Por Fernando Oliveira/Ascom

O Presidente da Câmara Municipal Rogério Pontes(MDB) e os Vereadores Edu Queiroz(PT), Joelso Pontes(PP) e Mário Jorge Fiesca (MDB), reivindicam do Departamento Estadual de Estrada e Rodagens do Acre-DERACRE, em parceria com a Prefeitura de Brasileia a reconstrução de uma ponte no ramal do Km 59 zona rural do município de mais de 60 metros de extensão que vai beneficiar mais de 800 famílias de 11 comunidades da região.

Visando melhores condições de acesso aos moradores da localidade e garantindo aos extrativistas que moram na Reserva Extrativista Chico Mendes(Resex), o escoamento de seus produtos como a castanha e a borracha. 

Os parlamentares se reuniram na manhã desta quinta-feira,13, com o diretor presidente do Deracre, Ronan Fonseca, que anunciou os trabalhos de reconstrução da nova ponte no ramal do km 59 e a recuperação e manutenção dos ramais pavimentado do km 04-Polo e Ramal Km 13 para o início do período do verão deste ano.

O presidente da Câmara, Rogério Pontes, destacou a agenda na capital com DERACRE e classifica o resultado como positivo. “Estamos na capital Rio Branco juntamente com os vereadores Joelson Pontes PP, Edu Queiroz PT, Mário Jorge MDB, participamos de uma agenda com o presidente do DERACRE para tratar sobre a construção da ponte do ramal do 59, as comunidades têm nos procurado reclamando, essa já é a segunda vez que procuramos o DERACRE. A prefeita Fernanda Hassem não pode vir porque está em Brasília em busca de recursos para Brasiléia. Quero agradecer o presidente do DERACRE pelo atendimento, temos uma resposta favorável   para o começo do verão resolver a situação da ponte do 59”, destacou.

Já o vereador Mário Jorge Gomes Fiesca propositor da reunião, afirma que o DERACRE se comprometeu de iniciar os trabalhos de construção da ponte no mês de abril.  

“A comunidade do 59 têm cobrado muito a Câmara de Brasileia a respeito da construção de uma nova ponte, sentamos com o diretor presidente do DERACRE e trouxemos boas notícias, a partir de abril os trabalhos irão começar, a comunidade juntamente com a prefeitura de Brasiléia já viabilizou todo material necessário para construção da ponte, e o DERACRE vai entrar com a mão de obra”, disse.

Comentários