Entre os 10 municípios com mais focos de queimadas no país nas últimas 24 horas, Xapuri tem fumaceiro nesta quinta-feira, 24, e o pior registro de qualidade do ar no Acre no começo da manhã, de acordo com o sensor de monitoramento instalado na sede do 8º Batalhão do Corpo de Bombeiros.

De acordo com o Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (INPE), foram 17 focos de calor detectados no município nesse período pelo satélite de referência AQUA Tarde. Brasiléia, com 31 focos, Sena Madureira, 24, e Rio Branco, 19, também figuram entre os que mais tiveram ocorrências registradas pelo órgão.

No Acre, há mais de 30 sensores que monitoram a qualidade do ar. Os equipamentos são parte de um projeto entre o Ministério Público do Acre (MP-AC), a Universidade Federal do Acre (Ufac) e órgãos de saúde e do meio ambiente do estado acreano.

Por volta das 6h30 desta quinta-feira, o monitoramento registrou uma máxima concentração de material particulado de 280 (US EPA PM2.5 AQI), representa que todos podem sofrer efeitos mais graves na saúde se forem expostos a essas condições por 24 horas.

Em 2020, o Acre já registra 6.8397 mil focos de queimadas, o maior índice desde 2003.

Comentários