Deputado Luis Tchê (PDT)
Deputado Luis Tchê (PDT)

“Eu disse que as financeiras iriam assaltar o funcionalismo com a liberação de empréstimos consignados”, disse o deputado Luis Tchês (PDT) ao pedir que o governo do Acre suspenda os descontos para o Banco Cruzeiro do Sul.

O parlamentar denunciou ainda que o Banco Cruzeiro do Sul teria falsificado 300 CPFs. “O governador pode suspender os pagamentos do Banco Cruzeiro do Sul, que enganou a população falsificando 300 CPFs”, destaca Tchê.

Segundo o pedetista, a Aleac suspendeu há dois anos, o desconto dos empréstimos contraídos por servidores do Poder Legislativo, junto ao banco. Tchê quer ainda que a margem dos servidores seja liberada.

“Estamos propondo a liberação da margem para os servidores do legislativo para que possam usar o poder de crédito no mercado. Eles já descontaram o que tinha que descontar. Não podemos permitir abusos das financeiras”, finaliza Tchê.

O pedetista sugere ainda uma revisão de todos os contratos de empréstimos consignados contraídos pelo funcionalismo público do Acre.

Comentários