Por Raimari Cardoso

Janeiro chegou e o município de Xapuri já se prepara para reviver pela 118ª vez na história a sua mais antiga e importante tradição, a Festa de São Sebastião, uma das maiores e mais remotas manifestações religiosas do Acre.

A celebração religiosa é mais antiga que a própria Revolução Acreana, que só eclodiria seis meses depois de realizada a primeira procissão pelas vielas do vilarejo de Mariscal Sucre, quando cerca de 100 pessoas caminharam rogando paz àquele que viria a ser o padroeiro da futura Xapuri.

O ambiente festivo já começa a se instalar na cidade com a chegada dos parques infantis e das barracas de alimentação, sempre os primeiros a chegar para o grande centro comercial em que se transforma Xapuri nesta época do ano.

Um número entre 15 e 20 mil pessoas deve se reunir na cidade até o dia 20 de janeiro, ápice da festa. É o momento mais importante – e lucrativo – do ano para o comércio local, de maneira especial para hotéis, pousadas e restaurantes.

Da parte da prefeitura, os preparativos já estão em andamento com o início da construção dos espaços que serão disponibilizados para os tradicionais marreteiros. Este ano serão 250 boxes, quase todos já reservados por comerciantes que chegam de vários lugares do Acre e de outros estados da federação.

Na igreja de São Sebastião a movimentação é sempre intensa nos primeiros dias do ano, mas o planejamento da festa sempre começa com bastante antecedência. Além de avivar a fé dos devotos do santo padroeiro, o evento é o grande mantenedor das ações da paróquia durante o ano que se segue.

Para que nada dê errado, a organização da paróquia é dividida em várias equipes que se esforçam para que nenhum detalhe comprometa o sucesso do Novenário que começará no próximo dia 11 com a tradicional carreata de abertura.

Desde a equipe de liturgia até as equipes de cozinha e de arrecadação de prendas para os também tradicionais leilões, os voluntários se empenham em fazer funcionar toda a estrutura que cerca a realização do evento mais importante do ano em Xapuri.

De acordo com o padre Francisco das Chagas Monteiro, 68 anos de idade e 14 anos como pároco de Xapuri, o esforço dos fiéis em participar da organização dos eventos é uma das características mais marcantes da Festa de São Sebastião.

“Estamos nos preparando e já está tudo bem encaminhado. A nossa expectativa é sempre positiva para a realização desse momento que é sempre muito especial para os fiéis e para toda a população de Xapuri”, afirma o sacerdote.

As celebrações do Novenário de São Sebastião começam no próximo dia 11, um sábado, com a realização das novenas até o dia 19, domingo. No dia 20 de janeiro, como ocorre há 117 anos, a festa terá o seu ponto alto com a grande procissão pelas principais ruas da cidade.

Nos próximos dias, o ac24horas acompanhará de perto todos os preparativos, tanto da prefeitura quanto da igreja, a chegada dos romeiros e dos comerciantes, e contará em primeira mão todos os fatos e as histórias que cercam um dos momentos mais fortes e bonitos da religiosidade e da cultura popular do Acre.

Comentários