Pagamento obrigatório de emendas deve ser vantagem competitiva para candidatos. Parlamentares também devem patrocinar outros nomes para se fortalecer nos redutos eleitorais

BRASÍLIA – Um quinto da Câmara cogita entrar em campanha para disputar prefeituras em 2020. Levantamento do GLOBO identificou pelo menos 104 dos 513 deputados federais, de 22 estados, como possíveis candidatos nas eleições municipais de outubro, com base em declarações públicas, manifestações partidárias ou informações de bastidores.

Neste ano, os parlamentares terão uma vantagem competitiva em relação aos demais postulantes, já que têm controle sobre o Orçamento impositivo, podendo destinar uma verba 46% maior do que antes aos seus próprios currais eleitorais.

(Leia a íntegra da reportagem exclusiva para assinantes)

Comentários