fbpx
Conecte-se conosco

Flash

Falsa farmacêutica com “carinha de anjo” é presa na Fundação Hospitalar do Acre

Publicado

em

Poliana foi nomeada como farmacêutica do setor de Nefrologia da Fundação no dia 31 de janeiro de 2019, com salário de pouco mais de R$ 3 mil.

Apesar de ter cursado Farmácia em uma universidade particular de Rio Branco, Poliana não concluiu a graduação e nem tinha registro junto ao CRF, que é obrigatório para atuação do profissional farmacêutico.

Por Sandra Assunção

Poliana Moreira de Araújo foi presa em flagrante pela Polícia Civil do Acre na manhã desta quinta-feira, 23, acusada de cometer exercício ilegal da profissão.

Ela estava na Fundação Hospitalar, em Rio Branco, no momento da prisão. Poliana é acusada de atuar como farmacêutica no setor de Nefrologia da referida unidade de saúde.

A prisão foi coordenada pelo delegado Pedro Resende e teve acompanhamento da fiscalização do Conselho Regional de Farmácia do Acre (CRF). Apesar de ter cursado Farmácia em uma universidade particular de Rio Branco, Poliana não concluiu a graduação e nem tinha registro junto ao CRF, que é obrigatório para atuação do profissional farmacêutico.

Nas redes sociais de Poliana, há fotos da festa de uma formatura, fato que faz parte da investigação policial. Ela foi nomeada como farmacêutica do setor de Nefrologia da Fundação no dia 31 de janeiro de 2019, com salário de pouco mais de R$ 3 mil.

“Em qualquer área da saúde na verdade, se exige um profissional responsável técnico realmente qualificado. Esperamos que a polícia descubra por que ela foi contratada sem atender as exigências mínimas”.

Ela era responsável pela logística de medicamentos do da Nefrologia, incluindo a hemodiálise para pacientes com problemas renais, pedido e controle e dispensação dos medicamentos. O presidente do CRF no Acre, João Vitor Italiano Braz, conta que o Conselho constatou junto à faculdade que Poliana não concluiu o curso, nem tinha registro profissional expedido pela autarquia, obrigatório para o exercício da profissão nas áreas pública e privada.

Braz destaca que a atuação da profissional não habilitada põe em risco a vida das pessoas. “A Nefrologia é uma área muito delicada e requer bastante qualificação. Os medicamentos usados lá são muitos caros. Em qualquer área da saúde na verdade, se exige um profissional responsável técnico realmente qualificado. Esperamos que a polícia descubra por que ela foi contratada sem atender as exigências mínimas”.

O conselheiro federal Romeu Cordeiro diz que a Secretaria de Saúde do Acre (Sesacre) deve explicar “por que fez a nomeação sem exigir o registro no CRF”.

Comentários

Flash

Prefeitura de Epitaciolândia recebe caçamba, carro pipa e bob-kat do Deracre para limpeza das ruas pós-alagação

Publicado

em

O prefeito Sérgio Lopes acompanhado do Secretária Hiamar Pinheiro, receberam do Governo do estado uma caçamba, um caminhão pipa e um trator tipo Bob-kat para a limpeza das ruas após o nível do rio Acre Baixar.

Mais tarde na Sala de Situação na sede da Secretaria Municipal de Cidadania e Assistência Social, Sérgio Lopes recebeu a visita do Presidente do Deracre Sócrates Guimarães acompanhado do Direto da Saneacre José Araújo, a visita foi para alinhar as ações em parceria com o Governo do Estado no município para limpeza de ruas e remoção de entulhos nos locais onde ocorreu a alagação.

O prefeito por sua vez agradeceu ao govenador pela ajuda.

“Quero agradecer ao Governador Gladson Cameli pelo compromisso em ajudar a prefeitura de Epitaciolândia, estamos atravessando um dos momentos mais difíceis, essa foi a maior cheia de todos os tempos e temos muita coisa a fazer e sem as parcerias seria impossível resolver todos os problemas causados pela cheia. Em nome de toda a população o nosso muito obrigado. ” Disse o prefeito.

 

Comentários

Continue lendo

Flash

Câmara de Brasiléia está trabalhando em busca de ajuda para atingidos pela cheia do rio Acre

Publicado

em

Apesar da sede da Câmara Municipal estar debaixo d’água, devido a grande cheia que iniciou sua vazante nesta quarta-feira, dia 28, os trabalhos dos parlamentares mirins na pessoa do presidente Marquinho Tibúrcio, vêm sendo constantes desde a semana passada, quando iniciou a enchente.

O trabalho de acompanhar e fiscalizar o que o Município vem oferecendo de ajuda aos milhares de desabrigados, que estão espalhados nos 15 abrigos improvisados pela cidade.

Segundo presidente da Casa, Marquinho Tibúrcio, “Nosso trabalho é fiscalizar, apoiar e cobrar das autoridades parlamentares do Estado, principalmente neste momento, quando o rio Acre mais uma vez, deixou milhares desabrigados sem distinção de cor, raça, classe social, entre outros”, destacou.

Marquinho também pontuou que vem acompanhando junto com os pares, a prefeita Fernanda Hassem no apoio a seu importante trabalho colocando a prefeitura à disposição dos atingidos. “Estivemos desde o início da cheia no apoio às pessoas que buscaram ajuda para sair antecipamente de suas casas, já prevendo a subida do nível do rio. Queremos aqui também, agradecer as forças de segurança e Governo do Acre que estão ajudando quem precisa”, disse.

O parlamentar destacou que, com a chegada da vazante, os cuidados devem ser dobrados, uma vez que algumas estruturas das casas estão danificadas, além dos perigos com animais peçonhentos como cobras, aranhas, entre outros. “O trabalho de retorno será muito importante, após a liberação dos moradores para limpar suas residências e comércios, Brasiléia precisará de toda ajuda necessária para seu recomeço”, pontuou Marquinho Tibúrcio.

Comentários

Continue lendo

Flash

Veja Vídeo: Polícia civil resgata corpo de colono vítima de derrubada na zona rural de Brasiléia

Publicado

em

Somente pela parte da manhã desta quinta-feira, dia 29, foi possível levar o corpo de um colono ao Instituto Médico Legal – IML, para a Capital Rio Branco. Identificado como Jorge Lima da Silva Junior, de 27 anos, foi mais vítima fatal quando trabalhava em uma derrubada no meio da mata.

Jorge não resistiu ao golpe que recebeu na cabeça e morreu no local.

O fato ocorreu no final do dia desta quarta-feira, dia 28, no Ramal do Porongaba, com acesso pelo km 05 da BR 317 – Estrada do Pacífico, com mais duas horas de ida e vinda até o local dentro da mata fechada. Jorge estava na companhia de outros trabalhadores realizando uma abertura de estrada.

Segundo foi levantado, no momento em que uma árvore após ser cortada, na queda um dos galhos quebrou e foi em sua direção que estaria nas proximidades. O galho lhe acertou direto na cabeça, fazendo com que caísse ao chão agonizando.

Com a dificuldade de sinal, um dos trabalhadores teve que caminhar por cerca de uma hora até a o final da estrada, para chegar no barracão da Associação que leva o nome do ramal, para poder ter sinal de internet e comunicar da tragédia às autoridades e socorristas.

Somente durante a noite foi possível chegar a equipe da Polícia Civil, onde somente puderam atestar o óbito do colono, para em seguida, improvisar em uma rede com um galho, o resgate do corpo por meio da mata.

O caso está registrado como ‘Morte Acidental’, e o corpo será liberado nas próximas horas aos familiares após exames forenses, para ser velado em sepultado em sua terra natal.

VEJA VÍDEO

Comentários

Continue lendo






Em alta