Conecte-se conosco

Flash

Acre se aproxima de 130 mil famílias assistidas e é o quarto estado da Região Norte com mais beneficiados pelo Auxílio Brasil

Publicado

em

Somados, Acre, Amapá, Amazonas, Pará, Rondônia, Roraima e Tocantins terão mais de 2,5 milhões de famílias apoiadas em setembro. Valor do médio do benefício pago no Acre é de R$ 628,56, o maior do país

O Acre é o quarto estado da Região Norte com mais famílias beneficiadas pelo Auxílio Brasil em setembro. Desde agosto, 3.172 moradores do estado entraram no cadastro do programa e, com isso, o número total de contemplados chegou a 128.729 neste mês. Pará (1,3 milhão), Amazonas (585.137) e Tocantins (156.090) são os representantes do Norte com mais famílias beneficiadas.

A Região Norte é a terceira do país mais assistida pelo programa. Desde agosto, 68.145 novas famílias passaram a fazer parte do programa. Com isso, somadas todas as famílias do Acre, Amapá, Amazonas, Pará, Rondônia, Roraima e Tocantins, o Auxílio Brasil beneficiará mais de 2,4 milhões de pessoas neste mês, de todos os 450 municípios do Norte, totalizando repasses que ultrapassam R$ 1,4 bilhão.

Acre se aproxima de 130 mil famílias assistidas e é o quarto estado da Região Norte com mais beneficiados pelo Auxílio Brasil

Somados, Acre, Amapá, Amazonas, Pará, Rondônia, Roraima e Tocantins terão mais de 2,5 milhões de famílias apoiadas em setembro. Valor do médio do benefício pago no Acre é de R$ 628,56, o maior do país

O Acre é o quarto estado da Região Norte com mais famílias beneficiadas pelo Auxílio Brasil em setembro. Desde agosto, 3.172 moradores do estado entraram no cadastro do programa e, com isso, o número total de contemplados chegou a 128.729 neste mês. Pará (1,3 milhão), Amazonas (585.137) e Tocantins (156.090) são os representantes do Norte com mais famílias beneficiadas.

A Região Norte é a terceira do país mais assistida pelo programa. Desde agosto, 68.145 novas famílias passaram a fazer parte do programa. Com isso, somadas todas as famílias do Acre, Amapá, Amazonas, Pará, Rondônia, Roraima e Tocantins, o Auxílio Brasil beneficiará mais de 2,4 milhões de pessoas neste mês, de todos os 450 municípios do Norte, totalizando repasses que ultrapassam R$ 1,4 bilhão.

Demais regiões

Todas as 27 Unidades da Federação apresentaram aumento no número de famílias atendidas pelo programa em relação a agosto. O Nordeste lidera, com 9,5 milhões de beneficiários e mais de R$ 5,7 bilhões em recursos transferidos.

A segunda região com maior número de atendidos é o Sudeste, onde as famílias contempladas cresceram em 155.591 neste mês, passando de 5,9 milhões para 6,1 milhões.

Na sequência, depois do terceiro lugar ocupado pela Região Norte, vem a Região Sul, onde o número de contemplados saltou de 1,340 milhão em agosto para 1,376 milhão em setembro, após o ingresso de 36.294 no programa.

Por fim, na Região Centro-Oeste 35.397 novas famílias passaram a ser atendidas pelo Auxílio Brasil em setembro, o que fez o número de beneficiários passar de 1,053 milhão em agosto para 1,089 milhão.

Pelos estados

A Bahia é a Unidade da Federação com maior número de famílias contempladas pelo Auxílio Brasil em setembro. O estado registrou um acréscimo de 49.449 famílias no programa e, com isso, o número de atendidos passou de 2,4 milhões de beneficiários no mês passado para 2,5 milhões neste mês.

Oito estados brasileiros terão mais de um milhão de famílias atendidas pelo Auxílio Brasil em setembro. Depois da Bahia, São Paulo (2,4 milhões de famílias), Rio de Janeiro (1,7 milhão), Pernambuco (1,6 milhão), Minas Gerais (1,5 milhão), Ceará (1,4 milhão), Pará (1,3 milhão) e Maranhão (1,2 milhão) são os estados com maior número de beneficiários e os únicos com mais de um milhão de famílias atendidas neste mês.

Na outra ponta, Tocantins (156.090), Distrito Federal (146.903), Acre (128.729), Rondônia (120.760), Amapá (119.550) e Roraima (64.851) são os estados com o menor número de contemplados, os únicos no Brasil com menos de 200 mil famílias atendidas.

Quem tem direito?

O Auxílio Brasil é voltado a famílias em situação de extrema pobreza, situação de pobreza; e também a famílias em regra de emancipação. Em situação de extrema pobreza estão as famílias que possuem renda familiar mensal per capita de até R$ 105,00. Já aquelas em situação de pobreza têm renda familiar mensal per capita entre R$ 105,01 e R$ 210,00.Como ter acesso ao benefício?

As famílias que preencherem os requisitos para ter acesso ao Auxílio Brasil devem estar inscritas no Cadastro Único (CadÚnico). A inscrição pode ser feita neste endereço eletrônico, disponível aqui.

Depois de ser incluído no Cadastro Único, o interessado precisa confirmar os dados em uma entrevista presencial que será realizada em um Centro de Referência da Assistência Social (CRAS) das prefeituras.

Comentários

Flash

Dois chilenos são presos por briga e por causarem congestionamento na ponte entre Brasiléia e Epitaciolândia

Publicado

em

Dois chilenos que ficavam em uma casinha de ponto de ónibus foram encaminhado pelos PMs para o 10 Batalhão de Polícia Militar por brigarem e causarem congestionamento sob a ponte que interliga os municípios de Brasiléia e Epitaciolândia.

De acordo com as informações e videos feito por populares que passavam no local, os gringos estavam com sintomas de embriagues e trocavam socos por pelo menos 40 minutos com intervalos.

Quando passado um dos intervalos, os dois voltaram a se bater, só que não se deram conta que no momento havia um veiculo da Policia Militar que ia rumo a Epitaciolândia e de imediato apreendeu os dois e encaminhou para a delegacia.

O caso deve ser analisado pelo delegado do municipio, os cidadãos não possuem documentos e são estrangeiro, ainda não foi possível identificar seus nomes.

Ambos tiveram ferimentos nas narinas e cabeça mas passam bem.

Veja os videos:

Comentários

Continue lendo

Flash

Polícia boliviana prende dois Brasileiros envolvido nos roubos da cidade de Cobija-Pando

Publicado

em

O Departamento de Análises Criminal e Inteligencia (D.A.C.I) da Bolívia, apreendeu neste ultimo  Domingo, 29, dois delinquentes envolvidos nos assaltos contínuos que ocorrem na cidade vizinha do Acre, Cobija.

Os mesmos estavam sob a posse de uma Pistola e estava sendo acusados por assalto cometido na rua Otto Felipe Braun em frente ao mercado central de Cobija e no bairro Nazaria Rua Manuripi no dia 26 de janeiro deste ano.

Ambos os sujeitos detidos são identificados como “D. W. P. DA S. ” E “C. DE S. C. ” de nacionalidade brasileira.

Os apreendidos foram encaminhados ao Ministério Público do pais pela suposta comissão dos crimes de posse, porte e portação de arma de fogo incluindo roubo agravado que serão julgado conforme a lei boliviana.

 

Fontes: Comando da policia de pando e La Voz del Norte

Comentários

Continue lendo

Flash

Sociedade segura é sociedade próspera, diz Coronel Ulysses

Publicado

em

O deputado eleito Coronel Ulysses (UB) reiterou esta semana, em Brasília, seu compromisso com a segurança pública no Estado, ”já que representa a proteção da própria cidadania”. Por isto mesmo, reafirmou seu empenho com a valorização, fortalecimento e modernização das polícias Militar, Civil, Penal, Corpo de Bombeiros e Socio Educativo do Acre ,”forças que, em sintonia e de forma complementar, trabalham pela defesa da pessoa e do patrimônio”.

Um dos fundadores do COE(Comandos e Operações Especiais), Bope(Batalhão de Operações Policiais Especiais) e Gefron (Guarda Especial de Fronteira) no Estado, Coronel Ulysses lembrou que toda sua carreira pública militar “se confunde com a defesa intransigente da sociedade e seus valores num combate sem tréguas à criminalidade”. E destacou que segurança pública, “vai ao encontro de uma das maiores reivindicações da sociedade acreana durante a campanha.“O povo clama por segurança, paz e tranquilidade”, afirmou.

“Envidarei todo esforço necessário para buscar Recursos para a Segurança no Estado”.

O Deputado eleito salientou que as forças de segurança no Acre “tem todo um histórico de luta pela comunidade e em defesa da sociedade. Nada mais justo, portanto, que tenha um representante de seus legítimos interesses na Câmara Federal”. Ele afirmou que visa alocar recursos para que as corporações garantam meios indispensáveis para a proteção do cidadão, seus bens e seus direitos. “Os recursos deverão ajudar na formação de um contingente necessário e o devido aparelhamento das instituições. Vamos ainda lutar para prover os agentes da segurança de uma remuneração mais digna e justa”.

Trabalho Parlamentar x Criminalidade

Enquanto parlamentar, o Coronel Ulysses pretende também dedicar-se ao combate naquilo que considera CRISE DE CRIMINALIDADE, algo que vem sendo vivenciado no Brasil nos últimos 30 anos.A intenção, segundo o deputado eleito, é chamar a atenção à fragilidade da atual legislação penal existente e a atuação danosa dos Tribunas Superiores em decisões pró-crime em virtude da omissão do Legislativo.

 “Quero ainda enfatizar a ideia distorcida existente em muitos ambientes acadêmicos que apresentam o criminoso muitas vezes como vítima de uma sociedade injusta, quando na verdade a inclinação pelo crime é uma escolha pessoal ,‘resultante da opinião deturpada que, no Brasil, o crime compensa.’”, salientou.

No mesmo sentido, o deputado eleito quer, no Parlamento, desmascarar a farsa que o Brasil promove encarceramento em massa , “quando na verdade apenas 1/5 dos criminosos levados ao Judiciário são submetidos minimamente à custódia do Estado, enquanto os demais são beneficiados pela ‘benevolência’ do nosso Código Penal”. Coronel Ulysses deseja ainda mapear a condição atual de alguns indivíduos que cometeram crimes violentos intencionais e comparar as condições dos familiares das vítimas, “num trabalho que promete surpreender “.

Sociedade próspera

Por fim, o Coronel Ulysses destacou que todo seu histórico militar fez compreender que a segurança pública é capaz de propiciar uma sociedade saudável, onde o trabalho preventivo prevalece as ações meramente repressivas. ”Meu esforço parlamentar visa, fundamentalmente, a proteção das pessoas, o cumprimento das leis e o combate à criminalidade. Afinal, sociedade segura é sinônimo de sociedade próspera.”, concluiu.

Comentários

Continue lendo

Em alta