f700x390-97810_136828_10

Foi informado que o ‘Não’ ganhou com cerca de 52,3% e o ‘SIM’ alcançou 47,7% da preferência eleitoral. Resultados apontam que Evo perdeu em seis dos nove estados do País.

Alexandre Lima, com agências

O Referendo Constitucional que aconteceu na Bolívia neste final de semana, aponta que o “NÃO”, obteve cerca de 51,65% dos votos, de acordo com as empresas Ipsos e Mori, que vem acompanhando as apurações em todo o País.

Ipsos informou que o ‘Não’ ganhou com 52,3% a nível e o ‘Sim’ somou 47,7%. Já a empresa Mori, registrou 51% para o ‘Não’ e 49% para o ‘Sim’. A contagem que vem sendo realizada de forma rápida, aponta vitória em seis dos nove estados.

Na cidade de Cobija, capital de Pando, o resultado foi divulgado muito antes do previsto, apontando que o ‘Não’ ganhou com cerca de 53,1%, contra os 46,9% do ‘Sim’.

Se acredita que o episódio ocorrido na cidade de El Alto neste final de semana, onde simpatizantes do MAS, partido de Evo Morales, terem invadido e ocasionado um incêndio e ocasionou na morte de seis pessoas, pode ter ajudado na derrota.

Foi informado que mais de 6,5 milhões de bolivianos, sendo que 258.990 moram no exterior, participaram do referendo parcial a Constituição Política de Estado (CPE). A votação contra a reforma constitucional, impede que o atual presidente Evo Morales e seu vice, Álvaro Garcia Linera, participem das eleições de 2019.

Morales e Garcia iniciaram a primeira gestão em 2006. A segunda em 2010 e a terceira em 2015. A constituição permite dois mandatos consecutivos e tentavam o quarto, alegando que entre 2006/2010, não se conta porque o Pais foi refundado como Estado Plurinacional somente em 2009.

Contagem rápida de IPSOS

  • La Paz NO 44,1% SÍ 55,9%
  • Santa Cruz NO 58,5% SÍ 41,5%
  • Beni NO 61% SÍ 39%
  • Pando NO 53,1% SÍ 46,9%
  • Oruro NO 49,9% SÏ 50,1%
  • Chuquisaca NO 57,6% SÍ 42,4%
  • Cochabamba NO 47,9% SÍ 52,1%
  • Potosí NO 87,2% SÍ 12,8%
  • Tarija NO 61% SÍ 39%

Contagem rápida de MORI

  • La Paz NO 44% SÍ 56%
  • Santa Cruz NO 58% SÍ 42%
  • Beni NO 60% SÍ 40%
  • Pando NO 56% SÍ 44%
  • Oruro NO 49% SÍ 51%
  • Chuquisaca NO 58% SÍ 42%
  • Cochabamba NO 43% SÍ 57%
  • Potosí NO 59% SÍ 41%
  • Tarija NO 60 SÍ 40%

Comentários