Agentes da Polícia Rodoviária Federal (PRF) prenderam duas mulheres sob acusação de tráfico de drogas na noite de terça-feira (28), em Rio Branco.

As autoras afirmaram que estavam levando os ilícitos para um desconhecido, e que ao chegarem em Rio Branco seriam contatadas e entregariam a encomenda, que disseram não conhecer nem quem entregou e nem quem iria receber.

Segundo informações da Operação Hórus, policiais militares do grupo GEFRON e os agentes da PRF realizavam fiscalização de rotina em um dos ônibus da empresa Transacreana quando encontraram dois carregamentos de droga, totalizando 11,6 quilos de entorpecente.

Ao identificar os proprietários das caixas onde a droga estava escondida, foi constatado que se tratava de duas mulheres da mesma família.

Aos policiais, uma delas confessou que foi contratada por um boliviano para levar a droga de Brasiléia até Rio Branco.

“As autoras afirmaram estar levando os ilícitos para um desconhecido e que ao chegarem em rio branco seriam contactadas e entregariam a encomenda, que disseram não conhecer nem quem entregou e nem quem ia receber”, diz a polícia.

As duas receberam voz de prisão e foram conduzidas à superintendência da Polícia Federal em Rio Branco onde ficarão à disposição da Justiça.

Policiais militares do grupo GEFRON e os agentes da PRF realizavam fiscalização de rotina em um dos ônibus da empresa Transacreana quando encontraram dois carregamentos de droga, totalizando 11,6 quilos de entorpecente.

Uma das suspeitas aparentava estar gravida, mas se tratava de um outro invólucro que estava envolto em seu corpo. A suspeita estava vindo da cidade de Xapuri, mas trazia o entorpecente da cidade de Brasiléia. De acordo com ela, teria recebido de um boliviano para trazer até Rio Branco. Perguntada se estava com mais alguém, informou que estava com sua sobrinha, que também estava levando entorpecentes. Na mochila carregada pela última, outro invólucro foi encontrado. As autoras afirmaram que estavam levando os ilícitos para um desconhecido, e que ao chegarem em Rio Branco seriam contatadas e entregariam a encomenda, que disseram não conhecer nem quem entregou e nem quem iria receber.

As envolvidas com todos os seus pertences foram conduzidas ao posto da PRF para confecção de boletins de ocorrência. Posteriormente, foram conduzidas à delegacia de Polícia Federal para os procedimentos cabíveis.

O peso da droga é, aproximadamente, 11,667 kg (onze quilos seiscentos e sessenta e sete gramas).

De acordo com a Segurança Pública, o prejuízo ao crime é de R$ 75.835,00.

Comentários