Conecte-se conosco

Acre

Resex Chico Mendes lidera queimadas em unidades de conservação na Amazônia

Publicado

em

Por Edmilson Ferreira

A Reserva Extrativista Chico Mendes lidera o ranking de Unidades de Conservação Federal da Amazônia Legal com maior número de focos de incêndio entre os dias 1º e 20 de setembro, de acordo com dados da plataforma BD Queimadas do Inpe.

Além de aparecer em primeiro lugar na lista, com 414 focos, a Resex Chico Mendes está muito à frente da Floresta Nacional do Jamanxin, no Pará, que aparece em segundo lugar com 268 focos.

Ícone do legado deixado pelo líder seringueiro Chico Mendes, a Resex que leva seu nome sofre há anos com desmatamento, queimadas e invasão de terras para avanço da atividade agropecuária.

Outras seis Unidades de Conservação do Acre aparecem na lista: Resex do Alto Juruá (com 104 focos), Parque Nacional da Serra do Divisor (56 focos), Resex do Alto Tarauacá (52 focos), Resex Riozinho da Liberdade (34 focos), Resex do Cazumbá-Iracema (17 focos) e Floresta Nacional de Santa Rosa do Purus (16 focos).

Nesse cenário de ameaças, o Acre aparece em 4º lugar entre os estados com maior incidência de queimadas, com 5.043 focos de incêndio em setembro de 2022, atrás apenas do Pará (9.065), do Mato Grosso (7.348) e do Amazonas (6.106). Chama a atenção o fato de que, territorialmente, o Acre é muito menor do que esses Estados e, no entanto, aparece com alto índice de queimadas.

Os dados demonstram a situação de fragilidade dos órgãos de fiscalização e controle de desmatamento e queimadas e a vulnerabilidade de áreas protegidas em um contexto de retrocesso ambiental, marcado por impactos ambientais e pela pressão do agronegócio.

(SOS Amazônia)

Comentários

Acre

Polícias cumprem 15 ordens judiciais contra integrantes de facção criminosa no interior do Acre

Publicado

em

Operação ‘Juruá II’ foi deflagrada nesta quinta-feira (2) pela força-tarefa da Segurança Pública do estado.

Operação ‘Juruá II’ foi deflagrada nesta quinta-feira (2) pela força-tarefa da Segurança Pública do estado — Foto: Arquivo/PF

Operação ‘Juruá II’ foi deflagrada nesta quinta-feira (2) pela força-tarefa da Segurança Pública do estado — Foto: Arquivo/PF

A força-tarefa de Segurança Pública no Acre deflagrou nesta quinta-feira (2) a “Operação Juruá II” contra integrantes de uma facção criminosa em Cruzeiro do Sul, no interior do Acre. Ao todo, foram cumpridos 15 mandados judiciais, sendo 10 de prisão preventiva e cinco de busca e apreensão. As ordens judiciais foram expedidas pela Vara de Delitos de Organizações Criminosas de Rio Branco.

Mais de 30 policiais federais, civis e militares participaram do cumprimento dos mandados.

Conforme a Segurança Pública, as investigações começaram em setembro de 2021, quando foi deflagrada a Operação Juruá I, quando dezenas de integrantes de organização criminosa foram presos e várias provas sobre a participação de outras pessoas foram apreendidas.

Os alvos da operação devem responder pelo crime de integrar organização criminosa, com penas que podem chegar a 13 anos de prisão.

Comentários

Continue lendo

Acre

MP investiga possível esquema de adulteração de combustíveis transportados para o Acre pela BR

Publicado

em

Combustíveis seriam adulterados com água ao longo de pontos na BR-364. Denúncia foi feita em agosto do ano passado e o MP-AC decidiu prorrogar as investigações.

 

O Ministério Público do Acre (MP-AC) prorrogou as investigações sobre a existência de um possível esquema de adulteração de combustíveis transportados para o estado. A apuração começou com uma notícia fato em agosto de 2022 e agora foi instaurado um procedimento preparatório.

Conforme a denúncia, os combustíveis seriam adulterados com água em pontos estratégicos ao longo da BR-364. Três transportadoras são citadas no documento. A reportagem não conseguiu contato com os representantes das empresas.

“Consta ainda que o esquema funciona, em tese, com diversos pontos de restaurantes e borracharias instalados na BR-364, sendo utilizados como fachada para retirar e armazenar combustíveis, com a finalidade de reabastecer veículos com água na proporção do combustível retirado”, diz parte do documento.

O procedimento foi instaurado pela Promotoria Especializada de Defesa do Meio Ambiente da Bacia Hidrográfica do Juruá do MP-AC. Na denúncia não é especificado há quanto tempo o esquema sendo feito.

“Expirou o prazo de tramitação, sendo necessários, entretanto outros atos investigatórios para orientar a tomada de decisão pelo membro do Parquet”.

Comentários

Continue lendo

Acre

Secretaria de Administração do Acre abre inscrições para processo seletivo de estágio

Publicado

em

Inscrições são gratuitas e podem ser feitas até o dia 24 de fevereiro no site do CIEE.

 

A Secretaria de Estado de Administração do Acre lançou processo seletivo para contratação de estagiários. As inscrições são gratuitas, começam no próximo dia 10 e vão até o dia 24 de fevereiro pelo site do Centro de Integração Empresa-Escola (CIEE).

As vagas são destinadas para estudantes de nível superior nos cursos de ciências contábeis, economia, direito, administração, enfermagem, análise de sistemas, sistemas de informação, recursos humanos, saúde coletiva, dentre outros.

O estagiário aprovado vai receber uma bolsa-auxílio no valor de R$ 420,00, no caso de contrato de 4 horas diárias, e R$ 630,00 para 6 horas diárias. O auxílio-transporte é de R$ 154,00 por mês, totalizando R$ 7,00 por dia de estágio.

Podem participar do processo seletivo:

 

  • Estudantes regularmente matriculados em instituições de ensino públicas ou privadas, com frequência efetiva nos cursos de nível superior, reconhecidos pelo Ministério da Educação.
  • Brasileiro ou estrangeiro com visto de permanência no país;
  • Estar em dia com as obrigações eleitorais, quando maior de 18 anos e das obrigações militares, quando do sexo masculino maior de 18 anos;
  • Na data de início do estágio supervisionado, o estudante deve ter idade mínima de 16 anos completos

 

O estudante também pode tirar dúvidas através do atendimento via WhatsApp do CIEE no número: (11) 3003-2433.

Comentários

Continue lendo

Em alta