A direção do Instituto Penitenciário do Acre (Iapen) decidiu suspender as visitas por sete dias em Rio Branco.

A medida se fez necessário após uma tentativa de fuga ocorrida na última segunda feira no presídio Francisco de Oliveira Conde e a necessidade de melhorias estruturais para evitar novas fugas e ainda qualquer chance de rebelião,

“Por sete dias as visitas íntimas e de familiares na Unidade de Regime Fechado nº 1 de Rio Branco (pavilhões G, H, I, J, K, L e R), com foco no restabelecimento do padrão mínimo de segurança”, pondera a nota.

Comentários