Conecte-se conosco





Geral

Vanda Milani destaca integração econômica sustentável com obra do Anel Viário no Alto Acre

Publicado

em

A deputada federal Vanda Milani (Solidariedade-AC) disse que o Anel Viário entre as cidades de Epitaciolândia e Brasiléia, além de organizar o tráfego na Rodovia Interoceânica, integra de forma econômica e sustentável os países da América do Sul por meio dos portos peruanos. A convite do Palácio Rio Branco a parlamentar participou da extensa agenda na região do Alto Acre.

“Teremos uma ponte que facilitará o acesso ao Pacífico. Essa obra complementa o conjunto de esforços que de forma visionária o governo do Acre vem fazendo para infraestrutura com foco no mercado exterior. São grandes as oportunidades que se abrem para o setor produtivo do Acre” analisou a deputada.

Representando a Câmara dos Deputados na solenidade de assinatura da ordem de serviço, em Brasileia, a parlamentar destacou a participação da bancada federal para liberação dos recursos.

“É preciso falar em nome da nossa bancada de deputados federais que buscou de forma incessante a liberação desses recursos junto ao governo federal para podermos estar aqui hoje governador Gladson Cameli testemunhando o início das obras”, acrescentou.

 

Vanda Milani lembrou ainda o compromisso do presidente Jair Bolsonaro com o Acre. São R$ 60 milhões de investimentos no contorno viário com a construção da ponte sobre o Rio Acre.

“Somados os R$ 21 milhões destinados para recuperação de ramais através da Operação Apoio, as cidades de Epitaciolândia e Brasileia recebem com os recursos destinados ao Anel Viário, cerca de R$ 81 milhões. Esses investimentos ajudam a aquecer a economia local gerando emprego e renda”, concluiu.

Sobre o Anel Viário

Serão mais de 10 km de extensão, contornando os dois municípios, além de uma ponte de via dupla com 250 metros sobre o Rio Acre. Com o anel viário, os veículos de carga que fazem exportação pela BR-317 são desviados do tráfego das cidades, preservando a vida útil das vias urbanas e melhorando a qualidade de vida na região.

Comentários

Em alta