fbpx
Conecte-se conosco

Brasil

Vasco reage e empata com o Botafogo, em São Januário

Publicado

em

Vasco reage e empata com o Botafogo, em São Januário
ESTADÃO CONTEÚDO

Vasco reage e empata com o Botafogo, em São Januário

Vasco e Botafogo empataram por 1 x 1, neste sábado (29), em São Januário, no Rio de Janeiro. O resultado frustrou os planos dos dois clubes: os visitantes falharam em atingir a liderança do Campeonato Brasileiro (é o vice-líder, com 24 pontos), enquanto o time cruzmaltino continua próximo da zona de rebaixamento, na 16ª posição, com 11 pontos, e pode frequentar o grupo dos quatro últimos já neste domingo (30).

O primeiro tempo foi muito fraco tecnicamente em São Januário. Em um “Clássico da Amizade” pouco amistoso, prevaleceu um duelo truncado, repleto de faltas (foram 19 só na etapa inicial) e praticamente sem ameaças às duas metas. Logo aos 8 minutos, Estrella sentiu dores no joelho direito e foi substituído por Payet, que retornou ao Vasco após cinco jogos ausente. As raras chances criadas pelo time anfitrião passavam pelos pés do meia francês, embora não chegassem a oferecer perigo ao goleiro John.

Mais organizado e seguro em campo, o Botafogo mantinha a posse de bola, trocava passes, mas não conseguia construir chances de perigo. Sem objetividade, os visitantes pareciam pouco inspirados para buscar a ponta do Nacional. Das seis oportunidades criadas pela equipe de Artur Jorge, apenas um chute de fora da área de Eduardo fez Léo Jardim trabalhar, já nos acréscimos da primeira etapa.

O Vasco, por sua vez, retraiu-se no campo defensivo e tentava sair em contra-ataques pelo lado direito, sem sucesso. A única finalização da equipe cruzmaltina nos 45 minutos iniciais saiu apenas aos 22 minutos, em um tiro da intermediária de Hugo Moura, que mandou longe do gol botafoguense.

As duas equipes voltaram mais ligadas do intervalo. Aos 4 minutos, Vegetti recebeu o passe de Payet na entrada da área e só não ficou em ótima situação para abrir o placar porque Bastos conseguiu cortar. O Botafogo respondeu aos 12 minutos, com Cuiabano, que recebeu passe de Júnior Santos no meio da área e bateu para ótima defesa de Léo Jardim. Aos 20, Júnior Santos arriscou de fora da área, do lado esquerdo, e chutou por cima do gol.

Quando o Vasco saía mais para o jogo e era melhor em campo, o Botafogo abriu o placar. Óscar Romero, que havia acabado de entrar, cobrou escanteio da esquerda e encontrou a cabeça de Bastos, que subiu sozinho no meio da área para mandar a bola no canto direito de Léo Jardim, aos 27 minutos. O goleiro vascaíno falhou no lance.

View this post on Instagram

A post shared by Botafogo F.R. (@botafogo)

O técnico Artur Jorge fez alterações para fechar o Botafogo, administrar o placar e tentar impedir as investidas dos cruzmaltinos na reta final do clássico, mas não funcionou. Aos 38 minutos, Vegetti recebeu o cruzamento de Piton, no meio da área, e cabeceou no canto direito de John, igualando o placar. Foi o quinto gol do atacante do Vasco na competição.

View this post on Instagram

A post shared by Vasco (@vascodagama)

Longe de ser o ideal, o empate não impediu os torcedores vascaínos de deixarem São Januário em festa. No outro jogo da noite deste sábado, Cuiabá e Red Bull Bragantino ficaram no 1 x 1. O Botafogo volta a campo na quarta-feira, às 19h, em visita ao Cuiabá. No mesmo dia, às 20h, o Vasco recebe o Fortaleza.

VASCO 1 X 1 BOTAFOGO

VASCO – Léo Jardim; Paulo Henrique, João Victor, Maicon e Victor Luís (Sforza); Hugo Moura (Erick Marcus), JP (Rayan) e Guilherme Estrella (Payet) (Zé Gabriel); Adson, Vegetti e Lucas Piton. Técnico: Rafael Paiva.

BOTAFOGO – John; Damián Suárez, Lucas Halter, Bastos e Cuiabano; Gregore e Marlon Freitas (Danilo Barbosa); Luiz Henrique (Patrick de Paula), Eduardo (Kauê) e Tchê Tchê (Júnior Santos); Tiquinho Soares (Óscar Romero). Técnico: Artur Jorge.

GOLS – Bastos, aos 27, e Vegetti, aos 38 minutos do segundo tempo. CARTÕES AMARELOS – Victor Luís, Hugo Moura e João Victor (Vasco); Bastos, Gatito Fernández (no banco de reservas), Júnior Santos, Damián Suárez e Patrick de Paula (Botafogo). ÁRBITRO – Ramon Abatti Abel (SC). RENDA – Não disponível. PÚBLICO – 16.121 presentes. LOCAL – Estádio de São Januário, no Rio de Janeiro (RJ).

The post Vasco reage e empata com o Botafogo, em São Januário first appeared on GPS Brasília – Portal de Notícias do DF .

Fonte: Nacional

Comentários

Continue lendo

Brasil

Morre em Porto Velho o jornalista Dalton di Franco

Publicado

em

Dalton nasceu em um seringal em Ariquemes, mas na vida adulta veio a Porto Velho, onde foi vereador, em 1988, deputado estadual em 1990, e vice-prefeito em 2012.

Morreu neste domingo (14), aos 63 anos, o jornalista, radialista, professor e advogado Enéas Rômulo Araújo, o “Dalton Di Franco”. Ele estava internado há 8 dias no Hospital Central por problemas inicialmente no coração e pulmão. Ele estava em coma.

Dalton nasceu em um seringal em Ariquemes, mas na vida adulta veio a Porto Velho, onde foi vereador, em 1988, deputado estadual em 1990, e vice-prefeito em 2012.

Atuou em rádios e TVs rondonienses e ultimamente estava na Rema TV e Rádio Rondônia.

Comentários

Continue lendo

Brasil

Caçada continua: suspeito de matar dentista é identificado, foge para Jaru e atinge policial durante perseguição

Publicado

em

A bala que atingiu o militar, que estava usando colete, atravessou o ombro dele, que continua internado, mas já fora de perigo.

Um ex-presidiário, que já foi preso em Jaru, identificado como Maicon S.R., está sendo apontado pela Polícia como suspeito de assassinar o dentista Clei Bagattini, na última sexta-feira (12) em Vilhena.

Após o crime, ele fugiu pela BR-364 sentido Porto Velho, mas parou em um pesque-pague em Jaru, na Linha 627, após um cerco policial. Ele reagiu, acabou atingindo um policial militar, mas segue fugindo, possivelmente ferido.

Segundo um policial envolvido na caçada, Maicon já havia morado em Jaru e a suspeita é de que ele estaria residindo atualmente em Ariquemes. Ele teria atuado como pistoleiro, e aparentemente sequer conhecia a vítima.

A bala que atingiu o militar, que estava usando colete, atravessou o ombro dele, que continua internado, mas já fora de perigo.

Um grande policial foi montado em Jaru pode determinação do comando da PM rondoniense.

Comentários

Continue lendo

Brasil

Com honrarias, Romildo Magalhães é sepultado em jazigo próximo ao de Edmundo Pinto

Publicado

em

A banda de música da Polícia Militar do Estado do Acre interpretou a música evangélica “Vencendo vem Jesus”.

FOTO: SÉRGIO VALE

No fim da tarde deste domingo, 14, o ex-governador Romildo Magalhães foi sepultado em um jazigo da família no cemitério São João Batista, em Rio Branco. A cerimônia foi acompanhada por autoridades, amigos e familiares do ex-chefe de estado dos anos 90.

Antes da saída do Palácio Rio Branco, centenas de pessoas prestaram as últimas homenagens a Magalhães. Durante o cortejo, familiares de Romildo foram às lágrimas. O corpo foi transportado em um caminhão do Corpo de Bombeiros com a ajuda do governador Gladson Cameli e do prefeito Tião Bocalom, além do filho Hector Magalhães e demais integrantes da família.

FOTO: SÉRGIO VALE

No cemitério São João Batista, sem a presença do governador Gladson Cameli, Romildo Magalhães recebeu um funeral com honras fúnebres. Na chegada ao local do sepultamento, os militares realizaram uma salva de tiros em homenagem ao político. Em seguida, a banda de música da Polícia Militar do Estado do Acre interpretou a música evangélica “Vencendo vem Jesus”. A cerimônia foi acompanhada de perto pelo prefeito da capital, Tião Bocalom e sua companheira Kelen Nunes. A última honraria foi o protocolo de entrega da bandeira do Estado à viúva Rosinha Magalhães, ato realizado pelo capitão Isaías e a capitã Katianne.

FOTO: SÉRGIO VALE

Antes de ser colocado na gaveta do jazigo da família, a PM entoou o “toque de silêncio”. A esposa, Rosinha Magalhães, prestou suas últimas homenagens reafirmando seu amor pelo ex-governador. “Agora você vai ter paz, você vai ter a sua alegria no reino de Deus e um dia nós vamos nos encontrar. E a palavra de Deus diz que vai ser uma alegria e vai ser mesmo meu último amor, amor da minha vida. Você me ensinou o que é amor, você me ensinou. Foi através de você que eu descobri o que é o amor. Você era amor puro, amor pela família, pelos amigos, por todo mundo. Você sim, que é amor, e esse amor vai ficar com a gente”, declarou às lágrimas.

FOTO: SÉRGIO VALE

O túmulo de Magalhães fica a poucos metros de onde está enterrado o também ex-governador Edmundo Pinto, morto em 1992. Na ocasião, Magalhães era vice e assumiu o governo.

Comentários

Continue lendo