Ao fazer o procedimento padrão de revista dos pertences, os homens da lei encontraram os aparelhos celulares escondidos.

assessoria

Uma visitante recebeu voz de prisão ao ser flagrada por policiais penais portando três aparelhos de celulares. Ela estava na portaria do presídio Evaristo de Moraes, na manhã desta sexta-feira (5).

Somente esta semana, houve três apreensões de celulares junto com os objetos enviados aos presos, que não recebem visita por conta da pandemia.

De acordo com os policiais, a mulher, que foi levada à delegacia para os procedimentos cabíveis, compareceu para fazer a entrega de objetos a um interno. Ao fazer o procedimento padrão de revista dos pertences, os homens da lei encontraram os aparelhos celulares escondidos.

O uso de telefones no interior dos presídios é terminantemente proibido por lei, mas nos últimos dias, várias visitantes estão sendo flagradas tentando driblar a fiscalização.

Outra tentativa dos infratores manter contato com os presos é jogando os celulares por cima da muralha, mas, também nesses casos, os policiais fazem o bloqueio pois mantém vigilância  nas guaritas 24 horas por dia.

Comentários