DSC_0020

A líder do PMDB na Assembleia Legislativa do Acre, deputada Eliane Sinhasique comentou os dados da Confederação Nacional do Comércio que mostram que entre 2012 e 2015, 1200 lojas fecharam no Acre. Para ela, isso representa aumento no número de desemprego.

“7,4% das empresas do Acre fecharam as suas portas. É muita coisa! Todos os dias recebemos em nossos gabinetes currículos, pedidos de emprego. Nossos jovens não tem onde trabalhar, pessoas que estão nos seus empregos há 10, 15, 20 anos estão sendo demitidas e não é só no comércio”.

Sinhasique lembra que o mesmo acontece nas Indústrias. “A Lâminados Triunfo começou com 500 funcionários, hoje tem 128. A Lâminados do seu Balarte na Estrada de Porto Acre tinha 78 funcionários e fechou em outubro do ano passado”.

Para ela, impostos muito altos e crise atrapalham o comércio. “Com a mudança na forma de cobrar o imposto, tem empresário pagando duas vezes pela mercadoria. Antes, pagava-se antecipadamente na Tucandeira. Hoje, uma parte é recolhida na entrada e a outra depois que vende. A Secretaria de Fazenda fez um levantamento de quanto tinha no estoque das empresas e taxou novamente a mercadoria que já havia tido seu recolhimento realizado na entrada”.

A parlamentar alerta para uma mudança de tratamento do Governo para com os empresários. “Enquanto o Governo não modificar a forma de administrar e fortalecer quem de fato quer empreender para gerar emprego e renda, a gente vai ver mais gente na rua pedindo emprego”.

Comentários