A nova vereadora eleita pelo município de Brasiléia no dia 15 de novembro passado, esteve no estúdio do jornal oaltoacre.com, para falar um pouco do seu trabalho que pretende fazer após assumir sua cadeira na Câmara Municipal.

5ª melhor votada, Marinete falou que quase não era candidata, mas, por força do destino, da família e amigos, foi convencida a participar do pleito. Logo no início, sofreu um acidente na zona rural e teve de esperar sua recuperação médica para voltar a fazer visitas.

“Fizemos um trabalho maravilhoso… fomos bem recebidos por onde passamos e vimos que o povo queria mudanças. Não no executivo, mas, no legislativo onde oito novos vereadores foram escolhidos e queremos fazer muito mais por Brasiléia junto com a prefeita Fernanda Hassem”, destacou.

Após falar dos seus projetos que pretende realizar na Câmara Municipal de Brasiléia, Marinete disse fora das câmeras que, irá abrir mão de seu salário para ajudar no lado social. A nova vereadora coordenava o Centro de Atenção Psicossocial (CAPS), onde teve seu trabalho reconhecido.

Segundo ela, “Usaremos um salário mínimo para despesa com combustível e acesso às comunidades. O demais, será direcionado ao MVB, Movimento Viva Brasiléia. Movimento esse que já usamos muito de nosso próprio recurso para fazermos serviços de cunho social”, disse.

“Já damos suporte para pessoas que precisam se deslocar com problemas de saúde, investimos em escolinhas em alguns bairros, queremos fortalecer e levar o gabinete itinerante. Será o vereador e amigos nas comunidades, levando serviços e ouvindo… De lá, virão as Indicações e projetos e esse dinheiro será movimentado por um membro do grupo, escolhido pelo grupo, direcionado a uma conta jurídica e com prestação de contas mensais”, finalizou.

Veja vídeo.

 

Comentários