fbpx
Conecte-se conosco

Cotidiano

Acreanão de Futebol Escolar Feminino acontece neste sábado, dia 25, no Bujari

Publicado

em

O Campeonato Acreano Escolar de Futebol Feminino, promovido pela Federação Acreana de Desporto Escolar (FADE), acontece no próximo sábado, dia 25, a partir das 8 horas, no Estádio Categão, no município do Bujari, a 18 quilômetros da capital Rio Branco. O Colégio Militar Dom Pedro II, de Rio Branco, vai enfrentar a Escolar Pública São João Batista, do Bujari.

O campeonato estadual ocorrerá em partida única, ou seja, quem vencer leva a melhor e vai representar o Acre no Campeonato Brasileiro Escolar de Futebol de Campo Feminino, que ocorrerá de 23 a 30 de abril, em Palmas, no Estado do Tocantins, reunindo as melhores equipes de futebol escolar feminino do país, sendo uma seleção de cada estado brasileiro, num total de 27 seleções estaduais.

O Gerente Técnico da FADE, professor Wedson Pessoa Coelho, explica que o evento, além de fomentar a prática do futebol de campo nas escolas públicas, é um marco nas atividades da Entidade Desportiva, uma vez que ocorrerá pela primeira vez em quatro competições nacionais já realizadas. Antes, explica, o Acre apenas indicava uma equipe escolar interessada em representar o estado acreana.

“A gente precisa deixar muito claro que a FADE está cumprindo o seu papel, e está planejando um evento com o nível técnico necessário. As duas equipes estão se preparado há várias semanas, e certamente teremos uma partida bastante disputada no próximo sábado. O nosso campeonato é 100% gratuito, e as duas equipes vão jogar para vencer e tornar-se a seleção acreana brasileirão escolar”, explica o gerente técnico.

Para isso, a Federação Acreana de Desporto Escolar vai garantir passagens aéreas para 18 estudantes-atletas e um técnico, além da hospedagem, alimentação e transporte interno da seleção acreana na competição. Tudo a zero custo para as escolas, pais ou professores. Em contrapartida, os professores-técnicos treinarão os estudantes sem qualquer custo financeiro adicional.

“Essa é uma forma de encontrar os talentos espalhados pelas nossas escolas, mas, mais que isso, de valorizar estudantes-atletas e seus técnicos, os professores que dão o suor diário acreditando nessa garotada. Decidimos realizar no Estádio Categão, no Bujari, porque o prefeito Padeiro topou ser parceiro nesse projeto. Estamos avaliando inclusive transmitir ao vivo a partida, agregando ainda mais valor a esse campeonato”, destaca o presidente da FADE, João Renato Jácome.

FORTALECENDO PARCERIAS – A Federação Acreana de Desporto Escolar (FADE) não visa lucros, mas o investimento necessário no setor, e planeja aplicar em 2023, quase R$ 200 mil na execução de competições esportivas e qualificação de profissionais que atuam no desporto escolar local. Além disso, a FADE está adquirindo mais de R$ 150 mil em materiais esportivos de 15 modalidades, incluindo equipamentos eletrônicos.

Isso reforça a importância das parcerias que garantem, por meio de repasses financeiros à Federação, a garantia da realização de parte das atividades previstas no calendário da Entidade de Administração do Desporto Escolar. Neste ano, a FADE pretende realizar mais de 10 competições -incluindo campeonatos e torneios, além de cursos de arbitragem e clínicas de atualização.

As parcerias com o Governo do Acre, e com as Prefeituras, que já existiam na FADE, serão todas mantidas e ampliadas à medida de suas possibilidades. O calendário da FADE já está em execução, e começou com o I Open de Desporto Escolar, que ocorreu no mês de janeiro último, atingindo mais de 250 estudantes-atletas e 35 escolas públicas e privadas, de oito municípios acreanos, mesmo com as férias escolares.

Com o resultado do Open, considerado um sucesso, a FADE acredita que a tendência natural é que os próximos eventos tenham ainda mais resultados positivos. Vale lembrar que todas as atividades têm o apoio integral da Confederação Brasileira do Desporto Escolar (CBDE), por meio do Programa de Apoio às Federações (PAF). O Acreanão de Futebol tem a Supervisão Técnica da Federação de Futebol do Acre (FFAC).

Comentários

Continue lendo

Cotidiano

Fórum “Agricultura em Debate: Por que plantar cacau” reúne cerca de 250 participantes

Publicado

em

Fortalecimento da cadeia produtiva do cacau é uma das prioridades no projeto de Bioeconomia do Sebrae

Abordando os principais desafios e oportunidades da cadeia produtiva do cacau no estado do Acre, o Sebrae e a Secretaria de Estado de Agricultura (Seagri) reuniram cerca de 250 participantes durante o fórum “Agricultura em debate: Por que plantar cacau?”, nesta quarta-feira (17), em Rio Branco.

A criação de estratégias para fortalecer as cadeias produtivas no Acre foi tema principal do debate, subsidiando decisões dos setores público e privado, visando identificar os investimentos necessários para consolidar a cadeia cacaueira.

O presidente do Conselho Deliberativo do Sebrae no Acre e da Federação da Agricultura do Acre (FAEAC), Assuero Veronez, destaca que o Acre tem vocação para expandir a produtividade do cacau. “Temos produtos com potencial para alcançar o mercado mundial e para isso precisamos agregar valor ao cacau e melhorar a renda do produtor rural. As parcerias são importantes, e as instituições têm que estar inseridas nesse processo para que o desenvolvimento aconteça.”

“Das dez origens de cacau no mundo, nós somos uma, é uma cadeia que com certeza, vem muito forte. Estamos fazendo esse debate para ouvir o produtor e a produtora, buscar as informações que precisamos, porque sem eles nós não vamos avançar. Na minha avaliação, a cultura do cacau vai despontar muito no estado, porque nós somos um centro de origem, então tem tudo para dar certo”, declarou o secretário de Agricultura, José Luiz Tchê.

Diversos temas de relevância foram abordados durante o seminário, como: Estratégias de desenvolvimento da cacauilcultura no Acre; Desafios econômicos, sociais e ambientais da cacauicultura amazônica; cenários e oportunidades de negócios na cadeia produtiva do cacau, entre outros.

Para o diretor técnico do Sebrae, Kleber Campos, as cadeias produtivas da região devem ser trabalhadas de forma diferenciada. “Nós temos muito ativo florestal da nossa Amazônia, então temos que visar mercados diferenciados, que possam pagar mais pelos produtos. A cadeia do cacau está como prioritária em nosso projeto de Bioeconomia, que prevê um fortalecimento da governança e a partir daí vem vários aspectos de negócios, não só dos produtores, mas das empresas que estejam envolvidas nessas cadeias”.

O evento contou com a participação de produtores, empreendedores, cooperativas, técnicos e estudantes. Contou ainda com os parceiros Ministério da Agricultura e Pecuária (MAPA), Comissão Executiva do Plano da Lavoura Cacaueira (Ceplac), Governo do Estado do Pará, Embrapa, Senar, Funtac e Sistema OCB/AC.

Comentários

Continue lendo

Cotidiano

Pilar, filha de Fernanda Paes Leme faz três meses e ganha festa para celebrar: ‘Cocó’

Publicado

em

Por

A primeira filha de Fernanda Paes Leme, Pilar, colpetou três meses de vida e ganhou uma festa em casa para comemorar a data. O tema escolhido para a festa foi galinhas d’angola, ou “cocó”, de acordo com a apresentadora.

A atriz também deu um spoiler do visual da pequena para a comemoração. “Bom dia, mesversário da Pilar e o tema é cocó. Vou usar minha coleção [de galinhas de cerâmica]. Ela já tinha um look do tema e uma amiga criativona vai me ajudar a montar a festa. Aguardem”, avisou.

Adepta das festas simples em casa, a apresentadora faz questão de comprar um bolo decorado para cada mês da herdeira. O primeiro mesversário de Pilar não teve tema, mas contou com decorações de flores e bandeiras de crochê. Já a segunda festa foi temática de cogumelos e a família se derreteu pelos sapatos de cogumelo da bebê.

Fonte: TOP FAMOSOS

Comentários

Continue lendo

Cotidiano

Visitante e interceptada ao tenta entrar em presídio com maconha nas partes íntimas

Publicado

em

Uma visitante foi interceptada tentando introduzir drogas nas dependências da penitenciária através de um método arriscado: escondendo 73 gramas de maconha em suas partes íntimas.

A descoberta ocorreu durante um rigoroso procedimento de revista realizado com o auxílio do aparelho Body Scan, utilizado para detectar itens proibidos. Foto assessoria

Na tarde desta quarta-feira, 17 de julho, uma cena foi registrada na Unidade Penitenciária Manoel Neri da Silva, localizada em Cruzeiro do Sul, região do Juruá. Uma visitante foi interceptada tentando introduzir drogas nas dependências da penitenciária através de um método arriscado: escondendo 73 gramas de maconha em suas partes íntimas.

A descoberta ocorreu durante um rigoroso procedimento de revista realizado com o auxílio do aparelho Body Scan, utilizado para detectar itens proibidos. Diante da gravidade do flagrante, a mulher foi prontamente conduzida à Delegacia Geral de Polícia Civil, onde enfrentará as devidas consequências legais pelo seu ato ilícito.

O Instituto de Administração Penitenciária (Iapen) não divulgou informações sobre o grau de parentesco da visitante com o detento que receberia a visita, tampouco o bloco onde o preso está alojado. A identidade da mulher e outros detalhes pertinentes estão sob investigação pela Delegacia Geral de Polícia Civil de Cruzeiro do Sul.

Diante da gravidade do flagrante, a mulher foi prontamente conduzida à Delegacia Geral de Polícia Civil, onde enfrentará as devidas consequências legais pelo seu ato ilícito. Foto assessoria

Comentários

Continue lendo