Conecte-se conosco

Geral

Delegado afirma que prints de preso por corrupção eleitoral apontam para suposto envolvimento com o deputado Marcus Cavalcante

Publicado

em

O delegado do município de Feijó, Railson Ferreira, responsável pelas investigações da prisão do coordenador de fiscais partidários da coligação “Avançar para Produzir Mais”, R.M.V, de 31 anos de idade, pelo crime de corrupção eleitoral, declarou que apesar de terem sido encontrados santinhos de outros dois candidatos, os prints de conversas de WhatsApp e demais elementos colhidos até o momento apontam apenas para o suposto envolvimento do candidato deputado Marcus Cavalcante (PDT). “Os indícios, elementos informativos e provas, uma vez que tem os prints de conversas de WhatsApp, levam apenas ao candidato Marcus Cavalcante”, afirma. A investigação deve durar 30 dias.

Durante a lavratura do auto de prisão, restou claro, por meio das testemunhas ouvidas, de prints de conversas de WhatsApp, apresentados na delegacia que o flagranteado, agindo em comunhão de esforços com uma servidora do alto escalão da Secretaria Municipal de Educação estariam praticando o crime do artigo 299 do código eleitoral, consubstanciado na prática de dar ou oferecer qualquer outra vantagem para obter voto.

A prisão em flagrante originou-se de denúncias anônimas, feitas diretamente para o telefone de um policial civil e por meio do disk denúncia (190) do CIOSP.

Diante da irrefutável prática do delito, foi dado voz de prisão a R.M.V e apreendidos alguns bens como combustível, barco, crachás de fiscais de partido e santinhos de candidatos.

A coordenação de campanha do candidato a Senador Alan Rick (União Brasil) informou que o material de campanha está disponível gratuitamente para toda a população nos comitês instalados nos municípios. Informou ainda que não adota, nem coaduna com práticas ilegais, portanto, não tem ligação alguma com o fato do qual teve conhecimento através da imprensa.

O deputado Marcus Cavalcante foi procurado pela reportagem, mas não respondeu às mensagens e ligações. O espaço segue aberto para sua devida manifestação, caso haja interesse.

Comentários

Geral

PM e Polícia Civil em operação em Sena Madureira apreende arma de fogo

Publicado

em

PM e Polícia Civil em operação integrada cumpre mandado de prisão e apreende arma de fogo em Sena Madureira

A Polícia Militar, por meio do 8° BPM, em operação integrada com a Polícia Civil de Sena Madureira logrou êxito no cumprimento do mandado de prisão em desfavor de um nacional.
Na ocasião, o local de cumprimento do mandado de prisão foi ao longo do Bairro Pista, Beco do Adriano em Sena Madureira.

É importante destacar que o autor estava em posse de uma arma de fogo e 05 (cinco) munições, sendo este também suspeito dos delitos de tentativa de homicídio e homicídio ocorridos recentemente em Sena Madureira.
Ante ao exposto, o autor e o objeto foram entregues na delegacia de Polícia Civil para os procedimentos cabíveis.

Assessoria do 8° BPM.

Comentários

Continue lendo

Geral

Homem acusado de ter organizado morte de “Tanaca”, tem casa invadida e é morto a tiros em Ramal de Rio Branco

Publicado

em

Elismar de Souza Cunha, de 33 anos, vulgo “Mazinho”, foi morto com seis tiros, no final da tarde deste sábado (26), na Travessa da Amizade, no Ramal do Pica-pau, na região do Amapá, na zona rural de Rio Branco.

Segundo informações da polícia, “Mazinho” era um velho conhecido das forças de segurança e era acusado de ter planejado a morte de William Borges Soares, de 29 anos, vulgo “Tanaca”, na tarde desta quarta-feira (23). A casa onde “Tanaca” foi morto pertencia a “Mazinho”, e é localizada na Rua 27 de Julho, no bairro Plácido de Castro, na região da Baixada da Sobral. Na mesma noite a casa foi incendiada por comparsas de “Tanaca”, que não aceitaram a trairagem de Elismar que possivelmente teria planejado a morte da vítima.

“Mazinho” estava em uma casa cedida na Travessa da Amizade há cerca de dois dias e estava realizando a limpeza do local. Enquanto arrumava o local, Elismar resolveu ir na casa do seu vizinho para descansar e assistir o jogo de futebol da Copa.

Ainda segundo a polícia, dois homens ainda não identificado chegaram no local em um carro modelo HB20 de cor prata e deixaram o veículo no meio da travessa. Se passando por policiais, os bandidos renderam todos os moradores, momento em que “Mazinho” percebeu que se tratava de seus antigos aliados e correu para dentro da residência, mas ao tentar se abrigar em um dos quartos, acabou morto por seis tiros que pegaram na cabeça, costas e abdômen. Após a ação, os assassinos saíram correndo, entraram no carro e fugiram do local.

O Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) foi acionado e enviou duas ambulâncias sendo uma delas a de suporte avançada (02), que esteve no local e atestou a morte de “Mazinho”.

A PM também isolou a casa onde “Mazinho” foi morto para os trabalhos da perícia. O corpo do homem foi encaminhado ao Instituto Médico Legal (IML), para a realização dos exames cadavéricos.

Ainda segundo a polícia, a motivação do crime seria a guerra entre facções criminosas. O caso vai ser investigado por agentes de Polícia Civil da Equipe de Pronto Emprego (EPE), da Delegacia Especializada de Investigação Criminal (DEIC).

Comentários

Continue lendo

Geral

Polícia Civil prende homem, em flagrante, pelos crimes de integrar organização criminosa e associação para o tráfico em Marechal Thaumaturgo

Publicado

em

Ascom/Polícia Civil do Acre

Ao final da tarde deste domingo, 27, a Polícia Civil em Marechal Thaumaturgo, com apoio do Departamento de Polícia Civil da Capital e do Interior(DPCI), prendeu, em flagrante, F.S.V. de 42 anos, por integrar organização criminosa e associação para o tráfico, em uma residência localizada no Ramal Olaria.

Durante o cumprimento de mandado de busca e apreensão, os policiais apreenderam, em posse do flagranteado, 01 Motocicleta modelo FAZER 250, 01 Televisão Samsung Smart TV 55 Polegadas,
01 Celular MOTO G22 e a quantia de
R$ 6.120,00 (seis mil, cento e vinte reais) em espécie.

O preso já tem passagem pelo sistema de segurança pública e é reincidente no cometimento dos mesmos crimes pelos quais foi flagranteado.

Comentários

Continue lendo

Em alta