Há três meses com seus salários atrasados, trabalhadores da MM Ativa, empresa que presta serviços aos governos da Frente Popular, fecharam a rua Marechal Deodoro no cruzamento com a Benjamin Constant, centro de Rio Branco, no começo da tarde desta segunda-feira, em protesto.

20151221084958

A empresa teve seu contrato de limpeza com a Secretaria de Saúde do Acre encerrado de forma definitiva. Para piorar a situação, a Sesacre ainda não informou quando irá fazer o repasse financeiro à empresa e tudo leva a crer que os trabalhadores passarão o Natal sem seu salários.

Pela segunda vez em menos de uma semana, funcionários da MM Ativa protestam nas ruas da capital. Quarta-feira passada, momentos antes da manifestação pró-Dilma no Acre, para pressionar o governo, eles fecharam a avenida Getúlio Vargas também reclamando de salários atrasados.

Em contato com o ac24horas, a Secretaria de Estado de Saúde (Sesacre) esclarece que a vigência do contrato com a empresa MM Ativa, que presta serviços de limpeza em unidades hospitalares, chegou ao fim.

“O contrato não será renovado. Contudo, a Sesacre assegura que todos os pagamentos pela prestação de serviços foram feitos, restando apenas executar o repasse referente ao último mês de execução. A Sesacre esclarece ainda que, os funcionários da MM Ativa não possuem vínculos empregatícios com o governo do Estado, mas com a empresa, cabendo, portanto, a empresa prestar toda assistência e esclarecimentos a esses trabalhadores”, diz a assessoria.

Comentários