Gilson Amorim

Na noite desta terça-feira (28), o vereador Diógenes Fernandes (PSDB), de Tarauacá, usou sua página no Facebook para fazer uma postagem desafiando seus colegas parlamentares a usarem todo o salário do mês de maio para comprar cestas básicas às famílias carentes do município.

A polêmica tem uma razão. É que a maioria dos vereadores resolveu manter o veto da prefeita Marilete Vitorino (PSD) ao projeto que previa a doação da merenda escolar em cestas básicas às famílias dos alunos de baixa renda.

Um vereador de Tarauacá recebe R$ 7 mil por mês de salário. Até o momento nenhum colega de Diógenes se manifestou a favor ou contra a proposta.

Comentários