O ex-diretor presidente do Departamento Estadual de Água e Saneamento (Depasa) Tião Fonseca foi solto nesta sexta-feira, 7, após ser preso durante a Operação ‘Toque de Caixa’, da Polícia Civil, deflagrada na última segunda, 3, em Rio Branco.

As investigações da Polícia Civil duraram cerca de dois meses e apontam que Fonseca é suspeito de beneficiar a empresa de Delba, sua esposa, a Bucar Engenharia, com um contrato que desviou verba pública. De acordo com a polícia, o montante desviado seria de pelo menos meio milhão de reais

Comentários