Situação de Francisco está complicada perante a Justiça acreana - Foto: Alexandre Lima
Situação de Francisco está complicada perante a Justiça acreana – Foto: Alexandre Lima

Alexandre Lima

Foi levado novamente para uma das celas da delegacia de Epitaciolândia, Francisco Silva Pereira, o ex-marido da mulher que morreu queimada no incêndio ocorrido na noite do dia 31 de novembro, no bairro Jose Hassem, por volta das 22h00.

Francisco havia sido detido após o incidente como suspeito, mas foi liberado para responder em liberdade. Neste período o delegado titular da cidade, doutor Sérgio Lopes, estaria pedindo sua prisão preventiva e fez um levantamento sobre a sua situação no sistema de segurança nacional.

Para piorar mais a situação de Francisco, foi constatado que o mesmo tinha em seu desfavor, um mandato de prisão emitido pela comarca do município de Bujari. O viúvo é acusado de uma tentativa de homicídio, mas não foi comunicado a data do episódio.

Com esse documento, o delegado efetuou a prisão de Francisco e espera o parecer do Juiz da Comarca, para que o acusado fique a disposição de Justiça até o desenrolar dos casos.

Reveja o caso do incêndio e vídeos relacionados.

Gravida de 3 meses é encontrada carbonizada após incêndio em residência

Comentários