O candidato a governador pela Frente Popular, Marcus Alexandre Viana (PT), se reuniu nesta quinta, 30, com lideranças indígenas de diferentes etnias do município de Assis Brasil. O encontro teve a participação de Manchineri e Jaminawa dos rios Acre e Yaco cuja viagem até a sede urbana durou um dia.

Entre os presentes na reunião estava o vereador Lázaro Manchineri (PCdoB). Os grupos indígenas entregaram cartas com anseios relacionadas à educação, saúde, esporte e tecnologia.

O professor Jaime Manchineri, da Aldeia Nova União, localizada na cabeceira do rio Acre, conta que necessitam de mais agentes de saúde, professores indígenas e também querem realizar os Jogos Indígenas.

“Jorge Viana nos deu escolas padrão, professores bilingues e agora queremos computadores e fazer nossos Jogos. Sabemos que podemos confiar em Marcus Alexandre, por isso andamos um dia de barco para dizer que sim, estamos com ele”, disse Jaime.

Os mesmos anseios foram apresentados pelo professor Durinis Jaminawa, da Aldeia Três Cachoeiras. “Uma vez estávamos em uma viagem pelo rio Yaco de varejão e levaríamos quase um mês para chegar ao destino. O Jorge Viana nos encontrou, providenciou motores para nós e fizemos o trecho em apenas dois dias. É essa consideração que sabemos que vamos ter também por parte do Marcus Alexandre”, comentou ele.

Marcus Alexandre reafirmou seu compromisso de trabalho com os povos indígenas, citando que já esteve em aldeias em Feijó, Tarauacá, Jordão, Mâncio Lima, Marechal Thaumaturgo e Porto Walter. Assegurou ações na saúde, educação e garantiu a eles o protagonismo na escolha da liderança que será o gestor das questões indígenas no Estado.

O petista também apresentou proposta de construir casas de apoio para os povos indígenas nas cinco regiões do Estado. “Antes do governo de Jorge Viana, somente o governo federal se ocupava das questões indígenas e ele mudou esse quadro. Agora nós vamos avançar nessas conquistas”, afirmou o candidato.

Comentários