fbpx
Conecte-se conosco

Geral

URGENTE: barco com 40 pescadores naufraga em rio do interior do Acre

Publicado

em

Os pescadores haviam deixado o município em busca de sacar o Seguro Defeso, em uma agência da Caixa Econômica Federal

Neste domingo (17), um barco com cerca de 40 pescadores, que havia partido de Eirunepé, interior do Amazonas, naufragou no Rio Envira, próximo ao município de Feijó, no Acre. As informações foram divulgadas pelo site Radar Amazônico.

Segundo informações, os pescadores haviam deixado o município em busca de sacar o Seguro Defeso, em uma agência da Caixa Econômica Federal.

Na volta para Eirunepé, o barco com os pescadores acabou batendo em um toco de árvore no rio, por conta da estiagem e naufragou. No momento, os tripulantes pularam do barco e conseguiram ser resgatados horas depois.

Embora nenhum tenha tido ferimentos graves, todos perderam os documentos e os valores recebidos do benefício proposto pelo Governo Lula.

Comentários

Continue lendo

Geral

Morte no presídio: Acusado por assassinato de colega de cela é indiciado por homicídio

Publicado

em

André Carlos foi indiciado pelo assassinado do colega de cela.

O detento André Carlos da Silva Saldanha, foi indiciado pelo assassinado do colega de cela Oceu Rocha Martins de 41 anos.

O crime aconteceu na madrugada de quarta-feira, 29, na cela “2”, do pavilhão 3, do Presídio de Segurança Máxima Antônio Amaro Alves.

Durante o interrogatório André Carlos da Silva permaneceu em silêncio, quando questionado sobre as circunstâncias do crime.

Ele respondeu apenas, que por volta das 5h25 da manhã de quarta-feira, ao acordar observou que Oceu estava com o rosto dentro do vaso sanitário.

Oceu estava com o rosto dentro do vaso sanitário já sem vida.

Logo em seguida teria puxado o colega de cela pela camisa e acionou os policiais penais.

A vítima Oceu Martins apresentava sangramento na boca, afundamento no crânio, e lesões pelo corpo, segundo a polícia.

Nesta quinta-feira, 30, André Carlos vai passar por audiência de custódia, no Fórum Criminal.

O acusado tem mais de 100 anos de pena a cumprir. Está há 17 anos preso pela prática de vários crimes, entre eles, latrocínio.

Comentários

Continue lendo

Geral

Casal assassinado: criminoso matou ex-mulher friamente a tiros, quando ela segurava a filha no colo

Publicado

em

O acusado chegou a enviar mensagens para a vítima antes do crime acontecer, afirmando que tinha bens e deixaria a filha do casal em boas condições caso alguma coisa acontecesse.

Railson relatou que não sabia que Vinicius iria matar a ex-esposa e que foi chamado pelo assassino apenas para acompanhá-lo para que ele pudesse ver sua filha. 

Durante coletiva de imprensa na manhã desta quinta-feira (30), a Polícia Civil deu detalhes sobre o que já apurou sobre os assassinatos de Jaiane Lemos de Souza Neto, 27 anos e Everaldo Oliveira Santos, 34 anos, mortos friamente pelo ex-esposo dela, Vinícius Wallace. O criminoso e o comparsa dele, Railson F.S, foram presos no dia anterior. Aos policiais, o marginal disse que falaria apenas em juízo. Já Railson alegou que não sabia que o amigo iria cometer os crimes.

De acordo com a delegada responsável pelo caso, Jaine estava com a filha no colo, quando foi assassinada a tiros.

Segundo a Polícia, Vinicius já havia ameaçado a vítima de morte, caso encontrasse ela com outra pessoa.

O acusado chegou a enviar mensagens para a vítima antes do crime acontecer, afirmando que tinha bens e deixaria a filha do casal em boas condições caso alguma coisa acontecesse.

Antes de invadir a casa da ex-esposa, Vinicius teria passado algumas horas em uma conveniência ingerindo bebida alcoólica com o comparsa Railson, o que foi confinado por câmeras de segurança do estabelecimento.

Railson relatou que não sabia que Vinicius iria matar a ex-esposa e que foi chamado pelo assassino apenas para acompanhá-lo para que ele pudesse ver sua filha.

Segundo a delegada responsável pelo caso, Railson sabia que Vinicius tinha arma e que estava armado no dia que praticou o crime.

Comentários

Continue lendo

Geral

Em liberdade: Cantor sertanejo ganhou a liberdade após ser preso por não pagar pensão alimentícia 

Publicado

em

Hangell Borges de 35 anos, preso por não pagar pensão alimentícia, ganhou a liberdade na tarde de quarta-feira, 29.

O cantor sertanejo, foi preso na madrugada do último sábado, 25, ao chegar em boate para fazer uma apresentação.

Ele teve prisão preventiva decretada por não pagar a pensão alimentícia da filha de 8 anos de idade. O valor R$ 27.789, 84.

Dois dias após a prisão familiares e amigos de Hangell fizeram uma “vaquinha virtual” para arrecadar dinheiro.

De acordo com informações, o advogado do cantor teria pago uma parte da dívida e feito um acordo para quitar o restante.

A partir daí, a Justiça do Acre expediu o alvará de soltura de Hangell.  Detalhes não foram revelados, já que o processo corre em segredo de justiça.

Comentários

Continue lendo