Informação foi divulgada nesta sexta-feira (26) pela Aneel. Com a mudança, a taxa extra na conta de luz cairá de R$ 5,00 para R$ 1,00 a cada 100 kWh consumidos

A Agência Nacional de Energia Elétrica (ANEEL) informou nesta sexta-feira (26) que, após cinco meses seguidos, a bandeira tarifária deixará de ser vermelha e passará a ser amarela em novembro.

Com a decisão da ANEEL, a taxa extra na conta de luz cairá de R$ 5,00 para R$ 1,00 a cada 100 quilowatts-hora (KWh) consumidos.

Ainda de acordo com a ANEEL, apesar de os reservatórios das usinas hidrelétricas ainda apresentarem níveis reduzidos, houve queda no preço da energia no mercado à vista com o início da estação chuvosa.

“A expectativa é a de que haja elevação gradual no nível de produção de energia pelas usinas hidrelétricas”, informou a ANEEL.

Sistema de bandeiras

Criado pela ANEEL, o sistema de bandeiras tarifárias sinaliza o custo da energia gerada, possibilitando aos consumidores reduzir o consumo quando a energia está mais cara.

O funcionamento das bandeiras tarifárias funciona da seguinte maneira: as cores verde, amarela ou vermelha (nos patamares 1 e 2) indicam se a energia custará mais ou menos em função das condições de geração.

Comentários