O presidente do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), ministro Luís Roberto Barroso, revelou na noite deste domingo, 15, que um problema técnico provocou uma lentidão na totalização dos votos nas eleições municipais. Uma falha em processadores de um computador provocou lentidão na totalização dos votos e na divulgação dos resultados.

Segundo Barroso, um dos núcleos de processadores do supercomputador que processa a totalização falhou e foi preciso repará-lo. O ministro explicou que a demora não acarreta nenhuma interferência no resultado do pleito eleitoral porque, de acordo com o presidente, “o resultado já saiu quando a urna imprimiu o boletim”.

O problema, de hardware, se originou exclusivamente no TSE, sem responsabilidade dos tribunais regionais eleitorais.

Comentários