O valor do prejuízo não foi contabilizado e as imagens ainda não foram capturadas

REDAÇÃO CONTILNET

A boutique de roupas Bellagio, situada na Rua do Comércio, no bairro Manoel Julião, foi alvo de assaltantes na madrugada de domingo (12), em Rio Branco.

Criminosos ainda não identificados conseguiram entrar no espaço pela lateral, quando fizeram um buraco na parede.

De acordo com a proprietária, Michelany Batrice, quase toda sua mercadoria nova foi levada pelos criminosos. O alarme do local não disparou.

“Ainda estou transtornada. Levaram a maior parte da mercadoria. É muito difícil ser empreendedora em um Estado onde o crime não cessa”, explicou à reportagem.

O valor do prejuízo não foi contabilizado pela empresária e as imagens de segurança ainda não foram capturadas.

Michelany explicou ainda que fez um contato com a Polícia Civil, mas foi informada que não seria possível os agentes irem até o local por conta da falta de viatura.

“Na Polícia Civil não falta viaturas e nem combustível”, afirma Delegado Geral

O Delegado Geral da Polícia Civil do Acre, José Henrique Maciel Ferreira afirmou, na tarde deste domingo, 12, que a Polícia Judiciária acreana não tem problemas de falta de viaturas e que todas a unidades da capital e interior contam com viaturas caracterizadas e descaracterizadas para realizar os trabalhos de competência da polícia investigativa.

A declaração de José Henrique Maciel foi devido a uma afirmação contida na matéria jornalística “assaltantes fazem buraco em parede de loja no Manoel Julião e furtam roupas caras”  em estabelecimento furtado na madrugada de sábado (11) para domingo (12), disse que “fez um contato com a Polícia Civil, mas foi informada que não seria possível os agentes irem até o local por conta da falta de viatura”.

Apesar da declaração a empresária não deu detalhes de como foi esse contato e nem para onde (unidade policial) foi feito o contato.

“Me causou estranheza essa afirmação de que a Polícia Civil não dispõem de viatura, na Polícia Civil não faltam viaturas e nem combustível. O Governo tem investido na Segurança Pública aparelhando todos os órgãos que fazem parte do Sistema Integrado de Segurança Pública – SISP. Nós temos uma frota nova de viaturas e que recentemente foi reforçada com mais 31 viaturas tipo camionetes da mais alta qualidade, adquiridas pelo Governo Estadual. Na semana passada recebemos quase 200 equipamentos de informática, ainda este ano está previsto mais investimentos e aquisição de armamentos novos, e com certeza teremos a nomeação dos policiais que concluíram o curso de formação nos próximos meses. Portanto, temos um governo comprometido com a Segurança do cidadão acreano e mais uma vez afirmo que não temos esse problema de falta de viaturas. Temos viaturas caracterizadas e descaracterizadas nas regionais e especializadas”, esclareceu o Delegado Geral.

Henrique Maciel enfatizou ainda que, “mesmo com a delegacias regionais e especializadas tendo disponível viaturas para os trabalhos diários e de investigação, a Direção Geral conta ainda com uma frota nova de carros descaracterizados e caracterizados para dar suporte a todas unidades policiais da capital e do interior em suas ações”.

A assessoria de imprensa da Polícia Civil entrou em contato com a redação para tentar saber como e qual foi a unidade policial contatada pela empresária, mas estes não souberam responder.


Comentários