Conecte-se conosco





Acre

Travessia do Rio Acre se torna caótica em Xapuri e moradores pedem socorro ao governo

Publicado

em

Um dos problemas mais crônicos do município de Xapuri na atualidade, a dificuldade de travessia do Rio Acre por meio de uma balsa de responsabilidade do Deracre tem se agravado a cada dia a ponto de se tornar caótica.

Ocorrências como quebra de motores e aglomerações de pessoas, como mostra uma imagem divulgada nas redes sociais por um usuário, na manhã desta quarta-feira (6), tem sido uma constante na única opção de travessia do rio por veículos.

O funcionário público municipal Ronnivon da Silva, que possui propriedade rural na outra margem do rio tem feito constantes publicações na internet mostrando a situação e tentando chamar a atenção do governo do estado para a gravidade do problema.

Há alguns dias, ele registrou a demora para uma ambulância do Samu fazer a travessia com paciente que era levado ao hospital local.

“Vou tentar fazer uma comissão pra gente fecha a BR (317). Não dá mais pra ficarmos de braço cruzados”, ele diz em uma postagem.

Outro usuário, Carlito da Luz, também protesta contra a situação que, segundo ele, tem causado grandes transtornos, sofrimento e prejuízos à população.

“Mais um dia de sufoco na balsa que faz a travessia da cidade de Xapuri para o bairro Sibéria. Fila grande e as pessoas que precisam fazer a travessia estão a mercê dessa situação. SOS PONTE XAPURI”, afirmou em uma publicação.

Com apenas um motor operando na travessia, em razão de um outro estar em manutenção, a embarcação tem, em algumas ocasiões, ficado à deriva, descendo o rio quando o equipamento apresenta problemas mecânicos.

O governo do estado tem tomado algumas providências nos últimos três anos, com o objetivo de melhorar as condições da travessia do Rio Acre em Xapuri, como a reforma da balsa e a aquisição de motores, mas os problemas persistem.

O ac24horas obteve a informação de que uma equipe do Deracre esteve no município nesta última terça-feira (5) instalando o motor que estava passando por manutenção em Rio Branco, motivo dos problemas causados nos últimos dias, mas, segundo alguns usuários, a embarcação permanecia com apenas um motor na manhã desta quarta-feira.

Em meio às dificuldades que se intensificam na travessia, principalmente por conta do aumento da crescente demanda pelo serviço, há a expectativa da abertura da licitação para a construção da “Ponte da Sibéria”, a principal promessa de campanha do governador Gladson Cameli para o município.

As últimas informações prestadas pelo governo e pelo próprio governador Gladson Cameli são de que falta muito pouco para o processo licitatório da ponte seja anunciado, podendo ocorrer ainda este ano. Na última segunda-feira, o secretário de Infraestrutura disse no programa Cidadania, da Rádio Aldeia FM, que a ponte de Xapuri está tão encaminhada quanto a de Sena Madureira.

A reportagem tentou manter contato com o diretor de operações do Deracre, Ronan Fonseca, com o objetivo de atualizar as informações sobre as últimas medidas tomadas pela autarquia com relação às reclamações dos usuários do transporte de travessia do rio em Xapuri, mas não obteve êxito até o fechamento desta nota.

Comentários

Em alta