Por Raimari Cardoso

O Boletim Covid-19 da Secretaria Municipal de Saúde de Xapuri (Semusa) desta quinta-feira, 6, trouxe menos novos casos de coronavírus com relação ao dia anterior, quando o município teve o seu recorde de confirmações em um único dia desde o início da pandemia – foram 34 casos em 24 horas.

De acordo com os dados divulgados pela Semusa, a média móvel dos últimos 7 dias subiu para 17 casos diários. É o pior momento da epidemia em Xapuri, que além do aumento de casos, teve também a ampliação das internações e de casos graves. As últimas confirmações envolvem mais profissionais ligados à área da saúde.

O secretário de Saúde, Wagner Menezes, disse hoje que apesar dos esforços de fiscalização das equipes do município, existe uma sensação de impotência diante da resistência da população em respeitar as medidas de isolamento social. Esse fato, para ele, é determinante para a situação em que a cidade chegou.

Menezes também lamentou a dificuldade que a Polícia Militar está tendo, em virtude da falta de efetivo, para oferecer um suporte maior às ações dos profissionais de saúde encarregados da fiscalização. Segundo ele, sem esse apoio se torna impossível impor às pessoas o cumprimento das normas.

“Nós não temos autonomia para conter a movimentação que as pessoas fazem em favorecimento à disseminação do vírus. Não podemos entrar em propriedades particulares ou saindo pela beira dos rios impedindo de as pessoas se aglomerarem nas praias ou em suas próprias casas nos fins de semana, principalmente”.

Quando fez a atualização dos dados desta quinta-feira, o prefeito Ubiracy Vasconcelos fez um apelo à população e a todas as instituições de Xapuri para enfrentar o pior momento da pandemia no município. Segundo ele, a prefeitura mais do nunca está precisando de ajuda para combater a covid-19.

“Precisamos nos unir novamente em torno dessa situação e eu, como prefeito, vou continuar fazendo isso, como sempre fiz. Vou convidar na próxima semana todas as instituições de Xapuri, do delegado ao juiz, Polícia Militar e quem mais puder, para que a gente discuta de forma clara como é que as instituições podem se ajudar a combater a pandemia em nossa cidade”, disse.

Números

Até a atualização do Boletim Municipal desta quinta-feira, Xapuri acumulava 556 casos positivos do novo coronavírus, com 46 casos em análise, 589 pessoas sendo monitoradas por contato mantido com casos confirmados, 346 altas médicas, 10 internações e 6 óbitos. Desde o início da pandemia, o município fez 1.147 notificações de covid-19, das quais 545 foram descartadas.

Enterro noturno

José Alves da Veiga, o seu Zé Lulu

Uma demonstração do momento difícil que Xapuri está atravessando no combate ao coronavírus foi o registro do primeiro sepultamento noturno na cidade desde o início da pandemia. O idoso José Alves da Veiga, o seu Zé Lulu, 93 anos, morreu na noite desta quinta-feira, 6, e foi sepultado cerca de uma hora depois, no cemitério São José. Apenas dois familiares acompanharam o sepultamento.

Comentários