unnamed(66)Um homem de 50 anos, identificado como Amarildo A.L., foi por muito pouco não foi espancado até a morte na noite de sexta-feira (01) no Bairro Nova Esperança, região norte de Porto Velho, quando foi pego por um grupo de moradores após ser acusado de estuprar uma criança de apenas oito anos.

De acordo com relatos da mãe da vítima, a criança foi até o apartamento de Amarildo entregar a carteira porta cédula, que ele tinha esquecido no banheiro da vila de apartamento onde mora e foi atacada. A menina disse que o homem lhe arrastou para o interior do local, tirou suas roupas e passou a acariciar suas partes íntimas e na sequência beijou sua boca, usando de muita força.

A criança passou a gritar e depois de se debater contra o acusado saiu correndo e contou o abuso para sua mãe. Revoltada a mulher pediu ajuda a um parente, que se juntou com moradores da região e arrancaram o homem do apartamento e o agrediram sem dó. Os populares atearam fogo em vários objetos do acusado e só não mataram, porque um agente penitenciário passou no local e interviu nas agressões. Amarildo foi entregue para uma equipe da PM, que conduziu o suspeito para uma unidade médica e consequentemente para a Central de Polícia onde foi autuado no crime de estupro a criança.

Fonte: Rondoniaovivo

Comentários