Em tempo de coronavirus e quarentena, várias instituições da fronteira estão trabalhando para ajudar quem está em casa e sem trabalhar. Vendo essa necessidade de poder amenizar de alguma forma àqueles que estão em casa e sem perspectiva de ganhar seu sustento, descruzaram os braços.

A exemplo de policiais civis do município de Brasiléia e Epitaciolândia, os bombeiros do 5º Batalhão do Alto Acre localizado em Epitaciolândia, realizaram uma arrecadação no quartel e também contaram com o apoio de comércios, onde conseguiram adquirir cerca de 300 sacolões, 250 kits de higiene e 200 frangos, além de outras doações que estão chegando em locais de difícil acesso nos municípios.

O mesmo ato também foi feito pelos funcionários do Setor de Cadastro do município de Brasiléia, organizado pelo chefe do Setor Silvio Cardoso, onde conseguiram 15 sacolões. Além das doações, estão passando as orientações básicas de cuidados que se deve manter para evitar contaminação pelo coronavírus.

Todas essas ações estão sendo bem recebidas pelas famílias que estão sendo visitadas e tem cadastros nos municípios da fronteira. Também foi passado, que estão alinhados na arrecadação de roupas com o grupo conhecido como ‘Coletivo Bocudas’, que serão doadas para essas famílias.

Veja como doar.

 

 

Comentários