEDA: Acre tem 12 casos novos de Covid e mais duas mortes pela doença neste domingo (27)

Publicado

em

Foto: Adriano Machado / Reuters

A Secretaria de Estado de Saúde do Acre (Sesacre), por meio do Departamento de Vigilância em Saúde (DVS), registrou 12 casos de infecção por coronavírus neste domingo, 27 de fevereiro. O número de infectados permanece em 120.581 em todo o estado.

Até o momento, o Acre registra 312.521 notificações de contaminação pela doença, sendo que casos 191.929 foram descartados e 11 exames de RT-PCR seguem aguardando análise do Laboratório Central de Saúde Pública do Acre (Lacen). Pelo menos 111.836 pessoas já receberam alta médica da doença, sendo que 40 seguiam internadas até o fechamento deste boletim.

Os dados da vacinação contra a covid-19 no Acre podem ser acessados no Painel de Monitoramento da Vacinação, disponível no endereço eletrônico: http://covid19.ac.gov.br/vacina/inicio. As informações são atualizadas na plataforma do Ministério da Saúde (MS), ficando sujeitas a alterações constantes, em razão das informações inseridas a partir de cada município.

Dois óbitos foram registrados neste domingo, 27 de fevereiro, fazendo com que o número oficial de mortes por covid-19 aumente para 1.971 em todo o estado.

Natural de Cruzeiro do Sul, F.D.S., de 74 anos, deu entrada no dia 25 de fevereiro e faleceu no dia seguinte, no Hospital Regional do Juruá.

Natural de Rio Branco, J.A.M., de 79 anos, deu entrada no dia 1º de fevereiro e faleceu no dia 26, no Instituto Nacional de Traumatologia e Ortopedia do Acre (Into-AC).

Sobre os casos de covid-19 no estado, acesse:

BOLETIM_AC_COVID_27_02_2022_PARCIAL

Sobre a ocupação de leitos no estado, acesse:

http://covid19.ac.gov.br/monitoramento/leitos

Rio Branco – AC, 27 de fevereiro de 2022.

Secretaria de Estado de Saúde do Acre

 

Comentários

Continue lendo

Extra

Faccionados invadem comércio e mata dois rivais no Segundo Distrito de Rio Branco

Publicado

em

Luiz Afonso da Cunha, 47 anos, e Adálio de Águiar Fernandes, 48, foram executados a tiros na madrugada deste sábado (22), dentro de uma distribuidora e mercearia localizada na Rua Baguari, no bairro Taquari, no Segundo Distrito de Rio Branco.

De acordo com informações da polícia, Luiz e Adálio estavam na distribuidora de dois andares, que também serve como residência, acompanhados de suas esposas e filhos, quando oito criminosos armados e não identificados, membros da facção criminosa Bonde dos 13 (B13), invadiram o estabelecimento pela parte de trás. Os bandidos arrombaram a porta e atiraram várias vezes contra Adálio, atingindo-o três vezes na cabeça, uma na mão e outra no pescoço.

Após matarem Adálio, os criminosos subiram para o segundo andar, onde estavam Luiz, sua esposa e seu filho. Eles efetuaram mais seis disparos, atingindo Luiz no peito, costas e pescoço. Os autores dos crimes fugiram do local através de uma área de mata.

Familiares das vítimas acionaram o Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu), mas quando a ambulância de suporte avançado chegou, Adálio e Luiz já estavam mortos.

Policiais militares do 2° Batalhão isolaram a área para os trabalhos da perícia criminal, coletaram características dos criminosos e realizaram buscas na área de mata, mas não conseguiram capturá-los. Os corpos foram encaminhados ao Instituto Médico Legal (IML) para exames cadavéricos.

Segundo a polícia, as mortes estão relacionadas à guerra entre facções criminosas pela disputa de território. Adálio e Luiz, que eram membros da facção Bonde dos 13, haviam rompido com a organização e se aliado ao Comando Vermelho.

O caso segue sob investigação dos agentes de Polícia Civil da Equipe de Pronto Emprego (EPE) e, posteriormente, ficará a cargo da Delegacia de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP).

Comentários

Continue lendo

Extra

Transportes pesados ​​anuncia bloqueio de rodovias federais e das fronteiras a partir de 27 de junho

Publicado

em

O Ministro das Obras Públicas da Bolívia gerou controvérsia ao curtir um vídeo na sua conta TikTok, que posteriormente foi desativada, onde ele aparecia dançando em comemoração à ausência de bloqueios que haviam sido anunciados

Representantes de vários setores de transportes leves e pesados, assinaram um acordo de greve e bloqueio de estradas e de fronteira com a Bolívia. Foto cedida 

A expansão nacional do transporte pesado realizada no dia de ontem sexta-feira em Santa Cruz determinou o início de uma greve mobilizada com bloqueios de estradas e o bloqueio das fronteiras da Bolívia a partir de quinta-feira, 27 de junho, caso o Governo não atenda às suas reivindicações no prazo de 72 horas. Além disso, exigem, entre outras questões, a demissão do Ministro das Obras Públicas, Édgar Montaño.

Representantes de vários setores de transportes leves e pesados, assinaram um pacto de unidade que se refletiu em seis pontos. Além do bloqueio e da renúncia de Montaño, exigem que o Governo resolva a situação económica do país e os problemas na Alfândega Nacional, na Receita Federal e na Direção de Investigação e Prevenção de Roubos de Veículos (Diprove).

Representantes de vários setores de transporte da Bolívia exigem, entre outras questões, a demissão do Ministro das Obras Públicas, Édgar Montaño. Foto assessoria

O próprio ministro das Obras Públicas, Édgar Montaño, informou em coletiva que na última segunda-feira à noite ainda existia 10 pontos de bloqueio e anunciou que estava preparando uma denúncia contra os transportadores que estão a impedindo a rede rodoviária federal funcionar, e que foi fechada com terra, queima de pneus e outros objetos.

Com fotos em mãos, Montaño detalhou pelo menos sete placas de veículos que participaram dos bloqueios da última segunda-feira  em quatro departamentos da Bolívia e explicou que servirão como prova de quem participou da medida.

Na reunião também foi discutido e decidido ratificar um acordo interinstitucional com a Confederação Nacional dos Trabalhadores Autônomos da Bolívia e exigir o decreto supremo para a regulamentação das aplicações de transporte.

Além disso, decidiram exigir a revogação do Decreto Supremo 4.732, em vigor há dois anos, que regulamenta os contratos de compra e venda de imóveis.

No último domingo, dia 16, dirigentes dos transportes pesados ​​reuniram-se com o presidente, Luis Arce, e decidiram rescindir a greve convocada para segunda-feira, dia 17. Deram ao presidente 90 dias para resolver a crise económica.

Os dirigentes relataram na reunião, que durou mais de três horas, não houve um verdadeiro diálogo com o presidente Arce e não foi alcançado qualquer acordo.

O Ministro das Obras Públicas da Bolívia gerou controvérsia ao curtir um vídeo na sua conta TikTok, que posteriormente foi desativada, onde ele aparecia dançando em comemoração à ausência de bloqueios que haviam sido anunciados. Esta atitude recebeu muitas críticas, especialmente do setor dos transportes, que considerou a ação do ministro como uma forma de ridicularizar o movimento e desrespeitar a seriedade da situação.

A dança em comemoração à não realização dos bloqueios pode ter sido interpretada como uma falta de sensibilidade em relação às preocupações e demandas dos trabalhadores do setor de transportes, que provavelmente estavam se manifestando por questões importantes e sentiram que sua causa não foi levada a sério.

A desativação subsequente da conta TikTok do ministro pode indicar uma tentativa de mitigar os danos causados pela repercussão negativa dessa ação. No entanto, o incidente certamente destacou a importância da comunicação sensível e respeitosa por parte dos funcionários públicos, especialmente em um contexto onde questões sociais e políticas estão em jogo.

Representantes de vários setores de transportes, assinaram um pacto de unidade que se refletiu em seis pontos. Além do bloqueio e da renúncia de Ministro, exigem que o Governo resolva a situação económica do país e os problemas na Alfândega Nacional. Foto cedida

Comentários

Continue lendo

Extra

Conselho Regional de Medicina Veterinária do Estado do Acre – EDITAL DE CHAMAMENTO PÚBLICO

Publicado

em

Serviço Público Federal
Conselho Regional de Medicina Veterinária do Estado do Acre

EDITAL 1/2024 -ASADM/AC/DE/AC/PLENARIO/AC/CRMV-AC/SISTEMA

EDITAL DE CHAMAMENTO PÚBLICO

Torna-se público, para o conhecimento dos interessados, que o O MEDICO VETERINÁRIO HIGOR ORTIZ MANOEL, CRMV 00367 VP, a convocação para CREDENCIAMENTO de pessoas físicas interessadas para a constituição da
Associação Nacional de Clínicos Veterinários de Pequenos Animais do Acre (ANCLIVEPA-AC), a realizar-se no dia 22/07/2024, ÁS 19:00 hrs na sede do CRMV-AC, situada a Rua Major Ladislau Ferreira, 367, Bairro Dom Giocondo, Roi Branco – AC, com qualquer quórum dos presentes, onde instalar-se-á a assembleia para deliberar sobre a seguinte ordem do dia:

  • 1 ELEIÇÃO DA PRIMEIRA DIRETORIA;
  • 2 APRECIAÇÃO EAPROVAÇÃO DE ESTATUTO SOCIAL;
  • 3 DOS PRODUTOS E SERVIÇOS PASSÍVEIS DE CREDENCIAMENTO;
  • 4 DA PARTICIPAÇÃO NO CHAMAMENTO;
  • 5 DOS RECURSOS ADMINISTRATIVOS;
  • 6 DO TERMO DE CREDENCIAMENTO;
  • 7 DA RESCISÃO DO TERMO DE CREDENCIAMENTO;
  • 8 DAS OBRIGAÇÕES DOS BENEFICIÁRIOS;
  • 9 DAS OBRIGAÇÕES DOS CREDENCIADOS;
  • 10 DAS SANÇÕES ADMINISTRATIVAS;
  • 11 CONTROLE EFISCALIZAÇÃO DA EXECUÇÃO;
  • 12. DAS DISPOSIÇÕES GERAIS;

 

HIGOR ORTIZ MANOEL CRMV-AC – 00367-VP

Comentários

Continue lendo