fbpx
Conecte-se conosco

Cotidiano

Em noite de homenagens a Dinamite, Vasco empata na estreia do Carioca

Publicado

em

Detalhe da camisa do Vasco com homenagens a Roberto Dinamite
Imagem: Thiago Ribeiro/AGIF

A estreia do Vasco no Campeonato Carioca de 2023 foi marcada pelas homenagens a Roberto Dinamite. O duelo diante do Madureira foi o primeiro jogo após a morte do maior ídolo do clube cruz-maltino. Utilizando uma equipe formada por jogadores reservas, o Vasco empatou em 0 a 0 com o Tricolor Suburbano, em São Januário.

Titulares estão nos Estados Unidos

O Vasco utilizou os jogadores reservas na estreia do Carioca já que o elenco principal segue a pré-temporada nos Estados Unidos. Os titulares viajaram para a América do Norte nessa sexta-feira (13), para a disputa da Florida Cup. Por lá o Cruz-Maltino vai enfrentar o River Plate, da Argentina, e o Inter de Miami, dos Estados Unidos. A tendência é que os titulares do Vasco joguem o Estadual a partir da 4ª rodada. Até lá, nos duelos com Audax e Botafogo, os reservas serão utilizados novamente.

Lances importantes

Na trave! – Aos 9 minutos do primeiro tempo o Vasco chegou com perigo, em finalização de Juninho, que acertou a trave.

Para fora – Aos 32 minutos do primeiro tempo o atacante Zé Santos subiu sozinho, mas errou a cabeçada e mandou a bola para fora.

Que defesa – Mais uma vez Zé Santos tenta de cabeça, mas o atacante do Vasco parou na bela defesa do goleiro Dida, aos 4 do segundo tempo.

Fez fila – O zagueiro Lyncon fez fila na defesa do Madureira e quase marcou um golaço, aos 40 minutos do segundo tempo. Mas a finalização foi fraca facilitou para o goleiro.

FICHA TÉCNICA

VASCO 0 X 0 MADUREIRA

Motivo: 1ª rodada do Campeonato Carioca
Local: São Januário, no Rio de Janeiro (RJ)
Data e horário: 14 de janeiro de 2023, às 18h (de Brasília)
Árbitro: Rafael Martins de Sá (RJ)
Auxiliares: Thiago Rosa de Oliveira Esposito e Rafael Sepeda de Souza (ambos RJ)
Cartões amarelos: Paulo Victor e Rodrigo (VAS); Guilherme Augusto e Henrique (MAD)

VASCO: Halls; Rodrigo, Pimentel (Lyncon), Zé Vitor e Paulo Victor (Juan); Matheus Barbosa, Galarza e Juninho (Lucas Eduardo); Paixão (Marlon Santos), Erick (Julião) e Zé Santos. Técnico: Emílio Faro.

MADUREIRA: Dida, Rhuan (Oliveira), Cavallini, Wagner (Bruno Cosendey) e Bryan; Banguelê, Matheus Lira, e Henrique (Arthur Martins) e Pablo Pardal (Thiaguinho); Guilherme Augusto (Gustavo Coutinho) e Luiz Paulo. Técnico: Felipe Arantes.

Comentários

Cotidiano

Enock Kennedy vai disputar Seletiva da Seleção em São Paulo

Publicado

em

Foto PHD: Enock quer disputar o Campeonato Mundial em 2025

O acreano Enock Kennedy, número 1 do Brasil na categoria até 85 quilos, vai disputar nos dias 23 e 24 deste mês em Campinas, São Paulo, a Seletiva da Seleção Brasileira de Kung Fu.

“O Enock vai para uma competição muito importante. A seleção vai participar de três competições internacionais nesta temporada e vencer a Seletiva significa continuar na seleção”, disse o treinador Adgeferson Diniz.

Recuperado de lesão 

Enock Kennedy sofreu com uma lesão no ombro na última temporada.

“Estou completamente recuperado e muito focado no meu objetivo. Quero chegar no meu melhor nível para a Seletiva”, declarou o atleta.

Apoio do Estado

Adgeferson Diniz esteve reunido com o secretário de Esportes, Ney Amorim, e recebeu a garantia de apoio para a disputa da Seletiva em São Paulo.

“O Estado vai bancar as passagens do Enock. Isso é muito importante para o nosso esporte”, afirmou o técnico.

Comentários

Continue lendo

Cotidiano

“Meu erro foi ter construído o Florestão”, diz Antônio Aquino

Publicado

em

Foto Jhon Silva: Florestão já recebeu 8 partidas neste início de temporada

O Florestão é o único estádio no Acre em condições de receber partidas oficiais neste início de temporada. A Federação de Futebol do Estado do Acre (FFAC) investiu em torno de R$ 8 milhões reais na praça esportiva finalizada em 2014.

“O meu erro foi construir o Florestão. Nenhuma federação do Brasil é dona de estádio e nós pagamos um preço elevado por isso. Recebemos várias críticas por causa do gramado, mas como teríamos boas condições com essa quantidade de chuva ?. Outro detalhe, se não tivéssemos o Florestão onde as partidas estariam sendo disputadas?.”, declarou Antônio Aquino.

Paralisar o campeonato

Segundo Antônio Aquino, paralisar o campeonato significa aumentar os custos para os clubes e isso será muito prejudicial.

“Os clubes trabalham no limite financeiro. Uma paralisação de duas semanas, por exemplo, por significar um mês ou dois a mais de salários. Essa é uma conta pesada e quem defende essa ideia não paga as despesas”, explicou o presidente.

Estádio sem laudos 

Arena da Floresta, Arena do Juruá, em Cruzeiro do Sul, Marreirão, em, Sena Madureira, Ferreirão, em Plácido de Castro, e Nabor Júnior, em Senador Guiomard, poderiam receber partidas do Estadual, mas não têm os laudos necessários.

“O Florestão recebeu 270 partidas na temporada de 2023 em todas as categorias. Poderíamos ter alguns jogos fora do Florestão, mas os estádios precisam ter os laudos”, afirmou o dirigente.

Arena da Floresta

O governo do Estado por meio da coordenadoria de Esportes confirmou mais seis meses de obra para poder entregar a Arena da Floresta completamente reformada. O prazo inicial era março e agora a projeção é para agosto.

Comentários

Continue lendo

Cotidiano

MP espanhol vai recorrer da condenação de Dani Alves por estupro para endurecê-la, dizem fontes legais

Publicado

em

Daniel Alves foi condenado a quatro anos e meio de prisão | Foto: ALBERTO ESTÉVEZ / POOL / AFP

Ministério Público vai tentar aumentar a pena recebida pelo brasileiro

O Ministério Público espanhol vai recorrer da condenação por estupro imposta por um tribunal de Barcelona ao jogador de futebol brasileiro Daniel Alves, de quatro anos e meio de prisão, para tentar endurecê-la, indicou nesta sexta-feira (1º) uma fonte jurídica.

O MP vai tentar aumentar a pena recebida por Alves. O brasileiro foi considerado culpado pelo tribunal de ter estuprado uma mulher no banheiro de uma boate em Barcelona, no final de 2022.

Os magistrados também determinaram cinco anos adicionais de liberdade condicional, uma ordem de restrição para que ele não se aproxime da vítima por nove anos e meio e o pagamento de uma indenização de 150 mil euros (pouco mais de R$ 800 mil reais).

Comentários

Continue lendo






Em alta