Deputado Chagas Romão
Deputado Chagas Romão

A Tribuna

Acontece hoje em Brasília a convenção nacional do PMDB que decidirá os rumos do partido sobre quem apoiará na disputa presidencial. Ao que tudo indica, peemedebistas e petistas confirmarão a reedição da chapa Dilma (PT) e Michel Temer (PMDB). No Acre, o partido deve apoiar Dilma.

A convenção do PMDB acontece em meio a uma “rebelião” de alguns partidários que defendem o racha com o PT. As lideranças que apoiam a manutenção da “parceria” querem garantias de ministérios de maior relevância e com mais apelo popular e mais espaços nas decisões importantes, isso no caso de uma eventual reeleição de Dilma.
Em Rio Branco a convenção do partido acontece dia 22 deste mês. O deputado Chagas Romão foi a Brasília participar da reunião da executiva nacional e disse que o partido deverá continuar apoiando as ações de Dilma Roussef.

O prefeito de Cruzeiro do Sul, Vagner Sales, disse ainda que vai conversar com o vice-presidente Michel Temer, para definir seu apoio.

Durante o final de semana, o presidente da Câmara dos Depuatdos, Henrique Alves (PMDB/RN), deu o tom de como o partido irá posicionar. “Em 2015, queremos um espaço mais justo, que enseje maior colaboração do PMDB e maior participação nas políticas públicas. As principais pastas estão nas mãos do PT e são elas também as principais vias para executar políticas públicas”, disse.

Já na manhã de ontem, Henrique Alves mudou o tom da conversa sobre eventuais barganhas de maior espaço dentro do governo e a ocupação de ministérios com mais apelo social, “Vamos primeiro ganhar a eleição”.

Comentários