fbpx
Conecte-se conosco

Geral

Estado inaugura reforma da Delegacia de Polícia Civil de Manoel Urbano

Publicado

em

O governo do Acre segue com os investimentos na justiça e segurança pública, com o objetivo de melhorar os serviços da polícia e o atendimento à população.

Na manhã desta sexta-feira, 14, o governador Gladson Cameli inaugurou a reforma da Delegacia de Polícia Civil de Manoel Urbano.

“Ainda vamos realizar muito mais pela Polícia Civil nos próximos quatro anos”. Foto: Marcos Vicentti/Secom

O governador Gladson Cameli elogiou o trabalho da Polícia Civil e garantiu reforçar ainda mais a instituição.

“Desde a gestão anterior, contratamos mais de 3.000 novos servidores efetivos para todas as áreas. Isso mostra o nosso comprometimento com o serviço público. A nossa Polícia Civil muito nos honra com o seu serviço de excelência. Ainda temos muito a fazer por essa instituição nos próximos anos”, frisou o chefe do Executivo.

A estrutura física foi melhorada para atender servidores e munícipes. Foto: Marcos Vicentti/Secom

O secretário de Justiça e Segurança Pública (Sejusp), José Américo Gaia, pontuou o compromisso do governo em reforçar as polícias.

“O governo tem priorizado melhorar o trabalho dos servidores das forças policiais. Esse prédio reformado vai dar mais condições para o trabalho dos policiais. Além disso, reforçamos o efetivo através de concurso público”, disse.

A unidade policial recebeu também novos mobiliários. Foto: Marcos Vicentti/Secom

O delegado-geral de Polícia Civil, José Henrique Maciel, afirma que a estrutura da delegacia foi praticamente reconstruída, pois o prédio há muito tempo não era reformado.

“O governo mostra mais uma vez que está cuidando dos servidores e da população. Mais de R$ 800 mil, em recursos próprios, foram destinados a essa obra. Hoje temos 13 policiais civis aqui em Manoel Urbano. Antes, o efetivo era de nove. Então, é uma melhoria para os moradores dessa região”, observou.

Melhoria no atendimento

Um dos servidores mais antigos da delegacia, Waderson Justino, ressalta a mudança positiva no prédio da delegacia.

Waderson explicou que o prédio antigo não atendia mais a demanda da delegacia. Foto: Marcos Vicentti/Secom

“Quando cheguei, esse prédio era precário, era difícil até fazer o atendimento das pessoas. Recebemos agora um prédio novo. Há algum tempo ganhamos viaturas novas, e novos servidores também chegaram para agregar ao nosso serviço”, disse.

Recém aprovada no último concurso de agente de polícia civil, Hannah Batista conta que o novo cargo mudou a sua vida.

Hannah foi uma das aprovadas no último concurso para agente de polícia civil do Estado. Foto: Marcos Vicentti/Secom

“Eu era apenas estudante, portanto essa aprovação no concurso mudou a minha vida. Cheguei há um mês aqui em Manoel Urbano e o novo prédio vai ser muito importante para melhorar a qualidade de serviço das pessoas”, afirmou.

A sala bem-me-quer vai atender às vítimas de assédio e violência com mais humanidade. Foto: Marcos Vicentti/Secom

Para a delegada de polícia civil do município, Jade Dene, o serviço humanizado vai ser essencial para atender bem a população.

A delegada de Manoel Urbano, Jade Dene, falou sobre a importância do atendimento humanizado na sala bem-me-quer. Foto: Marcos Vicentti/Secom

“A delegacia de polícia é um ponto de referência no município. Temos a sala bem-me-quer, que é uma sala de acolhimento para crianças e mulheres que sofreram abusos. É um local especializado, com pintura diferente do resto do prédio, com brinquedos, para tornar o ambiente mais acolhedor”, explicou.

O que disseram

“Essa é uma reconstrução da delegacia. O governo tem realizado reformas dessa magnitude em todo o estado”
Nicolau Júnior, deputado estadual

“O governo não tem medido esforços para, junto aos parlamentares, melhorar a vida das pessoas”
Luiz Gonzaga, deputado estadual e presidente da Assembleia Legislativa

“O governo é um grande parceiro e vai nos ajudar ainda mais. Quem conhece as condições da delegacia antiga sabe o quão importante essa obra é para nós”
Raimundo Toscano, prefeito de Manoel Urbano.

Comentários

Continue lendo

Geral

Senhores da Droga: quadrilha envia carros recheados de cocaína ao Peru

Publicado

em

Polícia Federal deflagrou a Operação Fast Tracking, em 16 de setembro de 2022, e prendeu dois indivíduos ligados ao transporte do veículo com a droga.

Operação Senhores da Droga para combater o tráfico internacional de drogas em Porto Velho (RO)

Matrópolis

Os investigados poderão responder pelo crime de tráfico internacional de drogas. A pena pode passar dos 20 anos de reclusão

A Polícia Federal (PF) deflagrou, nesta terça-feira (21/5), a Operação Senhores da Droga para combater o tráfico internacional de drogas em Porto Velho (RO). Na ação, dois mandados de busca e apreensão foram cumpridos.

As investigações tiveram início em 2023, após a descoberta de 45 kg de cloridrato de cocaína escondidos em um veículo, durante uma abordagem da Polícia Rodoviária Federal (PRF) em Ji-paraná (RO), em 6 de setembro de 2022.

Diante do fato, a Polícia Federal (PF) deflagrou a Operação Fast Tracking, em 16 de setembro de 2022, e prendeu dois indivíduos ligados ao transporte do veículo com a droga.

Após averiguações, outras quatro pessoas envolvidas no envio do entorpecente foram identificadas, incluindo dois intermediários que disponibilizaram suas contas bancárias para transferências de fundos a uma conta no Peru, supostamente ligada ao entorpecente.

Os investigados poderão responder pelo crime de tráfico internacional de drogas. A pena pode passar dos 20 anos de reclusão.

Comentários

Continue lendo

Geral

Agente demitido da PF preso acusado de matar a própria filha no Acre volta à ativa ao ser inocentado

Publicado

em

O policial chegou a ser preso em 2019 acusado de matar a própria filha de dois meses, o que levou à sua demissão em 2020. Na ocasião, ele foi indiciado junto com sua mãe, avó da criança, por homicídio qualificado.

Agente conseguiu na Justiça a revogação da demissão. E, no ano seguinte, aposentou-se por invalidez, aos 35 anos, alegando não ter condições de saúde para seguir com suas atribuições na PF

Metrópolis 

A Polícia Federal (PF) determinou, no dia de ontem, segunda-feira (20/5), a reintegração do agente Dheymersonn Cavalcante Gracino dos Santos aos quadros da corporação. O policial chegou a ser preso em 2019 acusado de matar a própria filha de dois meses, o que levou à sua demissão em 2020. Na ocasião, ele foi indiciado junto com sua mãe, avó da criança, por homicídio qualificado.

Em 2021, contudo, o agente conseguiu na Justiça a revogação da demissão. E, no ano seguinte, aposentou-se por invalidez, aos 35 anos, alegando não ter condições de saúde para seguir com suas atribuições na PF. Outra reviravolta, ainda maior, estava por vir.

Em fevereiro de 2023, a Justiça do Acre, estado no qual o bebê morreu, decidiu não haver provas para condenar nem Dheymersonn nem a mãe dele. E, com isso, eles foram considerados impronunciados, quando não há sequer julgamento.

No mesmo mês, a PF tornou sem efeito a portaria que aposentava o agente e, em maio do ano passado, a Justiça Federal determinou que ele fosse reintegrado aos quadros da corporação. Dheymersonn, no entanto, manteve a alegação de que não teria condições de saúde para exercer a atividade.

Depois de submeter o agente a uma perícia laboral, a Polícia Federal determinou, esta semana, que Dheymersonn volte a trabalhar na superintendência da instituição no Acre. Ele recebia aposentadoria proporcional de R$ 12 mil por mês e deverá voltar a receber salários integrais no valor de R$ 14 mil.

Comentários

Continue lendo

Geral

Homem é violentamente agredido a golpes de ripas com pregos nas pontas em Rio Branco

Publicado

em

 

Paulo dos Santos Lima, 41 anos, foi violentamente agredido a golpes de ripas com pregos nas pontas, na noite desta segunda-feira (20), na rua 10 de Julho, no bairro Placas, em Rio Branco.

__________________

Segundo informações da polícia, Paulo estava caminhando em via pública quando foi abordado por criminosos que, em posse de ripas que continham pregos nas pontas, começaram a agredir a vítima, que teve um corte profundo na cabeça e vários hematomas nas costas, braços e perna esquerda.

__________________

Mesmo agredido, Paulo ainda conseguiu andar até a frente de uma residência, onde caiu na calçada. Após a ação, os autores do crime fugiram do local.

Criminosos em posse de ripas que continham pregos nas pontas, começaram a agredir a vítima, que teve um corte profundo na cabeça e vários hematomas nas costas, braços e perna esquerda. Foto: capturada 

Moradores encontraram o homem ferido e acionaram o Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu). Uma ambulância básica foi enviada e os paramédicos prestaram os primeiros atendimentos, e encaminharam o paciente ao pronto-socorro de Rio Branco, onde ele foi internado em estado de saúde estável.

Comentários

Continue lendo