Gerente Marcos Mansour informou que está solicitando a ajuda do batalhão do Corpo de Bombeiros no município para consertar a tubulação que atravessa o rio Acre.

Por Raimari Cardoso

A gerência do Departamento de Água e Saneamento (Depasa) em Xapuri explicou na manhã desta quarta-feira, 18, que um rompimento na tubulação que leva água para o bairro Sibéria, localizado na margem oposta do rio Acre, foi o motivo da falta de água que vem ocorrendo em vários pontos da cidade nos últimos dias.

Muitos usuários reclamavam nas redes sociais da falta de água em vários locais de Xapuri. Alguns relatavam que o desabastecimento já durava cinco dias, outros afirmavam que há três dias as torneiras estavam secas em suas residências e pediam explicações departamento.

De acordo com o gerente do escritório local do Depasa, Marcos Mansour, o rompimento da tubulação causou perda de pressão na rede. Ele explicou que o problema durou três dias para ser detectado, mas garantiu que o fornecimento já começa a ser normalizado no decorrer desta quarta-feira para a região centro da cidade e bairros atendidos pela Estação de Tratamento (ETA) do rio Acre.

Para os bairros atendidos pela ETA do igarapé Fura, o fornecimento está ocorrendo em intervalos de 4 horas de abastecimento e 3 horas de recuperação (tratamento), segundo as informações do gerente. Ele negou que o quadro reduzido de funcionários na escala de plantão do Depasa em Xapuri esteja prejudicando o funcionamento da estação.

Com relação ao bairro da Sibéria, Marcos Mansour informou que está solicitando a ajuda do batalhão do Corpo de Bombeiros no município para consertar a tubulação que atravessa o rio Acre. Não foi feita uma previsão para que o abastecimento para aquela região da cidade seja normalizado. Não foi feita uma previsão para que o abastecimento para aquela região da cidade seja normalizado.

Comentários